Uncategorized

Inadimplência tem maior alta em abril desde 2002

Calote teve aumento de 4,8% no mês passado.

De O Globo:

RIO — A inadimplência do consumidor cresceu 4,8% em abril deste ano, em comparação a março, a maior alta para esse mês desde 2002, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira pela Serasa Experian.

O aumento na quantidade de calotes mostra que o endividamento do consumidor ficou ainda maior do que em março, considerado o mês mais crítico do ano.

Em comparação a abril do ano passado, a inadimplência aumentou 23,7%.

A alta no índice foi puxada pelas dívidas não bancárias (cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços), que aumentou 8,8% no mês.

O calote em dívidas com bancos cresceu 4,3%. Já os títulos protestados e cheques sem fundos limitaram a alta da inadimplência, porque caíram respectivamente 13,7% e 7,4%.

O valor médio das dívidas também cresceu significativamente de janeiro deste ano a abril. As dívidas não bancárias aumentaram 23,% em valor, para R$ 386,70 na média. O saldo médio do débito em cheques sem fundos cresceu 12%; em títulos protestados, 8,8% e com bancos, 0,1%.

1 Comentário

  1. salete cesconeto de arruda Responder

    Normal.
    O Brasil tem muito mais gente CONSUMINDO.
    Não precisa ser economista para seguir a relação entre uma coisa e outro. Só a UROBOLOGIA ainda não sabe analisar questões como essa
    Mesma coisa um pouco de aumento na inflação. Tudo normal. A grande diferença é que HOJE com ou sem um pouco de inflação – A MAIORIA DO POVO TAMBÉM ESTÁ CONSUMINDO. APROVEITANDO DE TUDO DE BOM QUE O MATERIAL OFERECE COMO VIAJAR DE AVIÃO!!!
    Salve LULA/DILMA/PT/ALIADOS E O POVO QUE OS ESCOLHEU!

    É maravilhoso saber que a maioria dos IRMÃOS DE PÁTRIA já não são escravos dos que sempre se locupletavam com ou sem inflação. Com ou sem inadimplência.

Comente