Uncategorized

Jovem de Curitiba com vida dupla viajava para roubar em São Paulo escondida do marido

Da Banda B

A jovem Carina Vendramini, de 25 anos, loira, atendente de telemarketing, casada, mãe de uma filha, moradora de Curitiba, levava na verdade uma vida dupla. Carina é uma das integrantes da chamada “Gangue das loiras”, responsável por mais de 50 sequestros-relâmpago cometidos nos últimos cinco anos na capital paulista. Em um dos casos, elas gastaram mais de R$ 17 mil no cartão de crédito de uma das vítimas.

Carina foi presa em seu apartamento em Curitiba, no dia 9 de março pela Polícia Civil de São Paulo, mas a prisão só foi divulgada nesta segunda-feira (19).

Segundo o delegado titular da 3ª delegacia antisequestro, Alberto Pereira Matheus Junior, Carina é casada, mãe de uma criança de 2 anos e realizada os crimes em viagens que fazia para São Paulo. Toda essa ação era feita sem que o marido soubesse.

Ela já havia sido detida em 2008 por participação em roubo a condomínio, mas após ser libertada foi morar na Nova Zelândia, onde conheceu o marido, também brasileiro. Voltaram para o País e tiveram uma filha. A outra pessoa da família de Carina que sabia dessa vida dupla era a irmã, Vanessa Geremias Vendramini, que também fazia parte do grupo.

Além de Carina e Vanessa, também integravam a quadrilha Wagner de Oliveira Gonçalves, que seria o líder, e sua mulher, Monique Ahoki Casiota, a única morena do grupo. Segundo depoimento de vítimas, os dois se chamavam de ‘Bonnie’ e ‘Clyde’ durante as ações, nomes do famoso casal criminoso norte-americano da década de 30. Franciely Aparecida P. dos Santos, Priscila Amaral e Silmara Lan eram as outras loiras do bando.

De acordo com a investigação da polícia, a quadrilha migrou dos roubos de condomínios para sequestros relâmpagos. A ação sempre tinha como alvo mulheres, preferencialmente loiras, que eram surpreendidas perto de shoppings centers e estacionamentos.

11 Comentários

  1. Doutor Prolegômeno Responder

    Devia trabalhar para o Fausto Fawcett: loiraça belzebu, loiraça satanás, loiraça lucifer… toda loira acaba numa fria.

  2. Vigilante do Portão Responder

    O Maridão não sabia?

    KKKKK

    Conta olutra.

    Fazia viagens para SP, mantinha padrão de vida imcompat´´ivel com o sal´´ario e o maridão NÃO SABIA.

  3. A paulicéia vem roubar, relágios, aqui. A loira deu o troco!

    O maridão pelo jeito não gosta da fruta, essa até com a casca eu tascaria!!!

  4. VAI FAZER FAXINA NA CADEIA!!!! AI LOIRA ACHAVA QUE A POICIA NÃO IRIA DESCOBRIR AGORA VÃO PRO BURACO DA MER A.

  5. Maridão manso, operadora de telemarketing viajando para São Paulo e o marido não sabia? Conta outra, mas que é bonitona é, deve comer um vagão por ela. Agora vai demorar a vela fora da cadeia.

  6. VAI ESPERAR DO QUE DE UM MARIDO CURITIBANO????E TEM OUTRAS CURITIBANAS QUE VIAJAM PRA FAZER OUTRA COISA QUE OS MARIDOS “CURITIBANOS” NADA SABEM…TAMBEM COMO SAO CHATOS, É O MINIMO…

  7. E COMO DIZEM…O CURITIBANO PEGA A MULHER COM OUTRO NA CAMA, FECHA A PORTA DO QUARTO E VAI PRA BOCA MALDITA TOMAR CAFÉ PORQUE NAO FALA COM ESTRANHO….KKKK

Comente