Uncategorized

Dias pede à Comissão de Ética da Presidência que investigue compra de lanchas da Pesca

Do :

Alvaro Dias, líder do PSDB no Senado, anunciou da tribuna que protocolou na Comissão de Ética Pública da Presidência da República um pedido de investigação. Refere-se à aquisição de 28 lanchas pelo Ministério da Pesca.

Conforme já noticiado, as lanchas custaram R$ 31 milhões. Posteriormente, a empresa fornecedora, Intech Boating, foi instada a realizar doação eleitoral de R$ 150 mil ao comitê financeiro do PT de Santa Catarina.

O mesmo comitê que custeou 81% das despesas do comitê de campanha de Ideli Salvatti ao governo catarinense, em 2010. Derrotada, Ideli assumiria depois o ministério da Pesca. Pagou a última fatura das lanchas. Coisa de R$ 5,2 milhões.

Álvaro Dias rememora em sua representação o resultado de auditoria feita pelo TCU. Verificou-se que pelo menos 23 das 28 embarcações adquiridas pela pasta da Pesca jamais foram usadas. Encontram-se em estado de franca deterioração.

Levantaram-se, de resto, indícios de superfaturamento, pagamentos por serviços não realizados, liquidação antecipada de faturas e aditivos contratuais que incluíram nos contratos novos itens –para o TCU, “fuga ao procedimento licitatório.”

O líder tucano disse que recorreu à Comissão de Ética da Presidência porque decidiu dar “um voto de confiança” aos membros do colegiado. Ironicamente, o senador recomenda que seja ouvido um integrante do PT.

“A Comissao de Ética pode convidar para testemunhar o deputado Luiz Sérgio [PT-SP], ex-ministro da Pesca, que afirmou ter encontrado malfeito no ministério.” Refere-se a entrevistaconcedida pelo ex-ministro na semana passada.

Logo que o “malfeito” veio à luz, Ideli Slvatti, hoje ministra das Relações Institucionais, apressou-se em divulgar uma nota. No texto, tomou distância da compra das lanchas.

Disse que a aquisição ocorreu antes da chegada dela no ministério. Respondia pela pasta Gregolin, petista como Ideli, catarinense como ela. Tentou dissociar-se também da doação eleitoral feita pelo fornecedor das lanchas.

Ideli alegou que os R$ 150 mil foram doados ao partido, não à campanha dela. Verdade. Porém, saíram das arcas partidárias 81% das despesas legais do comitê da agora ministra, registradas na Jusriça Eleitoral.

24 Comentários

  1. CAÇADOR DE PETISTAS Responder

    O Sr. Sergio Silvestre, assim como o Erneste e a Salete não dão credibilidade a fala do Senador mas, assim como acreditam que o mensalão do PT é uma invensão e negam que o Sr. Lula, o metalúrgico preguiçoso nunca foi o chefe do mensalão. Da mesma forma, acreditam que o0 Brsil passou a existir a partir de 2002.

    O PT ensinou os brasileiros que “o crime compensa”.
    CÂNCER DO RBASIL.

  2. Mais uma mentira dita pela empresa que perdeu a licitação, quanta credibilidade, daí o Álvaro Dias acredita nela,
    Já no caso demóstenes o nobre senador não diz nada, dá a ele a presunção da inocência mesmo com as fitas gravadas e o Nextel de posse do jornalista da veja.
    Bem que o impoluto senador poderia investigar a relação do crime organizado com a Veja e os benefícios dessa simbiose sinistra para ambos os lados.
    Explia Veja, explica.
    Cobre a verdade senador ou tem medo do cachoeira?

  3. Vigilante doi Portão Responder

    Com todas as denúncias, depoimento do fonecedor, foto das lanchas e tudo +, O governo NÃO ABRIU PROCESSO DE INVESTIGAÇÃO?

  4. e o amiguinho demóstenes dele, vai pro céu ? kkkkkk é um anjinho.vai cassar o que fazer peruquete

  5. Essa história não pode ficar por isso mesmo. Precisamos saber do seu acompanhamento. Em princípio, pelo que se noticiou, trata-se de uma situação de extrema gravidade. Comprar bens e não utilizá-los dá razão ao pressuposto que só aconteceu para se levar vantagens. Então, que se apure e que o resultado seja público. E por aí dá prá se ver que as denúncias são do roto contra o rasgado. Todos os partidos tem as suas sacanagens com o dinheiro publico.

  6. Isso é o TCU, o ministro do TCU que está municiando o Álavaro Dias é Aroldo Cedraz de Oliveira, magistrado e político brasileiro.

    Indicado por FHC e ligado ao político Antônio Carlos Magalhães,[2] em 1990 elegeu-se deputado federal da Bahia, pelo PRN. Seria reeleito em 1994, 1998 e 2002. Tentou reeleger-se em 2006 mas não obteve êxito. Já foi filiado ao MDB, PMDB, e por último, o PFL.

    É brincadeira, deveriam para de usar o TCU com finalidades político-partidárias, né Álvaro.

  7. Eta cambada de vagabundos, é o sujo falando do mal lavado, não tem um que se salve, é só apertar que sai coisa, e ainda falam dos milicos, os quais até podem ter exagerado, mas pelo menos não existiu tanta ladroagem.

  8. salete cesconeto de arruda Responder

    Tem aí um cara louco pelo ROBALO DO ÁLVARO agora que o senador está preocupado com as lanchas e não com o ESCÂNDALO DAS AMBULÂNCIAS do Serra – que MATA GENTE. Faz sentido. O cara nem percebe que o problema não é se o Álvaro trabalha ou não. O problema é bem mais filosófico e ÉTICO do que político. Mas isso é coisa que um defensor de PIJAMA SUJO DE SANGUE não percebe.
    Sá para reflexão: Álvaro fala ou cala quando é do seu interesse.
    Simples assim.
    E NUNCA PEITA José Serra. Tanto que cedeu seu lugar sem chorar para um tal de índio fajuto.
    Onde anda mesmo o tal Índio?

  9. O PT ensinou os brasileiros que “o crime compensa”.
    CÂNCER DO RBASIL.

    AI VEM MAIS ROPALHEIRA ESTA GOVERNO DILMA É UMA VERGONHA CADEIA NELES

  10. Menos Pedrão, menos, existiu muito mais ladroagem, a diferença é que quem protestava eles mandavam matar, por isso havia pouca divulgação.

  11. Crivela,pescador,Salvati,sob holofotes da corrupção,contorno norte Maringá,financiou. Quase todos os políticos E uma pena um Pais tão maravilhoso e tanto vagabundo ladrão na política.Sancher Tripoloni,não consegue terminar a obra porque os políticos levaram todo o dinheeiro.,se não der não vai ter obras.

  12. O Senador devia parar com essas insinuações de desvio nos ministérios da presidANTA. As lanchas foram compradas para que os brasilienses pudessem pescar no lago paranoá.
    Que mania de achar que o governo é forrado de ladrões e bandidos.
    Espera só o canceroso maldito voltar, daí sim voces vão ver o que é roubo.

  13. Quero me desculpar pelo erro. Quero dizer que alguns brasilienses vão usar as lanchas pra pescar em Floripa, e reafirmando minha posição; Senador Alvaro Dias, pare de dizer que tá cheio de ladrão no pt, isso é muito feio e não condiz com a verdade.

  14. O câncer do Brasil é a grande mídia que fica inventando factóides para proteger e esquecerem do demóstenes e do serra.

  15. Tá feio na foto o Alvaro Dias.
    Tem que reclamar onde fez aquele implante de cabelo(180 mil fios)porque pode-se ver que abriu uma “clareira” no seu cucuruto.
    Tá ridículo,apenas não é mais ridículo,pelo posicionamento pífio sobre seu parceiro Demóstenes Torres e quanto ao escandalo envolvendo o Presidente do seu partido,PSDB,Alceuzinho Maron em falcatruas,compra e venda de cargos no Porto de Paranaguá.O MP ,PF e até o Vaticano sabem,e o Senador companheiro de Demóstenes não abre o bico tucano,perquê será?
    Medo de fritar o candidato de Beto Richa em Paranaguá?
    O PSDB nacional, não vai se pronunciar?
    Alceuzinho vai ser expulso?

  16. Ô Deuscht(amante de Hitler?),esqueceu a alemã,de dizer que no PSDB não tem ladrão,porquê?
    No PSDB não tem ladrão…é a mais pura verdade;
    Por um detalhe ortográfico,são mais de um entao, tem LADRÕES,
    Na duvida alemãzinha,leia se souber o livro mais vendido nas livrarias: A PRIVATARIA TUCANA. Não vai se surpreender!

  17. Pastor Reginaldo Responder

    Sr alvaro dias,vá ao procon e rexclame do mau serviço executado na sua ex vasta cabeleira,há um visível desmate,e o butox na boca está redículo. A vaidade sempre foi feminina,hj os tempos são outros!

Comente