Uncategorized

PPS denuncia manobra para livrar Gilbertinho e Toffoli de interrogatório

O líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR), criticou, neste domingo (26), a “operação-abafa” por parte do governo e do Ministério Público para livrar os ministros Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência da República, e Dias Toffoli, do STF (Supremo Tribunal Federal),de investigação por suposto envolvimento com os operadores do esquema montado no Governo do Distrito Federal.

De acordo com reportagem de Veja, divulgada ontem, apesar das fortes evidências, a Procuradoria-Geral da República e o Ministério da Justiça dá sinais de que não vai investigar o suposto envolvimento dos ministros. A denúncia se baseia em depoimentos ao Ministério Público e à Polícia Federal da advogada Christiane Araújo de Oliveira. Segundo ela, Gilberto Carvalho e Dias Toffoli agiram para ter acesso a gravações de Durval Barbosa, delator do mensalão do DEM, que comprometiam autoridades do governo do Distrito Federal.

“Essa falta de ação do Ministério Público é gravíssima. Fica claro que está em curso uma operação-abafa para que os ministros não sejam investigados. Será que querem transformar a República em Cosa Nostra?”, ironizou Rubens Bueno.

Segundo o líder do PPS, se a Procuradoria-Geral da República e o Ministério da Justiça não abrirem processo para apurar a denúncia de envolvimento dos ministros, estarão dando um mau exemplo para a sociedade. “A sensação que fica é de impunidade. A quem devemos recorrer, então?”, reclamou.

Convocação de Carvalho

O parlamentar reclamou ainda da postura da base governista, que vem exercendo forte blindagem para que os ministros compareçam à Casa para dar explicações.”O PPS convocou o ministro Gilberto Carvalho. Vamos ver se tem uma postura republicana e venha ao Congresso para falar sobre essa questão obscura”, afirmou Rubens Bueno.

9 Comentários

  1. sergio silvestre Responder

    Me lembro do gilberto levando a marmita para seu pai ,ali nas lojas fuganti.
    Familia trabalhadora e austera,hoje e o terceiro homem na linha sucessória do pt,a primeira e a gleise.
    Tambem fico com um pé atráz como londrina não da valor a seus lideres natos.
    E vejo com preocupação,orgãos de imprensa sem poder tentando dinamitar seu bom trabalho.
    Acho que os urubus, sem poder,estão tentando minar as peças chaves deste governo,o que é ruim pro pais.
    Mas gilberto, gleise são muitos mais fortes do que a revista veja, e sobreviverão.

  2. Vigilante do Portão Responder

    Uma Semana e NADA,

    O Governo Federal não disse nada.
    O STF, da mesma forma, não se manifestou.

    A coisa já começou errada.

    O Sr. Toffoli não reunia as condições fundamentais para ser Ministro do STF.

    Lula, usando da força do PT, aprovou o nome do Advogado do Partido para a Corte.

    É bem próprio dos TIRANETES.

    Hugo Chaves, aposentou os Membros da Suprema Corte da Venezuela, nomendo Ministros “favoráveis à causa”.

  3. Petistas de Campo Mourão e região preparam para a próxima semana uma QUEIMA DE UM BONECO imitando o RUBENS BUENO, bem como farta distribuição de material sobre sua vida pregressa, podendo deixar o limpinho de cabelo em pé – É a vingança da base católica petista – fervorosa defensora de Gilbertinho Gil – aliada é claro – a maquina federal – por essa o Limpinho nao esperava e nem o PPS – a conferir!!

  4. Vigilante do Portão Responder

    O Procurador Geral da República, aquele que não acho nada de irregular no fato do Palocci ter recebido R$20milhões em “consultorias”, está atrasando o processo.

    Vou relembrar o Caso Palocci:

    Palocci, enquanto Deputado Federal, criou uma empresa de “CONSULTORIA”.
    Recebeu, em poucos meses, R$20milhões.
    Instado a revelar os nomes das empresas e pessoas que pagaram pelas “consultorias”, alegou “sigilo contratual” e não disse nada.

    A Constituição VEDA que o parlamentar receba recursos de empresas ou de pessoas que tenham vínculos com o governo.

    Como saber se há ilegalidade ou não, sem que se tenha revelado o nome das empresas que pagaram as “consultas”?

    A Base aliada do Congresso, IMPEDIU a convocação do Palocci.

  5. “De acordo com a revista Veja …” Então é tudo mentira e futrica, Veja, não dá pra ler, e se ler, relinche.

  6. Culpado são unicamente os brasileiros que, “não fazem ou, não fizeram com Lula, o que fizeram com Collor”.

    Paredão para esta quadrilha do PT, já que não podemos contar com a JUSTIÇA no Brasil. As pessoas de bem, vivem refens desta quadrilha moontada por Lula da Silva.

Comente