Uncategorized

Inconformadas

Do Giba Um:

A ex-mulher de José Dirceu, Clara Becker, mãe do deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR), já defendeu o ex-ministro para valer e até dando entrevista onde dizia ser “impossível Lula não saber de nada”. Agora, ela está inconformada com o silencio do ex-presidente diante da condenação de Dirceu, João Paulo Cunha, José Genoino e Delúbio Soares. E, ao lado das mulheres dos petistas condenados, prepara uma manifestação conjunta contra a desmobilização do partido no julgamento do mensalão, cobrando o ex-chefe do Governo publicamente.

9 Comentários

  1. Cajucy Cajuman Responder

    Será que vem aí um panelaço das mulheres dos mensaleiros reivindicando solidariedade e até, quem sabe, uma punição para o então chefe, para dividir o peso da carga condenatória dos já condenados?

    Perguntam, algumas: isso é SOLIDARIEDADE companheira? Quem viver, verá…

  2. HAHAHAHA!
    A casa do luladrão tá caindo. Logo ele vai ser julgado pelo STF tambem, pois já foi pedido arresto de bens dele no valor de R$ 9milhões para ressarcimento aos cofres público por improbidade administrativa.
    CHORA PETEZADA, SEU “DEUS” VAI SIFU…..

  3. Valéria Prochmann Responder

    Ex-mulher por acaso é profissão? Essas pessoas não conseguem definir a si mesmas de nenhuma outra maneira? É patética essa identidade construída de forma simbiótica, como se “ex” fosse um cargo ou emprego. Forward!

  4. Esposas dos mensaleiros condenados, joguem Mer.. no ventilador
    porque a vaca já foi pro brejo mesmo. Comecem a entregar o patrão
    (Lula) porque nos próximos anos a rotina de vocês vai ser levar fru-
    tas e celulares semanalmente em qualquer cadeia deste país para
    os respectivos maridos…

  5. Nessas alturas Lula já enfiou a cabeça no burado, além de nunca saber de nada, agora também não vê nada. Afinal, o que ele pode fazer, se entregar para também ir para a cadeia?
    Como foram abandonados, os petistas deviam contar tudo, não esconder nada. A não ser que esperam uma reeleição do chefe para ver se sobra mais alguma coisa.

Comente