Uncategorized

Muitas calcinhas

Do Giba 1:

A calcinha, azul e vermelha com babados laterais, encontrada, há quinze dias, no plenário da Câmara Federal, recolhida por funcionários e enviada a achados e perdidos (depois, foi incinerada), que ganhou a mídia nacional por conta de comentários no cafezinho da Casa, não é a primeira peça intima encontrada lá. Nos últimos anos, vira e mexe, funcionários da limpeza encontram em gabinetes, banheiros e áreas comuns, não apenas calcinhas, mas igualmente sutiãs. A novidade da calcinha azul e vermelha é que ela foi encontrada no plenário.

5 Comentários

  1. S Y N F R O N I O. Responder

    Nos botecos de Brasilia, os candangos não tem nem uma duvida que o segurança sabe quem era o dono desse objeto extranho no plenario, e
    que era de uso pessoal de um certo deputado, povo de mente fertel essa
    gente brasileira.

  2. ESTA TOTALMENTE CERTO EM ZONA A GENTE ENCONTRA CALCINHAS, CUECAS ,SUTIÃS, CAMISINHAS ETC….

  3. Campana, mas isso acontece no Brasil inteiro. Aqui no nosso amado e querido município de Pinhão, centro sul do Paraná, há uns dez anos atrás um sujeito, na época secretário municipal, conseguiu uma façanha dessa, deixando a calcinha da piriguete na lata de lixo da sala que ele despachava. Foi na época em que surgiu aquele personagem do Tom Cavalcanti, o “cuecão de couro”. Até hoje o sujeito e´conhecido por esse apelido. Se chegar aqui e perguntar quem é o prefeito talvez alguem não saiba quem é, mas o cuecão de couro todo mundo sabe.

  4. Quem gosta desses adereços esdrúxulos, vide seu desfile pelo Senado de sunga vermelha, é o senador petista Eduardo Suplicy!
    Vagando pelo plenário da Câmara, talvez apertasse-lhe as virilhas; ou a dona do mimo, pediu-lhe que o devolvesse, resolveu dispensar a coisa ali mesmo! Vai saber!

Comente