Uncategorized

Sindicato respeita decisão judicial contra greve mas vai recorrer

Na decisão de ontem, o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, Miguel Kfouri Neto, disse que a greve dos policiais, às vésperas do Carnaval, seria “paredista”, “ilegal” e colocaria em risco a ordem e segurança públicas. A decisão estabeleceu multa de R$ 100 mil por dia em caso de descumprimento.

O Sinclapol (Sindicato das Classes dos Policiais Civis no Estado do Paraná) vai respeitar a decisão judicial que impede a greve da Polícia Civil, marcada para este domingo, mas promete entrar com recurso em instâncias superiores. A afirmação foi feita pelo advogado do Sindicato, Milton Miró Vernalha Filho, em coletiva à imprensa, na manhã deste sábado (18).

Vernalha disse, no entanto, que não houve comunicado ou intimação oficial do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) pedindo o cancelamento da greve. “É uma decisão equivocada, mas vamos respeitar. Esse era o momento do Tribunal de Justiça legislar, mas o que tivemos foi a subtração dos direitos das polícias. Nossa intenção é ir para o Superior Tribunal Federal”, afirmou. E completou: “O Tribunal de Justiça criou um estado de exceção para os policiais civis; subtraiu um direito constitucional da categoria”.

A categoria reivindica um salário inicial de R$ 5.750 (hoje, o valor é de R$ 2.700). O governador Beto Richa (PSDB) oferece R$ 3.400 de piso. A insatisfação dos policiais remete ao fato do subsídio não contemplar todas as classes, nem atender as expectativas salariais.

A polícia ainda aguarda um posicionamento do governo, já que a proposta de reajustes salariais apresentada não foi aceita. “Nosso problema não é financeiro somente. Os policiais querem dignidade, precisam trabalhar com condições de trabalho. Mas o que temos são delegacias se desintegrando, caindo aos pedaços, policias ficando doentes enquanto cuidam de presos, sendo que deveriam estar nas ruas, investigando”, disse o advogado do Sinclapol, Miró Vernalha.

24 Comentários

  1. A liminar do Tribunal de Justiça do Estado contém uma decisão inédita.Além de determinar o fim de uma greve que ainda não se concretizara,proíbe ainda que os policiais cumpram a lei,quando vêm executando as operações denominadas “padrão”. Seria um incentivo para a prática da desobediência à lei? Como da decisão cabe recurso,está aí uma sugestão,para os advogados dos sindicatos da polícia civil.

  2. Parabéns pela veiculação dessa notícia, Fábio. Foi uma mostra de seriedade e imparcialidade, sem peleguismos com o governo. Confesso que queimei minha língua.
    Bom carnaval!

  3. BETO RICHA NUNCA MAIS Responder

    O Paraná é mesmo coisa de outro mundo. Só mesmo aqui o (des)governo
    apresenta uma proposta de reajuste salarial que reduz os vencimentos dos policiais. Só mesmo aqui é que o Tribunal de (in)Justiça decreta ilegalidade em uma greve de funcionários públicos, isso porque ainda não foi regulamentada por lei, ou seja, é apenas a opinião pessoal do desembargador.
    Quem decide um caso sem ouvir a outra parte não pode
    ser considerado justo, ainda que decida com justiça.”
    (Sêneca)

  4. Gostaria de saber por que o TJ_PR, não obrigou o governo a pagar o valor do subsidio desde de 1998, por que esses seres do TJ, não digam ao governo que ele deve cumprir a lei pois pagar aos policiais os salário dignos é obrigação do governo, se o policial não pode fazer greve no carnaval, o governo deveria ter de pagar os policiais antes.

  5. PAZ SEM NÓS É MEDO!!! Responder

    A operação padrão nada mais é do cumprir estritamente o texto da lei… Ou seja, Sr. desembargador mandou a policia não cumprir a lei…..
    Guarda de preso é atribuição de Agente Penitenciário e Carcereiro e não de investigador e escrivão….
    Acho que segundo a ótica do Sr. Desembargador os cassinos clandestinos e casas de prostituição não são mais crimes, pelos menos aqui no Paraná não…….

  6. sergio silvestre Responder

    Então né ,só juiz pode fazer greve.
    Pensando aqui com meus botões,na ditadura militar tinha mais greve que nos dias de hoje.
    Esse negocio de colocar uma quantia alta para os sindicatos não cheira nada bem,tá parecendo regime autoritário.

  7. O BRASIL ESTÁ VIRANDO UMA CASO INTERESSANTE. ENQUANTO PREGA-SE AOS 4 VENTOS Q ESTAMOS EM UMA DEMOCRACIA, ONDE VIGE O IMPERIO DA LEI E DA CONSTITUIÇÃO, OS GOVERNOS PODEM TUDO, E CONTRA ELES NADA SE FAZ. O CASO DO RJ É EMBLEMÁTICO, ONDE A JUSTIÇA MANDOU PRENDER INÚMEROS POLICIAIS, POIS ESSES NÃO SUPORTARAM MAIS SEREM TRATADOS INDIGNAMENTE E PROTESTARAM. ENTÃO O ESTADO PODE DEIXAR Q ESSES PROFISSIONAIS VIVAM NA PENÚRIA, AGORA ELES NÃO PODEM SE INSURGIREM CONTRA ISSO, SENÃO É CADEIA PARA PAIS E MÃES DE FAMILIA, ENQUANTO QUEM SAQUEIA O ESTADO ESTÁ POR AÍ, MUITO BEM OBRIGADO.

  8. salete cesconeto de arruda Responder

    Uma coisa eu tenho certeza Fábio:os policiais NUNCA MAIS terão a mesma confiança no Beto. O mesmo já acontece com os professores o que é lamentável pois o cara é muito novo para ir perdendo tanta gente boa pelo caminho. Facilita acaba como o Cerra. Confesso que pelo bem da democracia não gostaria que o Paraná perdesse assim lideranças pois é no confronto com todas elas que a gente descobre os podres e também é pelo mesmo confronto que se mantém a boa democracia.
    Mas quem e o conselheiro do rapaz?
    O que se pode dizer a não ser: O ESTRAGO ESTÁ FEITO pois os policiais e suas famílias não tiveram CARNAVAL como está tendo na Bahia o governador e a esposa.
    Não e verdade?
    Pois é.

  9. Walter Cipriano Testa Responder

    Essa Salete e’ figura manjada nesse blog.
    sempre contra o Beto Richa desde que ele diz nao apoiar o Fruet.
    E’ uma senhora triste, abalada com a vida. que pena…

  10. S Y N F R O N I O. Responder

    Ou…………… Walter Cipriano, to es um autentico T E S T A, um testa de ferro,
    e provavelmente um comissionado.

  11. Estranha essa determinação do MM. Desembargador. Na operação padrão determina-se apenas que seja feito o que a lei determina, como a lavratura do flagrante exclusivamente com a presença de um Delegado, o que voi veementemente condenado no caso dos 17 independentes O princípio da legalidade é um princípio básico do Direito Administrativo. Ou seja, contra sensu, está determinando que que não seja cumprida a lei.
    “Estamos vivendo agora numa pior ditadura, essa disfarçada de democracia.
    O povo finge ter direitos e o governo de cumprir seus deveres.
    Candidatos de vários níveis disputam cargos de níveis variados, declamando problemas que não pretende resolver, além de outros que criarão.”

  12. A GREVE E O IBOPE DA CAMPANHA Responder

    Durante a campanha eleitoral o procedimento foi bem parecido. Um detalhe de metodologia da pesquisa foi colocado em dúvida e com isto uma apelação resultou em cancelamento das divulgações dos resultados das pesquisas do IBOPE. O método é o mesmo. Tudo uma questão de SOLIDARIEDADE.
    Quanto a liminar, é bom ouvir um grande jurista ou a OAB e publicar o parecer.

  13. POLICIAL DA PALESTINA Responder

    VIGILANTE DO PORTAO,chega de postar asneiras, tuas palavras sao todas mentirosas, tenta desconstruir nossas reinvindicacoes legitimas,nao sei o que voce tem contra policiais civis e militares, por favor nobre jornalista FABIO CAMPANA,se possivel nao publique mais as asneiras deste asno que se intitula vigilante do portao, atras de um computador e usando um teclado tenta ser o bonzao, o gostosao, o sabe tudo, em cada materia que voce coloca em seu site , vem ele sempre com comentarios contrarios a nossa reinvindicacao, e muito estranho esta atitude,o que sera que algum policial fez para ele ou sera que enquanto ele estava trabalhando de vigia no portao, algum policial foi esquentar a cama dele junto com sua esposa ou amante, para que quando ele chegasse do servico a cama ja estivesse quentinha lhe esperando, todos os policiais ja levantaram quem e voce,vigiliante do portao, abracos de seu amigo JALIM RABEI

  14. Reafirmo o comentário de um colega: Beto Richa PERDEU a credibilidade com a classe, NUNCA MAIS iremos confiar em sua palavra ou qualquer um de seu Secretariado. É como disse o ex-presidente José Alencar: O homem tem que fazer de tudo para nunca perder sua palavra, caso perca, melhor nem ter nascido. GOVERNADOR, essa é p vc !!! Com carinho

  15. Engraçado para os policiais não entrarem em greve eles tem que cumprir, e do contrário pagam multa. E o Governo não está cumprindo a lei, se negando a cumprir com o REAJUSTE promulgado na lei. O CUMPRIMENTO DA LEI É PARA ALGUNS MESMO.

  16. Sidnei Belizário de Melo Responder

    — Todos os homens são iguais perante Deus e perante a Lei.
    — A liberdade é o maior bem do homem e sua única fonte de felicidade.
    — O homem deve poder participar do governo de sua Pátria.
    — As leis devem visar obrigatoriamente ao Bem Comum.
    — O governo deve zelar pelo Bem Comum.
    — O governo deve ser exercido de acordo com a vontade dos governados.
    — Toda forma de escravidão ou de servidão deve ser combatida.
    A Policia e sempre proibida de ter seus direitos plenos, vivemos de servidão aos governos que passam, pois não podemos pedir o direito a dignidade através de único instrumento a GREVE com pedido de valorização ao nosso trabalho. Da mesma forma que tratam a segurança como essencial, tratam os policiais como lixo reciclaveis, e achando que são submissos as vontades de governos, pelo contrário servimos os cidadãos, e temos a função premordial e de proteger a sociedade, dando nossas vidas se necessário, aprimoramos e qualificamos para estar a frente do crime, e os governo pelo contrário desejam uma policia fraca, e submissa.

  17. OS PIORES GOVERNOS QUEREM UMA POLÍCIA FRACA E SUBMISSA PARA ATENDER SEUS INTERESSES – DE POIS DE BAIXAR O DECRETO – DEPOIS DE FORMAR UMA COMISSÃO – DEPOIS DE UMA ANO – DEPOIS DE UMA TABELA FEITA POR TÉCNICOS DA COMISSÃO – VEM A PÚBLICO APRESENTAR ESSA TABELA IRRISÓRIA E AINDA DIZER QUE DESCONHECE A TABELA FEITA PELA COMISSÃO, E O PIOR FAZENDO-SE DE BOM MOÇO E TENTANDO JOGAR A POPULAÇÃO CONTRA A POLÍCIA – INFELIZMENTE TENHO QUE DIZER – QUE SAUDADE DO REQUIÃO

  18. Eu só tenho que lamentar,esse foi o carnaval da segurança pública do Parana sim eles não estão pulando bebendo e festando não eles não podem tem cuidar que vc cidadão possa se divertir que vc se mantenha vivo ele o policial não sabe se volta,o bombeiro que tirou vc da água embriagado se alimenta mau porque a diária é ínfima não atende suas necessidades básicas o honrado Governador esta na Bahia não esta no litoral do Paraná bom gosto sem duvida aqui só fica quem não tem condições o carnaval triste dos nossos heróis de farda sera na quarta feira de cinzas fazendo mais uma vigília e aos idiotas que ousam ficar contra os trabalhadores da segurança andem de carro blindado porque nos o povo precisamos dele que saia este aumento salarial não a alguns mais a todos os policias os que estão no inicio de carreira mais principalmente aqueles que estão a muitos anos dando o suar sangue e nervos por nós pra quem não sabe o policial precisa quando se aposenta de tratamento psicológico tamanha carga emocional que carrega durante esta função ingrata mais gloriosa.

  19. É A PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA Q UM “AUMENTO” DIMINUI SALÁRIO. ESSE GOVERNO É MAGICO MESMO.

  20. Estou solidário com o pessoal da Polícia Civil. O problema já não está mais só no tal aumento, mas sim na mentira que foi passada para a população, pois terão aumento só os que tem pouco tempo de serviço e os demais terão seus salários diminuídos. A população toda está acreditando que todos terão os vinte e poucos por cento! Foi uma farsa bem vendida!

Comente