Uncategorized

Pelotas elege tucano de 27 anos e pinta de galã

Do Josias de Souza:

Há uma semana, Fernando Henrique Cardoso foi à urna como um jogador que entra no gramado para cumprir tabela. As pesquisas davam à disputa de São Paulo ares de jogo jogado. E o presidente de honra do PSDB parecia conformado com o veredicto: “A renovação é necessária sempre. E o Brasil está mostrando isso mais uma vez hoje”, disse.

Para FHC, o PSDB “precisa de renovação”. Ele acha que “o momento é de mudança de gerações”. Os “antigos líderes” não precisam deixar palco. Mas “têm que empurrar os novos para a frente”. Derrotado pelo petista Fernando Haddad, 49, José Serra, 70, não gostou do que ouviu.

Longe da cena paulistana, na cidade gaúcha de Pelotas, os eleitores consagraram um político do PSDB que é o protótipo da evolução geracional preconizada por FHC. Chama-se Eduardo Leite. Virou prefeito com escassos 27 anos.Eduardo é um tucano de mosturário. Respira política em casa desde criança. O pai, fundador do PSDB no município, concorrera a prefeito na década de 80. Em criança, Eduardo divertia-se assistindo à propaganda eleitoral. Via na tevê e, fascinado, revia várias vezes em videocassete.

Aos 16, Eduardo tirou o título de eleitor e filiou-se ao PSDB. Em 1994, visitava amiúde o comitê eleitoral do candidato à Presidência Fernando Henrique em Pelotas. Quando fez aniversário de 19 anos, candidatou-se a vereador. Obteve uma suplência. Dali a quatro anos, em 2008, elegeu-se titular.

Vai à cadeira de prefeito, em janeiro de 2013, com 110.823 mil votos. “Quero ser o prefeito da saúde”, diz o neo-administrador. “Isso envolve fazer com que os postos de saúde tenham médico. Pelotas perde profissionais por causa da baixa remuneração…”

No gogó, Eduardo lida bem com a pouca idade: “Sempre refutei qualquer tentativa de me colocar como pior por ser jovem, não foi a idade o tema central desta campanha eleitoral. O que eu consegui demonstrar, e que é próprio da juventude, foi a vontade, a disposição, a capacidade de se indignar com as coisas, esse inconformismo.”

Tomado pela aparência, Eduardo não faria feio como galã de novela. Durante a campanha, os adversários lançaram contra ele o slogam “beleza não se põe na mesa”. O tucano dá de ombros: “Não me considero nenhum exemplar de beleza. Também não acho que seja feio.”

Eduardo acha que sua aparência acaba sendo realçada por “não corresponder ao estereótipo do político padrão e tradicional, que são pessoas com mais idade e com outro tipo físico.”

O velho cronista Nelson Rodrigues dizia que “o jovem tem todos os defeitos do adulto e mais um: o da imaturidade”. Distribuía um conselho aos jovens: “Envelheçam”.

Em São Paulo, a campanha do PSDB como que evocou Nelson Rodrigues. Serra contrapôs sua “experiência” à juventude de Haddad. Não colou. Em Pelotas, Eduardo terá a oportunidade de demonstrar que FHC está certo ao desfraldar a bandeira da “renovação”. Ou não.

14 Comentários

  1. Maria fuxiqueira curitibana Responder

    O delicia de prefeito lindo novo e inteligente so podia ser gaucho este gato lindao enquanto aqui elegemos o feioso do fruet para prefeito curita ta feia na fita de prefeito .

  2. No Rio Grande do Sul eleger um jovem de 27 anos não implica na falta de experiência, já não se pode dizer o mesmo do povo curitibano. Quando vamos conseguir vencer o preconceito?

  3. Antonio carlos Responder

    Tucanos sempre tentando manter alguma esperança através da sua mídia amestrada!!!

  4. Não conheço. Pode ser cheio de boas intenções e até ter competência de sobra para impor ética e eficiência na política brasileira.
    Mas sou muito maduro e já tive muitas esperanças na vida.
    Difícil é a jovem raposa não se tornar uma velha raposa… pensando bem é impossível, não é ???

  5. É um dos partidos que tem maior número de integrantes cassados por irregularidades!

  6. Parreiras Rodrigues Responder

    Serra há que se contentar com as vitórias consignadas em seu currículo e entender que a derrota é consequência dum momento, aliás, duma movimentação do eleitor em busca de renovação. Foi o que se viu por ai tudo.

    Lula, num município, elogiava o candidato pela sua juventude, por representar a renovação e noutro, elogiava o apadrinhado decantando a sua experiência. Uma incoerência só.

    O povo finalmente atendeu os brados dum candidato cujo slogan era: Chega dos mesmos!

    Éfeagác^e tem raz~ao. Ih! Phodheu o teclado dessa merda. De novo…

  7. É o que resta aos tucanos “moços” bonitos e sem conteúdo! Vide nosso Governador…Valha-me Deus!!! Já estão apelando.

  8. pela primeira vez concordo c om FHC…tirar a rapozada peluda de cabelos brancos …e deixar para os mais jovens …so nao pode, os jovens serem empurrados por rapozas corruptas…so nao pode, fazer da politica cabide de emprego de familia….

  9. Em Pelotas-RS, elegeram um prefeito com 27 anos, muitos curitibanos podem achar que é renovaçao, porem aqui em Curitiba, DISCRIMINARAM um candidato 4 anos mais velho que o de Pelotas. Usam a pouca idade como desculpa, Gente Hipocrita.

  10. Parabéns ao povo de Pelotas que soube diferenciar juventude com inexperiência, o que mais importa para que possamos ter um bom administrador, não é o fato dele ser um velho gagá que tem toda a experiência do mundo, mas sim um homem digno, sério e comprometido com o povo de sua cidade, o resto se aprende com o tempo…

  11. MILITANCIA FEMININA Responder

    Me desculpe vc Ronise (futura 1ª dama de Pelotas) mas esse prefeito deve ser o Prefeito mais lindo do Brasil !!!

  12. Caramba o cara e de Pelotas e ainda falam que por lá faltam médicos, estão brincando, eu sempre aconselho os meus amigos gauchos quando precisam daquele famoso exame a viajar para esta bendita terra, porque por lá contar ate trinta e tres quando o doutor manda e pecado.

Comente