Uncategorized

Luciana pede explicações ao estado sobre recursos para o litoral

A deputada Luciana Rafagnin, do PT, subiu à tribuna da Assembleia Legislativa para cobrar do governo do estado explicações sobre a destinação dos recursos que a Secretaria Nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração liberou ao Paraná para obras emergenciais nas comunidades rurais do Litoral do Paraná, atingidas em março de 2011 por catástrofes causadas pelas enchentes na região.

Ouça o pronunciamento da deputada:

O protesto e a cobrança da deputada se deve também ao fato de que a Prefeitura de Paranaguá denuncia que o governo federal fez o repasse para o Estado do Paraná, no valor de R$ 15 milhões para os municípios atingidos, especialmente Antonina e Paranaguá, e, destes, R$ 5 milhões para a reconstrução de nove pontes nas comunidades rurais de Paranaguá, mas o governo estadual não realizou as obras por causa de entraves na burocracia do processo licitatório. “Quase dois anos depois, é lamentável que as famílias ainda estejam vivenciando esse drama e todo o sofrimento, apesar do dinheiro para as obras já terem sido liberados”, disse Luciana.

6 Comentários

  1. O Governador e sua esposa prometeram, prometeram…e até agora nada para o Litoral!! Boa Deputada.

  2. Senhora parlamentar petista.
    Peça explicaçôes ao ao seu pessoal de partido lá de Brasília.
    Garanto que eles irão falar mole com a senhora tbém. e não darão nenhuma certeza dos fatos, como todos do governo petista fazem.

  3. Dep. foram garantidos pelo seu Partido, Kits de emergência, que continham: colchão, enxoval cama, mesa e banho, diga-se ai, panelas, no valor de $2 milhões de reais, através da declaração de calamidade publica. tudo esta feito e protocolado. o MDS só’ liberou agora em setembro/20012 para fazer as entregas, acontece que, agora, não existe mais calamidade e o Governo não pode declarar esta situação,então, foi conseguido prorrogação da entrega, se houver necessidade, para emergências neste verão. Portanto, o atraso na entrega e a Culpa, não e’ do Estado e sim da MOROSIDADE DO GOVERNO FEDERAL, com certeza os órgãos competentes irão apresentar documentação registrada e protocolada do MDS para a Nobre Dep.

  4. Vejam bem. Existem pontes no nosso estado mesmo, muito mais extensas do que a distância que separa Guaratuba de Caiobá. Esse ferry boat é uma piada. Dinheiro na mão de gente que mama na teta do estado e do contribuinte. Sem falar do valetão que nos leva de Matinhos até a travessia. Desde que o pai do governador era noivo aquilo existe. O valetão de Matinhos acompanha a história do Paraná. Piada mesmo…. uma parlamentar do PT cobrando obras do PSDB. O que rouba cobrando do que não faz….kkkkkkkkk

Comente