Uncategorized

Só sobrou tchutchuca

Do Lauro Jardim:

Agnelo Queiroz passou quase dez horas depondo na CPI mista do Cachoeira ontem e não conseguiu (ou não quis) responder a uma pergunta básica: a mansão em que mora no Lago Sul, em Brasília, foi paga em cheque, com dinheiro vivo ou em transferências bancárias?

Agnelo também não soube explicar por que as investigações da CPI da Arapongagem na Câmara Legislativa do Distrito Federal estão embargadas por deputados de sua base.

Durante o depoimento morno e completamente decorado — Agnelo precisou a todo momento ser socorrido por advogados e assessores que lhe sopravam respostas –, um deputado de fora do eixo PT-PSDB ficou impressionado com a “falta de pegada” da oposição e desabafou:

– Só sobrou tchutchuca na CPI.

2 Comentários

  1. Álvaro Dias, José Agripino, Onix abrem seus sigilos ou são da bancada do Cachoeira?
    Em 9 de novembro de 2011, o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO), o senador Álvaro Dias (PSDB-PR), o senador José Agripino Maia (DEM-RN), o deputado Onix Lorenzoni (DEM-RS) e outros foram até a Câmara Distrital, realizar um dos serviços sujos desejados pela turma do bicheiro Carlinhos Cachoeira: pedir o impeachment do governador Agnelo Queiroz (PT-DF).

    O episódio ficou registrado nesta foto exibida durante a CPI:

    Onix Lorenzoni, Demóstenes Torres, José Agripino Maia, Alvaro Dias
    na Câmara Distrital para pedir o impeachment de Agnelo Queiroz,
    conforme interessava ao bicheiro Carlinhos Cachoeira.

    Agora, todos estes parlamentes precisam abrir seus sigilos bancários, fiscais e telefônicos para provarem que não eram da bancada do bicheiro Cachoeira, como era Demóstenes Torres.

  2. A pizza que está sendo elaborada está ficando muito grande, e vai faltar “gente” para degluti-la por inteira.

Comente