Uncategorized

Luciano Ducci autoriza Viaduto Estaiado

Na próxima segunda-feira (4) serão instalados os canteiros de obras do Viaduto Estaiado, na Avenida das Torres com a Francisco H. dos Santos, e da trincheira da rua Guabirotuba, no Jardim Botânico.

Com a ordem de serviço assinada pelo prefeito Luciano Ducci, nesta quarta-feira (30), topógrafos começaram as medições e marcações nos locais das obras de infraestrutura viária que fazem parte do Corredor Aeroporto/Rodoferroviária e integram o PAC da Copa.

“Começamos hoje uma das maiores obras do PAC da Copa em Curitiba. A obra será um marco na Avenida das Torres, via de ligação metropolitana e o principal acesso ao Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais”, disse Luciano Ducci.

Nesta etapa serão investidos quase R$ 95 milhões na construção do Viaduto Estaiado, da trincheira Guabirotuba e da requalificação de toda a extensão da Avenida das Torres com novo pavimento, novas calçadas, ciclovias e iluminação.

“Tanto o viaduto como a trincheira ficarão em cruzamentos estratégicos, melhorando significativamente o fluxo de veículos e também das linhas de ônibus do transporte coletivo que passam por ali. É uma obra que antecede a solução de problemas futuro”, reforçou o prefeito.

21 cabos de aço

Um viaduto e duas trincheiras facilitarão as transposições em pontos estratégicos da avenida. O viaduto suspenso por 21 cabos de aço passará por cima da avenida no cruzamento com a rua Francisco H. dos Santos.

Os cabos, 10 de um lado e 11 no sentido contrário, serão ancorados num pilar de 69 metros de altura. O tabuleiro do viaduto terá 25 metros de largura com quatro faixas de circulação, duas em cada sentido da via. Além das pistas, o viaduto terá ciclovia nas duas laterais para o trânsito seguro de ciclistas e pedestres.

O novo viaduto vai melhorar a ligação viária entre os bairros Boqueirão, Hauer, Xaxim, Uberaba e Jardim das Américas, Cajuru e BR 277, beneficiando cerca de 300 mil moradores dos seis bairros.

Outra vantagem do Viaduto Estaiado é o método construtivo que garante a reserva de espaço do canteiro central da avenida. “Como não teremos muitos pilares, o canteiro fica livre para abrigar futuramente outros projetos de mobilidade, principalmente para uso do transporte público como uma canaleta exclusiva ou mesmo um metrô de superfície”, diz o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Cléver Almeida.

19 Comentários

  1. Como disse há um tempo um leitor seu, Fábio, o dr deveria mesmo é trabalhar no Cabo Canaveral. Só lança… um atrás do outro…

  2. Capão da Imbuía Responder

    He…não dá para entender estas obras……so servirá para a construtora faturar……eqnuanto isso….nós que ficaremos até quando aguardando asfalto aqui no Capão da Imbuía,,,, no Taruma, no Bacacheri, todas as principais ruas destes bairros estão esburacadas, e o prefeito para marckting,,,tenha paciência…

  3. Capão da Imbuía Responder

    He…não dá para entender estas obras……so servirá para a construtora faturar……enquanto isso….nós ficaremos até quando aguardando asfalto aqui no Capão da Imbuía ???? No Tarumã, no Bacacheri, todas as principais ruas destes bairros estão esburacadas, e o prefeito surfando no markting,,,haja paciência…

  4. Mas depois do viaduto pronto o sinlaeiro será retirado, ou vai ficar igual àquela obra burra da Fagundes Varela? Gastaram milhões pra fazer uma trincheira que serve só para os eleitores do Jair Cezar.

  5. cuidado que ele asfalta o Parque Barigui, Jardim Botanico e o Passeio Publico. Vai com calma, eleições são marcadas por idéias…

  6. Parabéns Luciano, vc está sempre preocupado com os avanços da cidade.

    Meu voto é seu.

  7. Esses milhões deveriam ser usados na Saúde e na Segurança, e não pra promover o Ducci.

  8. fiscalde realeza Responder

    ISSO TUDO COM DINHEIRO DO GOVERNO FEDERAL
    E O DUCCI QUER APARECER
    NÂO ADIANTA VAI PERDER DE LAVADA VAI FICAR EM TERCERO PRIMERO NÂO SEI RATINHO OU FRUITE
    OU FRUITE E RATINHO

    DUCCI MERO PARTICIPANTE
    TA ACABADO

  9. Vigilante do Portão Responder

    Pegou a mania do Pessutão?

    Decretos “autorizativos”.

    Coisa de marqueteiro.

    Jogo de cena, nada mais.

  10. tadeu da rocha Responder

    andre, voce esta muito certo,voce sabia que vem gente de fora para copiar ctba, margarida ,tudo vai chegar no seu lugar na saude, segurança, eu acho que voce nao sabe o que aconteçeu no parolim, acabou a festa no parolim veja .

  11. Sabem porque a ponte será na Francisco H. dos Santos?
    Se fosse na av. das torres ninguém iria vê-la!!!!!!!!

  12. Nunca vi tanta obra em Curitiba, até mesmo na época do Beto. Não sei do que este pessoal reclama, se faz acham ruim, se não faz também. Deixem o homem trabalhar !!

  13. Vamos aproveitar as benecias do governo federal e construir uma bela ponte ESTAIDA, que sem dúvida será o grande marco da cidade, além de melhorar o transito da Av das Torres. O resto das necessidades (asfalto, posto de saude, hospitais, etc…etc…) vamos deixar para a prefeitura/governo do estado, fazerem. Vejam as pontes de Manaus e Terezinha…lá tem…

  14. Peter Bad Hazar Thess Responder

    Isso mesmo, vamos inovar, modernizar. Sair da mesmice.
    Curitiba apareceu para o mundo após Lerner e a turma do seu escritório, o Marcos Prado e Cia. De lá para cá, a novidade maior foi o Farol do Saber, do bom, mas mal acompanhado Greca. E só.

  15. Ollhos Abertos Responder

    Só não falaram que o preço do ( 1-um )-ESTAIADO equivale á ( 20-VINTE ) VIADULTOS na Cidade . . . . onde vamos parar ???

  16. NINGUÉM RECLAMA DA OBRA, QUANDO ELA É BOA.
    O PROBLEMA É FICAR TRÊS ANOS SEM FAZER ABSOLUTAMENTE NADA, E NO QUARTO, ANO DA ELEIÇÃO, QUERER ASFALTAR TODA CIDADE.
    NÃO PARECE, É ELEITOREIRO!
    ALGUNS SÃO ENGANADOS, OUTROS FINGEM POR ACHAR CONVENIENTE!

Comente