Uncategorized

3.177 placas de uso reservado serão canceladas

O governador em exercício Flávio Arns determinou nesta segunda-feira o cancelamento de 3.177 placas especiais que eram utilizadas por veículos oficiais, de uso reservado, que foram autorizadas pelo Estado entre os anos 2001 e 2010. As placas deverão ser recolhidas ao órgão competente em um prazo de 10 dias. Após avaliação da situação, a autorização de uso será renovada de acordo com as normas em vigor.

Arns autoriza medidas e pede investigação sobre uso de viaturas

O governador em exercício pediu que no prazo de 30 dias sejam concluídas as investigações sobre o uso de carros oficiais por integrantes da Polícia Civil. Veja abaixo as medidas autorizadas na área de segurança pública.

1 – Designação do delegado Walter Baruffi Filho para investigar possíveis irregularidades no uso de veículos oficiais;

2 – Edição de resolução com novas determinações para controle do uso da frota de veículos das forças de segurança pública, complementar ao decreto 4.453, de 26 de abril de 2012;

3 – Cancelamento de todas as placas reservadas em uso na área da segurança pública. Novas autorizações para uso de placas reservadas vão passar pela avaliação do secretário da Segurança Pública e do chefe da Casa Militar do Governo do Estado;

4 – Contratação de instituição pública de reconhecida capacidade para elaborar projeto de reestruturação da segurança pública, com ênfase na Policia Civil;

5 – Abertura de concurso público para a contratação de novos delegados;

6 – Criação de grupo de trabalho para recolher e dar destino adequado a todos os veículos considerados inservíveis que estão sob a guarda de Delegacias de Polícia;

7 – Recolhimento de todos os veículos e retorno de todos os servidores da Segurança Pública que estejam cedidos para outros órgãos da administração pública, com exceção do Gaeco;

8 – Revisão e reforço dos controles sobre o sistema de diárias de viagem na Segurança Pública;

9 – Adoção de novas medidas para acelerar a transferência de presos de delegacias para o sistema penitenciário;

Governo regula repasses para o fundo da polícia e para diárias

O governo estadual estornou todos os valores do Fundo Rotativo da Polícia Civil previstos a abril. Os repasses relativos ao mês serão liberados a partir de uma nova orientação, que prevê a distribuição dos recursos por divisões policiais e não por delegacias. A partir de junho, os recursos para atendimento das unidades serão enviados aos gestores designados por meio de um novo sistema, semelhante ao que é utilizado com sucesso pela Secretaria de Estado da Educação, que auxilia este processo. Além de normatizar os repasses do Fundo, o Governo do Estado também está promovendo uma revisão no sistema de controle de diárias pagas pela Polícia Civil. O departamento passa a utilizar cartões corporativos. O governador em exercício, Flávio Arns, ressaltou que todas as medidas fazem parte de um diagnóstico elaborado pela Polícia Civil desde o ano passado. “A população tem que saber que todas as medidas de saneamento seriam executadas, pois fazem parte de um diagnóstico que o próprio departamento realizou”, disse.

Auditorias vão averiguar dados sobre uso do Fundo Rotativo da Polícia

A Ouvidoria e Corregedoria Geral vai averiguar os dados divulgados sobre o trabalho da Polícia Civil no Estado e uso do Fundo Rotativo. Em um dos casos já avaliados, foi encontrado um equívoco. Diferente do que foi noticiado, a comarca de Teixeira Soares, na região dos Campos Gerais, tem 235 inquéritos instaurados, segundo certidão emitida pelo Tribunal de Justiça. A Polícia também deu início a uma auditoria em toda a documentação referente à aplicação dos recursos do Fundo Rotativo nos últimos oito anos. A corporação vai disponibilizar todo o material das prestações de contas dos gestores para órgãos de controle como o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado.

17 Comentários

  1. TEM QUE RECOLHER AS VTRS DO IML QUE FICA 24HS 365 DIAS POR ANO COM KM E COMBUSTIVEL LIVRE DESCARATERIZADAS E PLACAS RESERVADAS(GM BLAZER TENENTE NUNES)-SANTANA QUANTUM PRATA SUB.TENENTE DA RESERVA VALDIR KERSCHER)-(SANTANA QUANTUM BRANCA O MOTORISTA DO DR.PORCIDIO DIRETOR GERAL)-RENAUT SCENIC..

  2. Policial do Paraná Responder

    Parabéns Sr. Flávio Arns, é assim que se faz, recolhe tudo e verifique caso a caso, pois é muita mordomia que se vê poraí, enquanto os policiais tem que pagar do bolso para irem ao trabalho, vejo um bando de oficiais subalternos andando com motorísta particular. No passado só o Comandante de batalhão tinha motorísta particular, o que já acho um absurdo, agora qualquer um tem viatura para levá-los, que ridículo, vamos moralizar a coisa pública. A coisa descambou geral.

  3. Tem até carcereiro que usa viatura descaracterizada em seu deslocamento casa-delegacia!

  4. E a probidade administrativa principalmente do sr. Corregedor da Polícia Civil? Como vai corrigir outros delegados se é o primeiro a pecar?

  5. SERA SO NA POLICIA QUE ERA USADO CARRO PARA SERVIÇOS EXTRAS E AS SECRETARIAS DE ESTADO /????? ??????????????

  6. Isso mesmo, vamos tirar o sofa da sala.(placas)
    Com a postura destes agentes, o nivel de confiança é diretamente proporcional.

  7. policial civil Responder

    Povo do Paraná não se iludam, aqueles policiais que foram taxados de milicianos estão a todo custo com o apoio da gazetona, tentando desmoralizar a atual administração com o intuito de enxovalhar os membros do conselho para que seu processo administrativo não seja julgado de maneira contundente, e acho engraçado que a gazetona só escuta aquele pessoal daquele sindicato que não representa ninguém que é o SIPOL, sendo que o Sr. Ventura e Eyrimar que fazem parte da diretoria do sindicatinho são filiados ao PT e são da oposição, porque a gazetona não entrevista os sindicatos de verdade da polícia que são o SIDEPOL, SINDIPOL E SINCLAPOL?????????????????????????????? A gazetona está tão desesperada que está apelando total kkkkkkkkkkkkkk

  8. Conversa entre delegados num planeta distante:
    D1 E agora, o que fazemo? será que dexamo as viatura?
    D2 Mas daí não podemo í toda semana prá praia
    D1 Pois é carro dá muita despesa, as criança vão te que í pra escola de busão
    D2 Imagine o mercado então, a patroa vai reclamá
    V2 Melhor esperá e ve se eles desiste, logo aparece otra barbaridade e eles esquece da gente.

    Ainda bem que estamos bem longe deste planeta, viva o Brasil!

  9. Essa farra com bem público não é só na policia civil não. A imprensa investigativa deveria abordar todos os órgãos, autarquias e secretarias de governo, municipal, estadual e federal. No Ipardes, o uso responsável de veículos e equipamentos pelo órgão é cuidadosamente controlado, e seus usuários são tão constantemente cobrados quanto a isso, que chega a irritar os funcionários.

  10. Grandes coisa, cancelamento de placas, eles querem é tanques cheios, prá andar o resto é resto, isso não dá nada, toda vida isso existiu na polícia, só foi a tona, por causa de alguma dor de cotovelo, alguém que também queria uma viatura e não conseguiu, por isso colocou a boca no tromboni. Más se tivesse conseguido, estava tudo bem.

    Sai prá lá jacaré. isso não vai moralizar nunca.

    Acorda estamos no Brasil.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

  11. Meu….mordomias dos delegados que nem se comparam as mordomias do Judiciário. Lá existe até auxílio livros, auxílio frutas, carro comprado a disposição 24 horas. E pior, os delegados não têm as mesmas garantias.

    Acho que essa reportagem chamada “polícia fora da lei” atende a interesses obscuros.

  12. Seria interessante verificar se o DETRAN do inconstitucional e famigerado “Sistema Conveniado de Multas” com a URBS e radares da Consilux alguma vez autuou qualquer uma das 3.177 placas clandestinas …

    Acho que não, eram “clandestinas” …

  13. Parabéns Beto, Arns e Reinaldo pela atitude corajosa ao não se precipitar por denúncias plantadas por maus policiais ao jornal, isto é um estado de direito e que deve ser julgado com parcimônia; os fracos estão desolados por não terem visto cabeças rolando e o sangue dos corajosos e destemidos, dos que se sacrificam pela policia civil, jorrando nos bueiros e esgotos. Nunca, em momento algum a Policia Civil esteve tão forte com aumento de salários, contratação de delegados e agentes, UPCs, esvaziando presos de delegacias, normatizando o fundo rotativo e uso das viaturas, agregando outras secretarias para complementar o trabalho da policia civil. Tenho orgulho de pertencer a uma instituição de 150 anos tida pelas pesquizas como a melhor do Brasil, com delegados de alto nível comandando as delegacias, com uma equipe que realizou o maior serviço na história da PC ao deslocar 30 homens do COPE para S. Paulo e desbaratar uma quadrilha internacional na capital e em Campinas que clonava celulares e causava prejuizos incalculáveis foio matéria do Fantástico e capa da Folha de Sampa e da maioria dos jornais e revistas ; isto é coragem e trabalho de inteligência e não fechar casa de mulheres fazendo a vida e velhinhas jogando, mascarados, com repórter da band pra jogar a opinião pública contra a instituição; leiam diàriamente o site da policia civil e vejam o que é feito diàriamente por poilciais que realmente trabalham, não tem pretensão política e honram a classe.

  14. Francisco de Assis Responder

    Nunca a Policia Civil foi pega, desviando verbas para lugares aonde nem delegacias existiam. Menos ….Gilson….. menos

Comente