Uncategorized

Tem de soprar: Bafômetro será obrigatório

Do Felipe Patury:

O governo tentará mudar o Código Nacional de Trânsito para obrigar os motoristas a se submeter ao bafômetro. Hoje é possível escapar do exame alegando que ninguém é obrigado a produzir provas contra si mesmo. Serão enviadas ao Congresso neste ano duas propostas de alteração da lei.

10 Comentários

  1. Típico do governo petista. Hitler e Stalin devem estar morrendo de rir no inferno. Logo nos obrigarão a saudar a grande líderA com os braços estentidos, cantar o hino do partido todas as manhãs, decorar os nomes da nomenclatura, etc. O partido vai nos dizer o que comer, o que beber, o que fazer, onde ir. Gestapos e NKVDs. Os guardas anadarão com braçadeiras com a estrela do PT. Os galinhas vermelhas: Anauê!!!

  2. Toda pessoa tem o “direito de não ser obrigada a depor contra si mesma, nem a confessar-se culpada” – Pacto de San José da Costa Rica (art. 8°, 2, g).
    É norma recepcionada com hierarquia supralegal. Nenhuma modificação do Código de Trânsito vai revogar o pacto internacional.

  3. Ah, bom.
    Achava que não seria tão simples, em vista do Pacto de San José da Costa Rica. Mas se vocês estão dizendo que basta mudar o Código de Trânsito eu acredito.
    EU ACREDITO!

  4. antonio carlos Responder

    E como é que o Governo vai conseguir tal proeza? Esta é mais uma daquelas famosas leis que não pegam. Talvez com este novo Código Penal a gente seja obrigado a se autoincriminar. E de quebra porque o Governo não sugere que rasguemos a Constituição também? A Venezuela fica um pouco mais ao norte. ACarlos

  5. Concordo 100% tá cheio de pé de cana provocando acidente poraí…… se esqueceram do Deputado a 190km/h

  6. Concordo que seja algo polêmico. No entanto, numa situação dessas, só vai se autoincriminar quem já for um criminoso, não? Afinal, dirigir alcoolizado é crime, não é? Alguém acha justo perder um amigo ou um familiar simplesmente por que um irresponsável achou por bem beber e dirigir? Quem não for dirigir alcoolizado, obviamente, não vai se incriminar.

    Na minha opinião, dos males, o menor. Não sei se pega, mas penso que o bafômetro devia ser obrigatório. Já chega dessa palhaçada desses alcoólotras se escondendo atrás de algumas leis pra poderem continuar agindo dessa maneira. Aliás, isso é bem típico do Brasil. Quando alguma lei vem pôr em risco o hábito costumeiramente ilegal de alguns, já usam e abusam das leis pra poder se enconder atrás das mesmas. Agora, com relação a outras coisas, todos silenciam. Cadê que reclamam com essa empáfia pela superlotação das cadeias? Esse tipo de infração ningupem reclama – uma coisa muito pior, pois fere a dignidade humana. Hipócritas.

  7. Os que são contra, é porque não tiveram nenhum familiar assassinado, por algum motorista irresponsável e bêbado.

  8. “Ninguém é obrigado a produzir prova contra si mesmo”… certidão negativa criminal é o quê? Sem isso você não toma posse em cargo público em nenhum lugar do Brasil! Inconstitucional? Fere o pacto? É lamentável que precisemos de leis porque as pessoas fazem questão de ser “liberais” e irresponsáveis no trânsito! Parabéns, povo, assim caminhamos!

  9. TEM QUE MUDAR A LEI MESMO, SÓ ASSIM ESSES FILHINHOS DE PAPAI QUE VIVE MATANDO NAS RUAS PODERÃO SER PENALIZADOS, EU AINDA SOOU A FAVOR DA DITADURA E VIVA NOSSA PRESIDENTE DILMA. POIS NA DECADA DE 80 NÃO SE VIA MORTE NO TRANSITO, AS PESSOAS RESPEITAVAM HOJE COM ESSE AIS SEM LEI, TA VIRADO NUM INFERNO. OS BRASILEIROS ALCOÓLATRAS QUANDO VÃO AOS EUA ESTES SE BORRAM TODO, POIS SABEM QUE LÁ A LEI FUNCIONA SEM DESCRIÇÃO DE IGUALDADE SOCIAL, LÁ VAI TODOS PRA CORTE. AQUI UM IDIOTA ENGRAVATADO SAI MATANDO GENTE NAS RUAS E DEPOIS PAPAI PAGA FIANÇA E RESPONDE EM LIBERDADE. SOU A FAVOR DA PENA DE MORTE PARA ESSE MARGINAIS DO TRANSITO.

Comente