Uncategorized

Brasil condena deposição e convoca embaixador no Paraguai para consulta

Da Folha de S. Paulo:

O Brasil condenou neste sábado à noite o impeachment do ex-presidente paraguaio Fernando Lugo, ocorrido nesta sexta-feira (22).

Em nota, o Itamaraty disse que o “governo brasileiro condena o rito sumário de destituição do mandatário do Paraguai” decidido pelo Senado por 39 votos a quatro.

O embaixador brasileiro em Assunção foi convocado para consultas em Brasília.

Segundo o Ministério de Relações Exteriores, “não foi adequadamente assegurado o amplo direito de defesa” ao ex-mandatário da nação. Lugo foi destituído em apenas 30 horas.

O comunicado do ministério diz que “o procedimento adotado compromete pilar fundamental da democracia, condição essencial para a integração regional”.

Para o Itamaraty, a democracia foi conquistada com esforço e sacrifício pelos países da região e deve ser defendida sem hesitação. “Medidas a serem aplicadas em decorrência da ruptura da ordem democrática no Paraguai estão sendo avaliadas com os parceiros do Mercosul e da Unasul.”

REUNIÃO OFICIAL

Os termos do comunicado oficial foram negociados no início da noite deste sábado durante reunião da presidente Dilma Rousseff com os ministros Antonio Patriota (Relações Exteriores), Celso Amorim (Defesa) e Edison Lobão (Minas e Energia) e o assessor especial para assuntos internacionais da Presidência, Marco Aurélio Garcia.

No encontro, ficou decidido que o embaixador do Brasil em Assunção seria convocado a Brasília para consultas. A formalidade da convocação costuma detonar crise ou problema nas relações entre dois países.

Na foto, o presidente deposto do Paraguai Fernando Lugo ao lado de Federico Franco, o vice de Lugo empossado presidente ontem.

9 Comentários

  1. Essa mentalidade golpista de alguns paises do América Latina é que nivela o Brasil por baixo, apesar de sermos muito melhores que eles no quesito democracia. Os ditos paises desenvolvidos do hemisfério norte não sabem fazer a diferenciação entre a qualidade da democracia brasileira e a dos hermanos cucaracha e, para eles somos todos farinha do mesmo saco. Exatamente por isso é que acham que nós também falamos castelhano. Esse Mercosul é ridículo !

  2. LULLA MENSALEIRO Responder

    O LUGO JÁ ERA.

    O SENADO O DESTITUIU. PONTO FINAL.

    O CONGRESSO É SOBERANO NOS PAÍSES DEMOCRÁTICOS.

    ESTÁ ACIMA DO PRESIDENTE.

    E BRASIL, ARGENTINA, VENEZUELA ETC CATERVA DEVEM FICAR QUIETINHOS.

    O PROBLEMA É DO PARAGUAI, ELES VÃO RESOLVER SOZINHOS.

    QUE TARA MALDITA O PT NUTRE EM PROTEGER OS DITADORES DE ESQUERDA COMO O LUGO. Ô VIDA.

    O LEGADO DO LUGO É A DESTRUIÇÃO DO PAÍS E O FORTALECIMENTO DO MOVIMENTO SEM TERRA. SÓ ISSO.

  3. Parabéns ao povo do Paragai, pela competência e celeridade no processo de excluir das funções públicas um mal gestor, péssimo político e aspirante a ditador o padre pecador Lugo.
    Junto com Lula, Cristina, Evo, Chaves e os Castros formam a caterva mais retrógrada da América.
    Viva os Paraguaios, não serve ao povo eles tiram do poder.

  4. CAÇADOR DE PETISTAS Responder

    ondenam porque, não querem que o Paraguai saia do eixo do mal (foro de São Paulo). Quando, collor foi mandado pra casa, nenhum pais da América Latina meteru o nariz na decisão brasileira. Cambada de comunistas.

  5. A cachorrada vermelha tá em polvorosa! – De repente descobriram que todos os planos arquitetados por Fidel, por Lulla, por Cháves, pela perua vermelha da Argentina, e pelo resto da quadrilha, não deu em nada!
    Eles não conseguem enganar mais ninguém, além da cumpanherada mais chegada, e do exército de inocentes úteis que recebem uns trocados pra defendê-los pela net/!

  6. Este Presidente terrorista demitido, nunca deu tanta insegurança aos agricultores brasileiros. Se o Brasil retaliar, presisamos nos cuidar, pois vem saque ai!!!

  7. A votação esmagadora contra o lugo não deixa dúvidas, a situação era insustentável e ele não tinha a menor condição de governabilidade. O medo desses presidentezinhos sulamericanos é que a moda pegue.

  8. Um vermelho a menos na nossa América do Sul, acho que o Brasil tem mais é que ficar quieto e cuidar dos nosssos problemas. Se o povo que deveria protestar ficou quieto, quem é o Brasil ou qualquer outro como Chaves pra querer intrometer-se? È o que o Brasil deveria ter feito quando do mensalão, e tanto outros escândalos que houve aqui, no qual o PT e seu presidente compraram todos os senadores e deputados, por isso não foi feito nada. Parabéns ao povo do Paraguai, que como no passado na Guerra do Paraguai, enfrentaram grande oposição a sua soberania devido a interesses comerciais.

Comente