Uncategorized

Quando a palavra valia para Demóstenes

Em sua defesa no Conselho de Ética, Demóstenes Torres alegou que não pode ser punido por suas palavras com o bicheiro Carlinhos Cachoeira.

Do Lauro Jardim:

Nos bons tempos, Demóstenes dava mais valor à palavra dos senadores. Um exemplo é o da briga que protagonizou com José Sarney em dezembro passado, quando o governo manobrou para antecipar a votação da DRU.

Veja o que disse:

– Vossa Excelência (Sarney) está rasgando o Regimento, rasgando a sua palavra (…) Uma coisa que baliza o nosso relacionamento aqui é palavra.

Esse passado…


4 Comentários

  1. Gilmar Trento Reply

    Esse foi o tesoureiro do Serra , sō
    Vale a palavra que é. Dolar Dolar se chamar a mae dele de pu….. Isso pode, infeliz

  2. Com Cachoeira preso quem está plantando nota no Radar, Serra ou Mendes?

Comente