Uncategorized

TSE rejeita contas
do PT de 2005

Catarina Alencastro e Carolina Brígido, O Globo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reprovou por unanimidade, as contas do PT referentes ao ano financeiro de 2005.

De acordo com o relator do caso, ministro Gilson Dipp, o partido não apresentou informações complementares de pagamento de passagens e diárias no valor de R$ 166 mil, usou indevidamente recursos do Fundo Partidário para o pagamento de contas de telefones particulares, multas de trânsito e bebidas alcoólicas, no total de R$ 11 mil.

E deixou de registrar o valor de R$ 1 milhão pago à Companhia de Tecidos Norte de Minas, o que representa quase cinco por cento do total do valor recebido pelo partido do Fundo Partidário em 2005, no valor de R$ 24 milhões.

Dipp afirmou que o PT foi notificado várias vezes para resolver os problemas apontados pelo TSE, mas não o fez. Como punição, o TSE determinou a suspensão, por um mês, do repasse da cota do Fundo Partidário. O valor mensal repassado a legenda é de R$ 3,8 milhões.

– É um conjunto de irregularidades que se projeta nos valores e no descumprimento das normas de prestação de contas. O partido não sanou as irregularidades, mesmo com muitas oportunidades – disse o relator.

5 Comentários

  1. Este pessoal do TSE, são uma cambada de safados, chega bo tempo de eleições soltão estas palhaçadas. Coisa de moleques ranhentos, é por isto que esta porra não vai para frente.

  2. Mírian Waleska Responder

    Alaor,

    Doeu nos teus calos hem? Reprovadas as contas do PT, que novidade… Partido de corruptos, prá isso eles prestam, o esquema é o seguinte:

    ligam, ligam,ligam,ligam prás mina, enchem o caco de cachaça e saem cometendo infrações de trânsito.

    E O BRASIL ESTÁ NA MÃO DESSES LOCOS.

Comente