Uncategorized

Entre Pedras, Pedregulhos e Rochas

Luiz Dividino, superintendente do Porto de Paranaguá, está sendo pressionado por alguns políticos para compactuar em favorecimento de um grupo empresarial que, em gestões anteriores da autarquia, obteve discutíveis vantagens na área de infraestrutura nos negócios de importação e armazenagem de fertilizantes.

Esta rocha no caminho vai totalmente contra noventa por cento das empresas de fertilizantes e principalmente do SindiAdubos. Fica a seguinte pergunta: Se o Porto é público de acordo com o Convênio de Delegação n• 037/2001, celebrado entre o Estado do Paraná e a União, não teria que ser aplicado o Princípio da Isonomia? Então conclui-se que: cada rocha no seu lugar para que a balança da Justiça seja isenta e imparcial.

3 Comentários

  1. donizeti r pereira Responder

    Meu amigo Dividindo…. tome cuidado que a Rocha e grande. Va em frente. Voce e capaz e nao precisa se vender …. Que rolem as Rochas….

Comente