Uncategorized

R$ 26 milhões para os
24 consórcios de saúde

Os 24 consórcios intermunicipais de saúde do Estado assinaram nesta quarta-feira (11) o termo de adesão ao Comsus, programa do governo estadual que destinará este ano R$ 26 milhões aos consórcios para qualificação da atenção secundária à saúde. O Comsus (Programa de Apoio aos Consórcios Intermunicipais de Saúde) amplia o acesso da população a consultas especializadas, a exames (como ultrassom, exames oftalmológicos e mamografias) e cirurgias eletivas ambulatoriais.

O vice-governador Flávio Arns disse que, em conjunto com outros programas, o Comsus promoverá a saúde e ajudará a prevenir doenças. “Este governo tem compromisso com a cidadania, com cuidar das pessoas no local onde elas vivem”, destacou Arns.

“Estamos resgatando uma dívida histórica com os consórcios, que durante muito tempo atuaram no Paraná sem apoio devido por parte do Governo do Estado”, disse o secretário da Saúde, Michele Caputo Neto. Ele destacou que, pelo Comsus, os 24 consórcios terão recursos de custeio, investimentos (obras e equipamentos) e capacitação.

RECURSOS – O repasse de custeio passará dos atuais R$ 219 mil para R$ 1,2 milhão mensais. Para construção de centros de especialidades regionais serão destinados R$ 9 milhões, neste ano, a quatro consórcios que têm os projetos prontos. São os consórcios da Região Metropolitana de Curitiba (Comesp), de Apucarana (Cisvir), de Pato Branco (Assims) e de Toledo (Ciscopar). “Estamos recebendo projetos de outras seis regiões e queremos atender todo o Paraná”, informou Caputo Neto.

Para aquisição de equipamentos, a maioria dos consórcios receberá repasse único de R$ 100 mil, com exceção do Cimsaúde, que atende a região de Ponta Grossa e Telêmaco Borba, que receberá R$ 200 mil, e das quatro macroregiões de saúde – Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel, que receberão R$ 500 mil por atenderem especialidades médicas de maior complexidade.

O Comsus é um dos sete programas estratégicos da Secretaria da Saúde, dos quais quatro já estão implantados: o Farmácia do Paraná, de assistência farmacêutica, o Apsus, que atua para melhorar a Atenção Primária do SUS em todos os municípios do Estado, o Hospsus, de apoio a hospitais públicos e filantrópicos do SUS, para melhorar a atenção terciária e o Comsus para a qualificação da atenção secundária.

PARCERIA – O presidente da Associação dos Consórcios e Associações Intermunicipais de Saúde do Paraná (Acispar), Silvio Barros, disse que o Comsus vem restaurar a parceria do Estado com os consórcios. “Este é um projeto pioneiro, que vai potencializar a ação dos consórcios de modo a atender a população com mais competência, minimizando fragilidades regionais”, disse Barros.

A presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Paraná (Cosems), Marina Martins, destacou a importância dos consórcios para a saúde no estado e parabenizou a Secretaria da Saúde pela iniciativa de fortalecê-los através do Comsus.

“Essa parceria vai fazer com que pequenos municípios, que dispõem de poucos profissionais na área, contratem servidores e prestadores de serviços”, disse Renato Tonidandel, prefeito de Santa Lúcia e presidente do Cisop (10.ª Regional – Cascavel).

“O mais importante é que o governo reconheceu a importância dos consórcios. A parceria vai amparar os consórcios e as principais áreas que serão beneficiadas serão a da saúde mental e da gestação de risco”, informou Dina Cardoso, prefeita de Farol e presidente do CIS-Comcam (11ª RS – Campo Mourão).

“A nossa região atende mais de 900 mil habitantes e esse programa vai atender a todos os 21 municípios. A parceria vai trazer desenvolvimento e melhorar o apoio para a área da saúde e vai trazer uma qualidade de atendimento médico, de exames, consultas e cirurgias”, afirmou Johnny Lehmann, prefeito de Rolândia e presidente do Cismepar (17.ª RS – Londrina).

ACISPAR – A partir desta quarta-feira (11) a Associação dos Consórcios Intermunicipais de Saúde do Paraná (Acispar) terá sua estrutura montada no prédio central da Secretaria da Saúde, em Curitiba. O local também abriga a sede administrativa do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Paraná (Cosems-PR).

“Reunimos dois dos nossos importantes parceiros. Este é um governo municipalista e valoriza a união e a organização dos municípios para oferecer atendimento de qualidade à população paranaense”, afirmou Caputo Neto. Criada em 2001, a Acispar mantinha sede provisória em Jacarezinho, no Norte Pioneiro.

HOMENAGEM – Na solenidade, Caputo Neto prestou homenagem (in memorian) a Arnaldo Agenor Bertone, especialista em saúde coletiva e mestre em administração de saúdel. Bertone foi diretor da secretaria e um dos idealizadores do Consórcio Paraná Saúde, que completou 12 anos de sucesso na aquisição e distribuição de medicamentos do componente básico para os municípios paranaenses.

Sua viúva Maria Angélica Cerveira recebeu um retrato em aquarela feito pelo artista Maurício Machado, servidor da Secretarai. Além do presente, o quadro com a reprodução da aquarela será afixado na sede da secretaria, na galeria que homenageia os profissionais da saúde que se destacaram na defesa do SUS no Paraná.

Também participaram da solenidade de adesão ao Comsus a secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, o secretário de Desenvolvimento Urbano, César Silvestre, a presidente do Conselho Estadual de Saúde, Joelma Carvalho, o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni, e os deputados estaduais Ademar Traiano, Artagão Junior, César Silvestre Filho, André Bueno, Rose Litro, Marla Tureck, Jonas Guimarães, Bernardo Ribas Carli, Duílio Genari e Adelino Ribeiro.

6 Comentários

  1. É a febre das eleições que se aproximam, nunca “trabalham” tanto como nessas ocasiões apresentando papéis assinados cujos resultados nunca saberemos ao certo se foram alcançados.

    Digo e repito – enquanto tivermos eleições A CADA DOIS ANOS o surto de mostrar serviço é contumaz em busca dos cargos e mandatos públicos para a politicagem, depois … tudo como d’antes no quartel de Abrantes …

  2. 24 MILHÕES É ALGUM DINHEIRO. VEREMOS O MONTANTE DE RECURSOS MAL APLICADOS OU APANIGUADOS.., SEMPRE TEM ESSE TIPO DE M…

  3. Doutor Prolegômeno Responder

    Qual é a diferença do nepotismo neste governo e no anterior? A diferença é apenas a aparência. Afinal, os parentes do atual governo são bem mais bonitos do que os do anterior. Pelo menos isso.

  4. salete cesconeto de arruda Responder

    Fernanda tem VESTIDO LINDOS!
    Eu a acho bem mais inteligente do que o marido. Acho que desse dupla quem MANDA MESMO é Fernanda. Salve Fernanda! Viva as mulheres que feito Dona Ruth valem por centenas de seus maridos.

Comente