Uncategorized

Dilma tem nas mãos gargalo de R$ 400 bilhões em investimentos

Do Danilo Fariello, O Globo:

A frase é recorrente em Brasília: “Você sabe como é a Dilma, centraliza tudo”. E revela o processo de decisão no centro do poder.

Num cenário de crise global, enquanto o governo promete um mutirão para fazer o Brasil crescer, depois de ver a economia estagnada e as obras andando em marcha lenta, investimentos de pelo menos R$ 400 bilhões, a maior parte privados, esperam por decisões do Palácio do Planalto para deslanchar.

O hábito da presidente Dilma Rousseff de acompanhar tudo e centralizar as decisões é a justificativa encontrada em diversos ministérios para o atraso na definição de regras cruciais para viabilizar projetos de infraestrutura nas áreas de mineração, energia e transportes.

São projetos ou marcos regulatórios que estão há meses — em alguns casos há anos — sendo discutidos na Casa Civil e no Grupo Executivo do PAC (Gepac), mas ainda não receberam o aval da presidente. A execução dos investimentos públicos, por sua vez, também anda abaixo do esperado, conforme revelou O GLOBO semana passada: até maio, só 14,9% dos recursos orçamentários destinados à infraestrutura foram usados.

Em muitos casos, a indefinição dos projetos provoca insegurança jurídica e afasta os investidores privados. O novo código de mineração, por exemplo, em debate desde 2009, vai balizar cerca de R$ 350 bilhões em investimentos privados previstos pelo Ministério de Minas e Energia (MME) até 2030.

A decisão sobre a renovação das concessões de energia elétrica, em debate há mais de dois anos, terá impacto sobre investidores privados e públicos. No caso da Eletrobrás, são R$ 37 bilhões investidos sem a garantia de retorno firme, já que a estatal ainda não tem confirmação de que as concessões que vencem em 2015 serão renovadas.

Nesse caso, pela regra de concessão imposta pela Aneel, a empresa não pode suspender investimentos para manter a qualidade dos serviços.

4 Comentários

  1. Tamo bem de comandante, nesse momento de crise: alguém que conseguiu falir uma miserável lojinha de R$1,99!
    A mãe do bastardo e emPACacado plano publicitário do farsante lulla, deveria ter feito um cursinho no Sebrae, antes de assumir esse cargo. Pelo menos isso, né tia dilma?

  2. Parreiras Rodrigues Reply

    Alguém mais chegado precisa dizer que, num país que se decanta progressista, ainda funcionam balsas, inclusive em travessias de rios divisas naturais entre Estados e que muitos aeroportos fecham devido a falta daqueles aparelhinhos, os ILS. E que tal gastar um pouco desse tutú com a melhoria do policiamento na múltipla fronteira PR-SP-MS-PY?

  3. sergio silvestre Reply

    Tem muitos que entre quatro paredes,faliu até com a distinta esposa
    nas suas necessidades basicas de marido.
    Ai ficam sempre dizendo que os outros são imcompetentes,como o
    caso da presidenta DILMA.
    Acho que o ataque gratuido,até com ira contra a presidenta,marece sim defesa,e defesa na mesma moeda.

  4. Tá bom Campana, vou refazer o meu comentário:
    Pra que esperar tanto pra liberar a grana? Será o fator 30?

Comente