Uncategorized

Felipão é o escolhido da CBF mas negociações esbarram num quesito

Do Lauro Jardim:

O nome definido por José Maria Marin e pelo agora encrencado Marco Polo Del Nero para o lugar de Mano Menezes é o de Felipão.

Isso não é exatamente um mistério – e o demissionário Andrés Sanchez deixou claro o favoritismo do ex-técnico do Palmeiras.

Mas qual a razão de nada ter sido anunciado até agora? Simples: as negociações ainda não chegaram ao fim, sobretudo no quesito “autonomia”.

Felipão exige que seja total – como teve até nos tempos de Ricardo Teixeira que, certa vez, quis lhe impor o nome de Romário para a Copa de 2002 e não conseguiu.

7 Comentários

  1. O FELIPÃO TEVE A SORTE DE TRAZER UMA TAÇA PARA O BRASIL , MAS DEPOIS DISTO AFUNDOU A SELEÇÃO PORTUGUESA,POIS O PALMEIRAS NA SEGUNDA DIVISÃO . O QUE SERÁ QUE FARA COM ESTA ENCRENCA DA SELEÇÃO BRASILEIRA

  2. esta tudo igual em nosso futebol. o novo que inovaria seria o guardiola mas estes tacanhos vão colocar o superado felipão. vai ser outro 1950

  3. Hamilton Luiz Nassif- Londrina Responder

    Esse Felipão, é um grande cascateiro ! Com ele, à frente de
    nossa seleção,teremos novamente, animosidade entre seus componentes. A sua passagem pela Europa, deu provas suficentes de sua incompetência, além do mais afundou o Palmeiras
    para a ” Série B “. O Brasil vive uma nova onda de mudanças, vamos mudar para melhor , é só ter sensibilidade para a escolha.!!!

  4. Cap. Nascimento Responder

    Péssima escolha…os argentinos e espanhóis vão comemorar…esse cara já era faz tempo!!!

  5. Lamentável , pessoas como o pres. e vice da CBF , ainda escolher e mandar na nossa seleção.
    Perdi o encanto com o futebol :
    seleção-cervejão-corrupção- rede bobo de televisao …
    Cláudio

  6. sergio silvestre Responder

    Tecnico de futebol é igual politico,se não meter a colher consegue uma boa administração,no caso do engana ai um bom time.

  7. Ótima escolha. O Felipão foi campeão mundial pelo Brasil, revolucionou a seleção portuguesa, 4º lugar no mundial e só não foi bem na Inglaterra (não fala o inglês) e no Palmeiras, por ter-lhe dado a maioria jogadores da 4º divisão do futebol.
    Caso o técnico não seja o Felipão é por que o Marin quer um “pau mandado”. O Felipão não aceita interferências de cartolas e nem de presidente da CBF. Quem conhece a história do Romário (não convocado em 2002) sabe do que estou falando.

Comente