Uncategorized

Beto Richa autoriza construção de novo prédio para o IML

O governador Beto Richa autorizou nesta sexta-feira (23) a abertura de licitação para a construção da nova sede do Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba. O edital será publicado nos próximos dias e as obras devem durar cerca de 12 meses. A licitação será feita na modalidade concorrência pública, com valor máximo de R$ 19,2 milhões.

O projeto para o novo prédio precisou passar por adaptações, após a alteração do local destinado à construção. Inicialmente prevista para o bairro Vila Izabel, a nova sede do instituto será na Rua Paulo Turkiewicz, no bairro Tarumã, o que facilitará o acesso. O terreno onde o prédio de 6.182 metros quadrados será construído pertence ao Estado e os recursos para a obra são provenientes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O secretário da Segurança Pública, Cid Vasques, destacou que a obra representa um avanço significativo para a melhoria das condições de trabalho e de atendimento no IML. “Todos testemunhamos as condições em que o IML do Paraná foi repassado a este governo. O novo prédio tem concepção arrojada, moderna, com tecnologia de última geração e vai trazer para a Polícia Científica a possibilidade de realizar o seu trabalho de maneira muito satisfatória”, afirmou.

A Secretaria da Segurança Pública também investe em obras para unidades do IML em Paranaguá, Maringá e Londrina. Em Paranaguá (Litoral do Estado), as obras estão em fase final e devem ser entregues durante a Operação Verão 2012/2013. A entrega do prédio de Maringá está prevista para maio e o IML de Londrina está com licitação aberta para a construção.

GESTÃO – O anúncio da autorização para o início do processo licitatório do IML foi um dos assuntos discutidos na manhã desta sexta-feira (23), durante reunião no Gabinete de Gestão e Informação (GGI), no Palácio Iguaçu. Participaram da reunião o governador Beto Richa, o secretário-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Sebastiani, o secretário do Planejamento, Cássio Taniguchi, e a cúpula da Segurança Pública. Além do secretário Cid Vasques, estiveram presentes o diretor-geral da pasta, Ramatis Fávero; o comandante-geral da Polícia Militar, Roberson Bondaruk; o delegado-geral da Polícia Civil, Marcus Vinícius da Costa Michelotto; e representantes da Seção de Engenharia e do Escritório de Projetos da Segurança Pública.

MELHORIAS – Desde o início de 2011, diversas melhorias já foram implantadas no IML de Curitiba. Não há mais acúmulo de corpos que aguardavam destinação, as câmaras frias foram recuperadas e a área de radiologia revitalizada. O IML da capital também ganhou novo cromatógrafo (equipamento que detecta substâncias ilícitas no sangue) e o antigo aparelho foi consertado. Esse investimento possibilitou colocar em dia as amostras biológicas e drogas brutas que aguardavam perícia.

Os novos investimentos no IML incluíram também a locação de 25 veículos adaptados para o transporte de cadáveres, que foram distribuídos às 18 seções médico-legais do Paraná. Além disso, foram contratados através de processo de seleção simplificado, novos legistas, auxiliares de necropsia e motoristas.

3 Comentários

  1. Excelente medida para a otimização da produtividade do IML e da Criminalística…

    Agora, para o coitado do cidadão que depende de ônibus (quando tem dinheiro e tempo para isto), tiver de fazer um laudo de lesões, vai ter de ir até o Tarumã para isso?

    Pensem na descentralização desta atividade de atendimento diário e de grande volume à população!!! Disponibilizem pólos de atendimento próximos dos terminais principais de transporte coletivo!!!

  2. Vamos aguardar! A propósito a Polícia Civil não dispõe se quer de prédio próprio para abrigar sua sede. O que é pior, o delegado geral não não se digna em apresentar qualquer projeto nesse sentido. Aliás essa policia vive mesmo a deriva.

Comente