Uncategorized

PT e PSDB disputam paternidade de ação contra Maluf no exterior

Da Folha de S.Paulo:

O secretário de Negócios Jurídicos da gestão Marta Suplicy (2001-2004), Luiz Tarcísio Teixeira Ferreira, disse ontem que a estratégia para o processo que determinou a repatriação de US$ 22 milhões desviados pelo ex-prefeito Paulo Maluf foi traçada na gestão da petista.

Ferreira reagiu à declaração de seu sucessor, Luiz Antonio Guimarães Marrey, titular da pasta em 2005 e 2006, quando José Serra (PSDB) ocupou a Prefeitura de São Paulo.

Ele havia dito à Folha que a administração do tucano “tomou as providências” para obter o bloqueio do dinheiro na ilha de Jersey, paraíso fiscal britânico.

“A estratégia foi toda determinada no período da Marta”, afirmou Ferreira, que comandou a seleção do escritório contratado para defender a prefeitura no processo contra Maluf.

O ex-prefeito hoje é aliado do PT no plano municipal e do PSDB no governo estadual.

2 Comentários

  1. Calcula se que a irmandade dos MALUF,roubou descaradamente perto de 1 bilhão de reais.
    Não foi caixa dois,nem doações.Foi dinheiro publico roubado.
    Vi poucas vezes a veja e a midia mor,dar enfase a estes roubos.E o distinto passou algumas horas preso junto com o filho,tambem delinquente ,e só.
    O MARCO AURELIO DE MELLO,e o GILMAR MENDES ,poderiam nos explicar como esse bagre ensaboado se livrou de tudo isso nas suas barbas.Ou porque o MALUF já estava morto politicamente,que se reelegeria no maximo deputado!..Há tá.,entendi

  2. MILITANCIA FEMININA Responder

    Se está tao dificil decidir o papai peça um exame de DNA para o Ratinho com certeza ele ajudará a resolver este empasse kkkkkkk

Comente