Uncategorized

Prefeitura recolheu
4 toneladas de lixo na Praça Espanha

O “Reveillon Fora de Época de Curitiba”, na Praça da Espanha na noite de sábado, 3, deixou muita sujeira e estragos. O Departamento de Limpeza Pública retirou 3,9 toneladas de lixo do local. Hoje, equipes da Secretaria do Meio Ambiente replataram 15 mil flores que foram pisoteadas e destruídas. Também foram providenciadas a repintura do prédio da biblioteca, situada no meio da praça, e do pergolado, que estavam sujos e pichados.

O chafariz precisou ser lavado e repintado, pois estava sujo e havia muitos cacos de vidro no fundo. A Prefeitura providenciou ainda limpeza e repintura dos 18 bancos da praça, pois a maioria estava sujo e pichado, bem como a manutenção nas dez lixeiras, que ficaram danificadas após a festa.

A Prefeitura de Curitiba não apoiou o evento e, em nota oficial, comunicou à população na semana passada que a Praça Espanha não comporta um evento deste porte. Apesar disto, a Prefeitura tomou as providências necessárias, dispondo do efetivo da Guarda Municipal e de agentes da Secretaria de Trânsito. A prefeitura também solicitou e obteve o apoio da Polícia Militar.

32 Comentários

  1. Ficam dizendo que so foram registrados 2 boletins de ocorrencia por perturbacao do sossego.

    Obvio, de que adianta voce ligar para a PM e pedir para encerrar o “evento” com 25000 pessoas?

  2. Fato vergonhoso, um bando de debilóides que vivem com a cabeça na lua.E que pouco se diferenciam dos que roubam o dinheiro publico.A festinha deles custou muito caro para os contribuintes,seria bom a prefeitura divulgar quanto gastou para refazer e limpar tudo isso.E depois enviar a conta para os organizadores disso.

  3. VLemainski -Cascavel-PR Responder

    Carnaval em ruas ou praças, totalmente dispensável, deveria ser somente para pessoas civilizadas. Para outros, o poder público poderia alugar chiqueirões…

  4. UÉ, MAS NÃOÉ ESTE O TRABALHO DA PREFEITURA?
    ESTÃO ACHANDO QUE NOS FIZERAM UM FAVOR? SÃO PAGOS PARA ISSO (SE BEM OU MAL, É UM PROBLEMA DELES, NÓS BAGAMOS MUUUITO BEM!)

  5. Doutor Prolegômeno Responder

    E o lixo do centro cívico ? Qual a quantidade ? O lixo externo e o escondido debaixo dos tapetes ?

  6. O que a Guarda Municipal e a PM tinha que ter feito era se postar naquele local e cada turma de vagabundos que chagasse botasse pra correr. Não tem cabimentos, vamos ser controlados por vagabundos, querem beber e ouvir música, vão para as casas noturnas.

  7. Para esse canaval totalmente inútil a Prefeitura coloca a recem criada SETRAN em campo, mas para õrientar o trânsito, ajudar o cidadão que vai para o trabalho e evitar os congestionamentos nos pontos de obras que estão sendo levados a efeito no centro não existe SETRAN !!!

    O incrível como a SETRAN não existe para o cidadão quando ele mais precisa na orientação e prevenção do trânsito !

    Mas vajam com que gana as agentes da SETRAN percorrem as calçadas munidas de seus caderninhos de multa em busca de infrações ….

  8. Sou totalmente contra este tipo de evento. Não é o lugar adequado para isto! Porque não proibiram antes ?

  9. salete cesconeto de arruda Responder

    Sem nenhum evento DOIS jovens foram MORTOS na mesma praça.
    Assim sendo e considerando que mais de 20.000 pessoas se reuniram pacificamente na MESMA praça – isso não é nada Fábio. A prefeitura deveria INVESTIR nesse evento que tem sido um marco para a cidade que pouco oferece para eventos onde todas as classes se encontrem para comemorar algo tão emblemático quanto o início do ano – EM PAZ!
    É MARAVILHOSO saber que os curitibanos são capazes de se encontrarem PACIFICAMENTE sem interferência do estado.
    A estrutura oferecida pelo poder público foi mínima diante de eventos públicos. O Paraná está de parabéns! E o EVENTO vai ficar para a boa história da nossa capital.
    Aqui de longe…dá pra ver tão legal…o que acontece aí na nossa capital…
    Pois é.

  10. Curitiba tem um grande problema que é a falta de eventos culturais para jovens, vamos prefeitura coloca isso na agenda da cidade e faz no parque barigui no proximo ano.

    Sobre o tanto de lixo é normal olha o tanto de gente que teve.

  11. salete cesconeto de arruda Responder

    Francisco
    Você tem RAZÃO!
    Curitiba é MUITO ou MAIS do que VIOLENTA! Talvez por falta de opção de lazer para os jovens.
    Assim sendo – não é MARAVILHOSO que o EVENTO – EXPONTÂNEO – tenha acontecido em PAZ?!
    Muda de lugar se for o caso. Mas o importante é saber que SOMOS um POVO PACÍFICO e capaz de realizar um EVENTO sem ser do estado – sem MORTES!
    Triste foi a MORTE dos dois JOVENS ali na praça que deveria ser policiada 24 horas – já que foi transformada pno tal SOHO pelo poder público.
    Você não acha?
    Aqui no Rio tem TANTAS OPÇÕES DE LAZER para todos que a violência acaba sendo nada diante do número de CADÁVERES de JOVENS que Curitiba e região metropolitana oferecem ao seu povo
    Essa é a verdade.

  12. E o custo de toda a recuperação da praça? Tem que ser repassado aos organizadores! Vergonha total!

  13. E o custo de toda essa recuperação da praça, em quanto ficou? Tem que ser repassado aos organizadores! Vergonha total!

  14. Doutor Prolegômeno Responder

    A turma do PT sempre revela sua origem lulista de pouquíssima aplicação escolar. “Expontâneo”. Ai, ai.

  15. PAULO
    Ao que parece, você não passa de um ignorante ou, então, um cínico daqueles que merecia o isolamento social para não contaminar os que tem que te aturar com sua maldade burra.
    A prefeitura, de Curitiba ou Poconé dos Toscos, nada mais é do que a administração do aglomerado de pessoas que convivem no que denominamos cidade.
    Pinta, limpa, poda, recupera e investe com o dinheiro do povo. Meu e de quem pague impostos, o que não parece ser o seu caso, que deve ser um daqueles playboys vagabundos, que não trabalha e vive às custas do papai.
    Podemos sim organizar eventos artísticos, culturais e de lazer. Mas que tudo ocorra de forma limpa, civilizada e sem depredação de um patrimônio que é de todos nós.
    Enfim, vai se catar, seu imprestável. Pena que não ficou lá, na praça, deitado no lixo que os imbecís como você deixaram.

  16. ?????? um monte de comentários sem nexo…..proibir de ir na praça..quem tem esse “poder”???? O país é livre e cada um vai onde quiser…se decidiram ir na praça da Espanha, é totalmente correto e ninguém tem nada com isso..aliás tem sim, a PM, a prefeitura e todos os órgãos públicos tem que garantir que o evento ocorra…tal qual fazem com marchas de Sem terra, ou paradas de gays ou vigilias de PM’s…..a lei vale pre todos….a liberdade é garantida pela constituição….

    O motivo que vão se reunir, não interessa…seria ridiculo reunir 20 mil pessoas num sabado a noite protestar contra a corrupção ou qualquer tema politico…tudo tem sua hora e lugar, taõ misturando tudo, coisa de ignorantes….

    O Rio tá cheio de opção pros jovens mesmo….servir o tráfego, ir pro baita baile “funk”, servir ao tráfego de novo, promover arrastões…quebrar trens de suburbios……os cadáveres de jovens no Rio, sequer podem ser contados e sepultados, pois são simplesmente esterminados……..alias,os jovens lá podem também escolher entre ser funcionários do tráfego e ser usuários do mesmo….

  17. Fora de época no calendário católico, em março segundo outra tradições …
    Notou que tudo é católico? O calendário, o Natal, O dia Internacional da Paz, a Pásacoa, A Semana Santa, A Bíblia (original como juntada pelos papas), os escritores do Novo Testamento (selecionmados pela Igreja católica, aliás católioca não é nome de religião, significa geral, pública, de todos, sem dono …

    De qualque maneira que a paz nunca nos dê sossego!

  18. ESSAS DEVEM SER AQUELAS CLASSES “C”D” QUE O SAPO BÊBADO CRIOU NO SEU DESGOVERNO,SÓ VAGABUNDOS,VÃO TRABALHAR O BOLSAS QUADRILHA (FAMÍLIA).

  19. E dalhe dinheiro pra se eleger Responder

    O presidente do sindicato queria fazer baderna para deixar o nome em evidencia para conseguir votos , isto é campanha antecipada olho nele TRE!

  20. ESSA TAL SALETE DEVE COMER COCO,SÓ PODE,E TEM MAIS, VIGORE A PENA DE MORTE PRA VAGABUNDOS E VAI VER COMO O PAÍS ENDIREITA,E VÃO PRO INFERNO QUADRILHAS DE DIREITOS HUMANOS.

  21. Quem comparece, ou quem apóia uma bestialidade como essa, das duas uma: Ou não tem o menor conhecimento do que está falando; ou não mora na região!
    O que, ou quem, autoriza uma multidão de desordeiros a beber, a comer, a berrar, a fornicar, a urinar, a defecar, quebrando, sujando, e perturbando o sagrado direito que as pessoas têm de repousarem?
    Já morei próximo duma bocada noturna, o El Rancho na Júlia da Costa, e sei o que é isso. Chegam bonitinhos, educados, falando baixo, inclusive as meninas.
    Saem lá de dentro das três até as seis da manhã, com o diabo no corpo.
    De quinta até domingo, literalmente ninguém dormia lá em casa!
    O prefeito, de olho nos votos, veladamente apoiou essa suruba na Pça Espanha? – Ótimo! Da próxima vez, façam-no, em frente à sua casa; e continuem a fuleiragem até segunda feira, em frente à prefeitura, junto ao gabinete dele.
    Talvez assim, ele tome uma atitude de homem, em primeiro lugar, e em segundo lugar, de administrador maior da cidade e mande prender quem insistir em depredar o patrimônio público, ou pertubar o sossego alheio.

  22. Mirian Waleska Responder

    SALETE C. ARRUDA

    Eu podia jurar que voce aprovaría uma coisa dessas, é a sua cara. Sem duvida foi um marco para a cidade, sinais dos tempos, o vandalismo, a falta de cidadania, o despreparo para lidar com o bem público, o que prá muitos é UM EVENTO, eu chamaria de vandalismo. Resultado de um país onde não existem leis, onde não tem quem mande não tem como exigir ordem. Engraçado, tem gente que fala tanto em espaço cultural, para esse tipo de evento o único espaço apropriado seria um potrero, nada além de um potrero. Falam em cultura… isso é cultura Salete? é essa cultura que voc defende e cobra dos outros? Dá um tempo minha senhora, na minha casa isso tem outro nome

  23. Thiago Medeiros Responder

    Receita de como promover um evento ‘cultural’ e de ‘lazer’ para milhares de pessoas sem gastar nada:

    1) Arranje uma motivação qualquer para fazer uma festa em local público.
    2) Use uma rede social para divulgar o ‘evento’
    3) Não se preocupe com absolutamente nada em termos de estrutura e organização. Deixe o Estado se preocupar com isto, afinal, pagamos impostos para que?
    4) Deixa a cargo da prefeitura arranjar banheiros quimicos e a segurança
    5) Depois, deixe a sujeira para, mais uma vez, o ‘governo’ limpar.
    6) Caso as autoridades se neguem a ajudar, faça-se de vítima, dizendo que vivemos numa cidade ‘provinciana’, ‘burguesa’ e ‘sem cultura’.

    Vereadores! Urgente lei municipal que obrigue aos organizadores de eventos ‘culturais’ e de ‘lazer’ em locais publicos a pagarem taxas pelo uso destes locais!

  24. Á ME POUPE…ANO NOV EM MARÇO?? PELO AMOR DE DEUS VÃO PROCURAR ALGO PARA PREENCHER SUAS VIDAS…E PONTO FINAL;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

  25. É incrível como no nosso país um movimento inútil mobilizado pelas redes sociais consegue levar 20mil pessoas para beber e sujar uma praça…mas quando o assunto é protestar contra a infâmia da corrupção, não se chega a 500 gatos pingados…a falta de foco no que realmente interessa chega a decepcionar a gente com relação ao nosso povo… Quanto ao evento, nada contra, apenos acho que não é o local adequado, já com relação a sujeira não me surpreende, afinal basta ler o comentário do Paulo acima…ele acha que a obrigação da rua ou praça manter-se limpa é responsabilidade da PMC em limpar, quando na verdade a principal é NOSSA em NÃO sujar…mas esse foi o tipo de gente que foi lá em sua maioria…

  26. Fico me perguntando: a quem interessa essa bagança que ocorreu na Pça da Espanha no sábado à noite?? O local é totalmente inapropriado para o evento; é lógico que só pode resultar em danos à praça e aos imóveis locais, bem como perturbação do sossego. Se querem fazer esse tipo de evento, encontrem um lugar apropriado.

  27. Isso é festa pra vândalos, não beberam o suficiente no carnaval, então tem que inventar alguma coisa que justifique tamanha falta do que fazer, só bêbado mesmo pra comemorar, aliás, bebemorar!! Querem encher a cara vão pro buteco, vão trabalhar e estudar pra serem algo na vida. Ainda dizem que o povo curitibano é voltado pra ecologia, quem viu a praça depois sabe. Acabem de vez com essa farra dos bois enquanto está no começo.

  28. valéria prochmann Responder

    A ideia de festa na praça é ótima, estive no primeiro e gostei… porém nada justifica a lixarada… a polícia deveria cercar o local e não deixar ninguém sair enquanto os próprios porcalhões não limpassem toda a sujeira que fizeram.

  29. valéria prochmann Responder

    Outra coisa: estive num Reveillon na Avenida Paulista recentemente, com 2 milhões de pessoas. Ninguém entrava na avenida antes de passar por uma rigorosa revista policial. Nada de armas, objetos perigosos ou bebida alcoólica. Por que não se faz algo assim nesses eventos que estão assombrando Curitiba, seja na Praça da Espanha, seja no Largo da Ordem, seja no Centro Cívico, na Pedreira ou em qualquer outro lugar? Revista na entrada, controle no durante, obrigação de limpar o próprio lixo na saída e detenção para quem perturbar o sossego público.

Comente