Uncategorized

O jantar de Picler
para Gustavo Fruet

Como sói acontecer, o jantar-evento organizado pelo empresário Wilson Picler para Gustavo Fruet, o virtual candidato a prefeito do PT que está ancorado no PDT, foi um sucesso político-gastronômico. Em seu discurso, Fruet reafirmou seus compromissos com a cidade e falou em mudanças. Agora, só resta esperar os eventos de abril. O mais importante será, sem dúvida, a definição do PT de Curitiba. O grupo majoritário, liderado por Gleisi Hoffmann enfrenta pequenas resistências à aliança com Fruet. Mas ninguém aposta em outro resultado que não seja a coalizão PT-PDT.

10 Comentários

  1. É frustante ver um político que se diz sério com essa banda podre da política. Wilson Picler? Lupi? Osmar Dias? PT? Até há pouco tempo, Fruet desdenhava e tecia criticas ferrenhas ao Partido dos Trabalhadores. Hoje quer o nosso apoio? O povo não é besta! Att. M.D.

  2. Muita incoerência na candidatura do Fruet, a começar pelo apoio do PT, que Fruet é fan desde criancinha basta lembrarmos da atuação dele na Câmara Federal, depois temos outra duvida do lado de quem ele vai ficar após se eleger prefeito? Afinal o histórico dele é de mudar de lado como quem muda de meia. E por fim ele vai governar para quem? Porque se o povo não se submeter a vontade dele é capaz dele mudar de lado, como fez recentemente quando não atenderam suas vontades, a é claro que não podemos esquecer do coordenador de campanha e chefe de gabinete e seu mais novo melhor amigo Zé Dirceu … kkk

  3. Vigilante do Portão Responder

    O problema do Gustavo Fruet vai ser explicar aos seus eleitores a transformação de
    QUADRILHEIROS

    em

    COMPANHEIROS?

    Não faz tempo, Fruet chamava Lula, Zé Dirceu e sua turma de QUADRILHEIROS.

    Vai conseguir explicar que agora são COMPANHEIROS?

    É o caso Greca,

    Em outros tempos, Requião era chamado de “tinhoso” de “medonho”.

    Passou a ser “grande governador” – basta rever algumas das “escolinhas” -.

    Os eleitores não perdoaram a incoerência.

  4. CLOVIS PENA - E o Ratinho? Responder

    Vamos aguardar os fatos relevantes, dentre os quais a linha ou postura do PMDB (muito complicada) e do Ratinho em Curitiba.
    Depois falamos.

  5. Rafael Thiago Cruz Responder

    Pena Picler não ter entrado na Câmara. Seus projetos para educação não foram percebidos pela população. Mas bem, educação não vende, o que vende é roostinho bonito, show, obra desnecessária… “a lá” Linha Verde…

Comente