Uncategorized

Rafael Greca em ação

“Não substimem o gordo”, costuma dizer gente da banda de Requião e também da outra banda. Pois, pois, o homem não pára. Ontem, a Rua da Cidadania do bairro Fazendinha, uma das seis estruturas construídas durante a gestão Rafael Greca (1993-1996), foi o local escolhido por militantes do PMDB para uma atividade com o pré-candidato do partido no último sábado (25).

A região do Fazendinha abrange a 176ª zonal do PMDB, que tem como presidente Marinalva Gonçalves da Silva. Rafael Greca chegou ao local por volta do meio dia.

Por mais de uma hora o ex-prefeito cumprimentou pedestres, empresários e trabalhadores do comércio e dos órgãos públicos do local. No percurso uma parada especial no Armazém da Família, programa lançado na gestão do ex-prefeito Roberto Requião (1986-88) e ampliado na gestão Greca.

“Esta obra foi a melhor coisa que o senhor fez para o nosso bairro”. A declaração é do morador José de Paula, ao encontrar Greca. “Depois da Rua da Cidadania, nosso bairro melhorou muito”, completou.

As ruas da Cidadania, atualmente Curitiba tem nove, funcionam como um braço da prefeitura nos bairros. No local são oferecidos à população serviços municipais e das esferas estadual e federal, além de pontos de comércio e lazer.

No local Greca reencontrou Luciano Ribas, a esposa e o pequeno Nicolas, quem conheceu ainda na barriga da mãe. “O Greca foi um grande prefeito de Curitiba. Suas obras ainda hoje fazem a diferença na vida da população”, afirmaram.

Ao sair da Rua da Cidadania, Greca e o grupo de militantes e simpatizantes de sua pré-candidatura percorreram ruas no entorno da estrutura. No percurso uma parada rápida para uma entrevista ao repórter Carlos, da Rede Massa de Televisão.

Após a atividade, Greca participou de uma reunião na residência da presidente da zonal, Marinalva Gonçalves e Benjamim dos Santos, peemedebistas históricos da capital.

“Um governo do PMDB vai garantir os avanços que nossa Curitiba tanto precisa”, disse Marinalva. Greca agradeceu a acolhida e anotou uma série de sugestões que irão integrar seu plano de governo que será apresentado e debatido com a população durante a campanha eleitoral.

Panorama – A comunidade da Fazendinha recebeu atenção especial do então prefeito Rafael Greca. De1993 a 1996 a prefeitura promoveu grandes investimentos de infraestrutura, garantindo uma ampla transformação com a criação e edificação da Rua de Cidadania junto ao centro médico 24 horas, de Faróis do Saber nas escolas municipais locais e ao terminal de transportes.

Greca também desapropriou e instalou o Bosque da Fazendinha, junto a casa Klempz, preservando importante mata nativa, uma das poucas áreas verdes ao sul de Curitiba.

O ex-prefeito também asfaltou as ligações interbairros, entre elas a Jerônimo Durski, ligação com a CIC e Campo Comprido, a Frederico Lambertucci, a Carlos Klempz e a Avenida João Bettega, ligação com o Portão e a Cidade Industrial.

O pré-candidato do PMDB, também mandou dragar durante sua gestão, todo o curso do rio Barigui. As obras livraram os moradores da Fazendinha do pesadelo das enchentes, comuns na região.

21 Comentários

  1. ANTONIO AUGUSTO Responder

    GRECA VAI CONSIGUINDO O ESPAÇO QUE TINHA PERDIDO E VAII INCOMODAR NA ELEIÇAO PODE CRER

  2. Assistente Social Responder

    INDIGNAÇÂO……este é o meu nome depois da chuva de ontem…por isso Da-lhe Rafael….foi ótimo prefeito e ama esta cidade como ninguém e olhem que eu nem votei nele na outra gestão… os que vieram depois fizeram tanta M que não é possível que o povo desta cidade esqueça……tô até pensando em comprar um barco e o Ducci …seria bom pra ele aceitar a sugestão do Greca e comprar ligeirões anfíbios e em vez do metrô alguns submarinos o povo pode morrer afogado lá em baixo…, nunca em 40 anos aqui pude observar esta cidade tão abandonada…….

  3. Hirotoshi Taminato Responder

    Ôpa, apenas uma correção:o Armazém da Família, foi implantado quando fui Secretário de Abastecimento de Curitiba no governo municipal do Prefeito Jaime Lerner. O programa foi copiado pelo Estado através do CEASA.
    Eng. Civil Hirotoshi Taminato

  4. . Só isso que foi dito aki, do que o Rafa Valdô, fêz qdo Prefeito, é o suficiente pra elegermos de novo.

    . Ainda + c/ apoio da Marinalva e do Benja na Fazendinha, ELE SERÁ “O + ELEITO” DE TODOS OS CANDIDFATOS.

    . E viva o ‘sancho pança’ das araucárias.

  5. Votar em Greca é votar em Requião, tô fora.
    Não queremos o retrocesso REQUIONÓIDE em Curitiba.
    Chega dos mesmos.

  6. Tá, e isso não é campanha antecipada?!?

    No caso do Fruet, com o facebook é, mas para o gordo não vale???

  7. Carlos Spillere Responder

    O projeto civil das ruas da Cidadania é uma demonstracão clara do deslumbramento do ex-prefeito Rafael Greca: Custo altíssmo, totalmente inadequada ao clima de Curitiba (fria no inverno e quente no verão), baixa utilizacãos dos espacos, pouquissimos sanitários (funcionários compartilham banheiros com o público em geral)e de dificil manutencão (telhado de dificil acesso e, consequentemente, sempre sujo). Chega de deslumbramento.

  8. Coitado deste casal do fazendinha!
    sempre viveram as custas dos cargos politicos! não tem representação politica nenhuma, se encostam nos bagres para comer os lambaris!

  9. Hirotoshi Taminato, não sei da onde vc veio, mas vc está mal informado, vc não implantou Armazém da Família quando voçê Secretário de Abastecimento de Curitiba no governo municipal do Prefeito Jaime Lerner. porque o primeiro armazem foi inaugurado pelo preifeito Roberto Requião em 1986 na rua Vicente Montanha esquina com a rua Olga Balster na vila oficina, quando o Jorge Samek era secretario de abastecimento do então prefeito Roberto Requião, voçê como Ducci fezeram com armazem da familia e Mãe Curitibana, copiaram, alias na quele tempo o armazem era rotativo era em onibus, vc talvez fez o primeiro predio não o programa, por vc não tem capacidade de criar um programa como este então vc mente

  10. Esta reportagem nos traz esperanças de um tempo novo que está por vir, que já foi verdade no passado. Lembranças estas que foram deixados por uma gestão humana, preocupada com o povo, e não preocupada com o lucro de fornecedores ou de prestadores de serviços da prefeitura.

    Graças ao Greca, temos orgulho de morar em Curitiba. Não há como negar um positivo legado de obras inventivas, criativas e eficientes.

    Mas acredito que o melhor ainda está por vir, e Curitiba merece uma pessoa com as qualidades do Greca.

  11. pmdb DE gUERRA Responder

    Se o Greca tivesse chance o grupo do Requião não deixaria ele se candidatar, por evidente, estarem posicionando o PMDB como um partido prestador de serviços, utilizando seus cabos eleitorais.

  12. Pois é duas banda e um cujuntinho estão fazendo folia na cidade.
    È muito farol e pouco saber de fato, como voltar atrás, o candidato de peso do PMDB tenta , mas será que tem fôlego para o trajeto todo de uma campanha?

  13. Um lembrete na gestão do Requião que foi de 3 anos não havia o Armazém da família e sim o mercado popular que era feito em ônibus adaptado e que percorria os bairros mais afastados (pobres) da cidade.

  14. Dracon, é verdade eu disse Armazen da Familia, Hirotoshi Taminato pegou a ideia do Requião e construi o predio e disse que a ideia era dele, imagina se ele teria competencia para criar um programa desse para os pobres, ele fez o mesmo que o Ducci que trocou o nome do promagrama nascer em curitiba vale a vida , para mãe curitiba, sinal que o taminato fez escola

Comente