Uncategorized

AGU pede investigação
sobre juízes

Reportagem publicada no jornal “O Globo” de hoje revela que a Advogacia Geral da União (AGU) quer tirar da gaveta a investigação sobre suspeitas de movimentação financeira atípica envolvendo magistrados e servidores do Judiciário.

Na última sexta-feira, a AGU enviou ao STF pedido para revogação urgente da liminar proferida no fim de 2011 pelo ministro Ricardo Lewandowski que barrou a apuração da corregedoria do CNJ. Relatório do Coaf enviado ao CNJ detectou movimentações financeiras fora do padrão equivalente a R$ 855,7 milhões entre 2000 e 2010.

O recurso da AGU foi encaminhado ao relator do caso, ministro Luiz Fux. Se ele não reconsiderar a decisão do colega, a AGU quer que o caso seja examinado pelo plenário da Corte.Amaioria do tribunal já assegurou que o CNJ tem competência para investigarmagistradosmesmo antes de denúncias serem apuradas pelas corregedorias dos tribunais estaduais. Aproveitando adecisão, a AGU reforça que a apuração sobre as movimentações não pode parar. A liminar que interrompeu a investigação foi concedida numa ação impetrada por três entidades: Associação dos Magistrados do Brasil (AMB); Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra); e Associação dos Juízes Federais (Ajufe).

4 Comentários

  1. E o cara que sozinho movimentou mais de 200 milhões no TJ do Rio. Quem é? O que é feito dele? A sociedade vai saber? A mídia vai calar?

  2. Político é igual tiririca ralea mas n acaba n é mesmo ? A imprensa terá q sempre (todos os dias) passar veneno se n o infeliz acaba brotando, eta erva daninha q da trabalho p o país.

Comente