Uncategorized

Interceptação revela que Demóstenes teve que demitir ‘fantasmas’

Do blog do Camarotti:

Numa conversa inédita interceptada pela Polícia Federal, o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) informa ao contraventor Carlinhos Cachoeira que precisaria demitir dois funcionários porque estariam “procurando servidores fantasmas”.

O telefonema aconteceu no dia 22 de junho de 2009, às 15h32. A Polícia Federal identifica que um dos funcionários que seria demitido seria a servidora de nome Quênia. Ele estava exonerando servidores do seu gabinete contratados a pedido do próprio contraventor. Na conversa, ele deu explicações dos motivos da demissão ao bicheiro.

No diálogo, o senador diz que as demissões serão necessárias por causa de uma “caça às bruxas” para checar possíveis irregularidades nos gabinetes. Depois diz para Cachoeira que dará um jeito de voltar com eles.

No “Diário Oficial”, do dia 16 de junho daquele ano, Demóstenes já havia demitido três funcionários.

Confira os detalhes do diálogo (na transcrição da Polícia Federal, “CA” é Carlinhos Cachoeira e “DE”, Demóstenes Torres).

CA – Fala Doutor.

DE – Fala Professor. Ó, é o seguinte: tem uma notícia ruim aí. Tõ…tem que demitir aqui é… a… QUÊNIA e o… outro rapaz lá que… tão aqui no…nos gabinetes procurando servidores fantasmas, você entendeu ? Então, pra evitar problema, no futuro a gente volta a resolver isso aí, falou ?

CA – Tá bom.

DE – Caça as bruxas aqui. Mas daqui a uns dois, três meses a coisa aquieta e a gente retoma, falou ?

CA – Ok, Doutor.

13 Comentários

  1. É o que temos de mais horrendo neste país que não tem vergonha mesmo….É Cachoeira..ninguém merece.
    Excelente seu blog Fábio! Beijoo

  2. filosofo/sociologo Responder

    Sempre é bom ver os conceitos na sua origem. Por exemplo, rever democracia conforme filósofos gregos. Conceitualmente ela está longe de ser baderna. Na verdade está bem longe daquilo que vulgarmente pensamos hoje.

  3. Estava demitindo fantasmas Paranaenses ou paulistas ,a coisa vai feder quando o Demóstines abrir seu bicão de tucano ou de Demo vai acabar com essa raça de ladrão da direita Brasileira

  4. É um absurdo. Um promotor de Justiça , função principal do Demóstenes Torres, e depois nomeado senador por eleição do voto direto, ser um grande criminoso e dando satistação a um homem chefe de um grupo de crime organizado para desviar dinhiero publico. E sabe o que vai dar? nada. Dwemóstenes Torres como é promotor de justiça tem o cargo vitalicio, será tão somente aposentado compulsoriamente e ainda levará dos cofres publicos o salario de procurador geral de justiça de goias, cargo que ocupou durante um tempo. Tem que ser revisto pelos congressistas essa lei organica do Ministério Pullico , onde o membro é colocado como intocavel, acima do bem e do mal. Resta a saber se ele não vai conseguir anular as provas colhidas pela policia federal, pois conforme a lei organica do Ministerio Publico, a policia não pode investigar um promotor de justiça, seja ele federal ou estadual, eis que o membro do parquet exerce o controle externo da atividade policial. Vamos ver Campana o que vai dar tudo isso.

  5. Osiris Duarte de Curityba Responder

    FANTASMA ???? O que é isso ??? Existem fantasmas nos órgãos públocos brasileiros ??? Eu não acredito !!!

  6. KADE O CAÇADOR E A MIRIAN….????

    NÃO VEJO NINGUÉM NA MINHA FRENTE.

    VAMOS DEFENSORES DOS PALADINOS, OS CONTRA O BRASIL, OS CONTRA LULA, OS CONTRA POR SER CONTRA.

  7. Osiris Duarte de Curityba Responder

    FANTASMA ???? O que é isso ??? Existem fantasmas nos órgãos públicos brasileiros ??? Eu não acredito !!!

  8. antonio carlos Responder

    Que coisa incrível, o senador chama o contraventor de professor. Mas o senador mostra que é mau aluno, deixou-se grampear. Mau aluno dá nisto mesmo, acaba sempre entregando o mestre. ACarlos

  9. Quem está do lado certo, sério da vida, não defende safado ou ladrão, seja ele petista, ou do diabo a quatro! – Roubou tem que pagar, e muito caro. Pra mim esse pilantra desse Demóstenes devia estar na cadeia há muito tempo!
    Quem costuma defender a corja que rouba, jogando tudo sob o imundo tapete presidencial, é a cumpanherada petista!
    Na caverna do LulAli Babá, tudo pode, desde que seja cumpanhero!

Comente