Uncategorized

Ducci confirma audiência do Metrô para dia 15 e licitação em julho

Luciano Ducci cumpriu com o que conversou com a presidente Dilma Rousseff. O aviso de audiência e de consulta pública para implantação do Metrô Curitiban já foi publicado e convoca a audiência pública para o próximo dia 15 de maio, uma terça-feira, das 19h às 21h, no Memorial da Cidade. “Curitiba sai na frente de todas as cidades brasileiras na construção do Metrô”, disse Luciano Ducci.

A obra está orçada em R$ 2,33 bilhões, o prazo de execução é de quatro anos e a concessão dos serviços se estenderá por 30 anos. Luciano Ducci espera anunciar a licitação, de caráter internacional, até a segunda quinzena de julho e obras devem iniciar até o mês de novembro.

O aviso também abre o prazo, de 16 de maio a 18 de junho, de consulta pública do edital de licitação que terá os anexos e minuta do contrato dispostos à partir da audiência pública no www.curitiba.pr.gov.br. Durante o período, os interessados poderão apresentar comentários e sugestões sobre o edital de licitação no metrocuritibano@smad.curitiba.pr.gov. br.

6 Comentários

  1. Esperamos que o projeto não seja feito pelos mesmos arquitetos urbanistas que projetaram a Via Verde. Esta está uma lástima devido a congestionamentos em razão do grande do grande número de semáforos. . Sabemos que muitos arquitetos do IPPUC tem idéias fechadas sobre urbanismo, por exemplo, são contra viadutos em qualquer hipótese. E dá no que está dando. De qualquer forma parabéns pela iniciativa de ouvir as pessoas a respeito.

  2. CORREÇÕES.

    Quem é contra o metrô é a favor do monopolio do transporte coletivo que entrou em colapso na hora do pico. Ele não anda de onibus. É sardinha em lata.. Este faz o jogo do sistema de monopolio. Deve estar a serviço do esquema.

    Viaduto. Está provado que sua construção degrada o entorno, e transforma prédios ao lado em curtiços e trincheira da marginalidade, pois desvaloriza os imóveis, igual aconteceu com os belos prédios ao lado do MINHOCÃO DO MALUF em São Paulo, na av S. João Há um projeto para derrubar o minhocão do MALUF, Pois degradou totalmente a ex-famosa av. S. João, que era orgulho dos paulistanos.

    A LINHA VERDE, na verdade, foi feita fora do projeto original do LERNER. Por falta de grana no projeto original e muita demagogia do ex-prefeito Beto Richa, teimaram e improvisaram esta coisa que tá aí. Constava no projeto original, trincheiras etc. O projeto original era para integrar a zona leste a zona oeste de Curitiba. Do maneira amadora e demagógica com que improvisaram no projeto, a linha verde , ficou pior do que a antiga BR 116, pois aumentou o fosso e dividiu muito mais Curitiba, do que na época da BR 116, que tinha só duas pistas. Hoje a linha verde tem umas 8 pistas. A politicagem atropelou os técnicos do IPPUC, e atropela há muitos anos. Vergonha,

    Curitiba já foi referência de projetos urbanos inovadores e já serviu de exemplo. Hoje amarga e sofre pela demagogia de políticos incompetentes.

  3. A ÚNICA SOLUÇÃO PARA A MOBILIDADE URBANA DE CURITIBA, É O METRÔ. FORA DISSO, VAMOS VIRAR UMA SÃO PAULO, SE JÁ NÃO VIRAMOS.

Comente