Uncategorized

O mensalão e a ética republicana

Do Merval Pereira, O Globo:

Ética republicana

A repercussão internacional que está tendo o julgamento do mensalão, em especial a sessão de segunda-feira, que determinou penas de prisão em regime fechado para o ex-chefe da equipe de Lula, José Dirceu, e Delúbio Soares, além de condenar à prisão em regime semiaberto o ex-presidente do PT José Genoino, dá bem a dimensão política que esse julgamento tem e também revela a percepção que no estrangeiro há de nossos hábitos e costumes, não sem razão.

A definição das penas do núcleo político petista está sendo vista, e não só no estrangeiro, como demonstração de que o tempo da impunidade de ricos e poderosos está ficando para trás, mas não são poucos, diria até que são a maioria, dentro e fora do país, os que ainda não creem que banqueiros e políticos importantes passarão algum tempo na cadeia em regime fechado.

Esse é ainda um longo caminho a percorrer até que se tornem corriqueiras decisões como as que estão sendo tomadas pelo STF.

É claro que não creio que a corrupção desaparecerá da nossa vida política, mas o julgamento do mensalão pode ser o início de um processo que transformará a corrupção política em jogo de alto risco, e a certeza da punição se encarregará de refrear o apetite com que hoje políticos de todos os partidos se jogam na corrupção, na certeza de que nada lhes acontecerá.

Da mesma forma, os chamados “crimes do colarinho-branco” têm nas decisões do STF caminhos mais claros para serem punidos, com a jurisprudência que ficará sobre lavagem de dinheiro ou formação de quadrilha, por exemplo, sem falar na famosa teoria “do domínio do fato”, que, com base em provas testemunhais e indiciárias, pode ser usada com mais frequência em crimes em que o mandante não costuma deixar rastros visíveis.

6 Comentários

  1. salete cesconeto de arruda Responder

    Merval é aquele que chama patrão de coleguinha e escreve livro sobre o LULA financiado com dinheiro do estrangeiro? Livro que foi RECOLHIDO DAS LIVRARIAS por falta de interesse de leitores?
    Pois é.
    O que MERVAL não diz é que o MUNDO está analisando as Tênues provas e a FALSIFICAÇÃO DA TESE DO DOMÍNIO DO FATO – ditas pelos próprio autor da tese. Isso Merval não fala pois o patrão não deixa.
    Ainda bem que temos a BLOGOSFERA pois só assim a gente fica sabendo que lá fora – os que não são do PIG – já falam em a MAIOR INJUSTIÇA DE TODOS OS TEMPOS!
    Fizeram de LÍDERES, HERÓIS E MÁRTIRES e o tempo vai deixar isso claro.
    E o POVO vai responder aos velhos coronéis do STF que confundem TESES – no VOTO PT 13 .
    E como é a história do genro que matinha Ayres refém?
    E o Gurgel vai devolver o que recebeu do MENSALÃO PSDB/DEM?
    E o MENDES não prevaricou com sua faculdade?
    Pois é.
    Pois é.
    Logo, logo o PIG vai dizer que Joaquim bate em mulher. Esperem até ele começar a colocar o MENSALÃO DO PSDB e DEM na pauta dos julgamentos.
    E depois não digam que não avisei.
    A CASA GRANDE não gosta de negros. Só os usa enquanto são úteis ou lhes servem feito escravos. Depois pisa até nas máscaras como os vi fazendo na orla de Ipanema – RJ

  2. Cajucy Cajuman Responder

    O importante, deixando a bazófia de lado, é que o STF está fazendo a sua parte e exercendo o domínio da lei, da Constituição, do respeito ao bem público, fazendo por merecer o respeito que a sociedade tem pela instituição.

    Independente de quem pisar na lei, paga o preço. Esse é o Brasil que queremos. Esse é o Brasil que pretendemos deixar para nossos filhos e netos. Ético e respeitador dos valores mais nobres na política e fora dela.

    Só assim se faz uma nação forte e pujante. Lugar de ladrão é na cadeia, independente da colocação partidária. E Tribunal é lugar de julgar os “malfeitos” e não para passar a mão na cabeça de despatriados, interesseiros e usurpadores do dinheiro público, como afirma aquela corte.

Comente