Uncategorized

Governo Dilma ‘politiza’ tudo, afirma Richa

De Estelita Hass Carazzai, Folha de S. Paulo:

Líder emergente no PSDB e amigo do senador Aécio Neves (PSDB-MG), o governador do Paraná, Beto Richa, diz que o governo federal está “politizando qualquer assunto” desde o fim da campanha eleitoral deste ano.

Em entrevista à Folha, Richa saiu em defesa dos Estados que não aderiram à renovação dos contratos de concessão do setor elétrico, proposta pelo Planalto.

Chamou Aécio de “pré-candidato”, disse que torce pela união entre o tucano e o governador Eduardo Campos (PSB-PE) e defendeu um novo pacto federativo, além da distribuição dos royalties do pré-sal – numa prévia do discurso tucano em 2014.

Folha – FHC e Sérgio Guerra lançaram o senador Aécio Neves à Presidência. O PSDB acerta em antecipar a escolha?
Beto Richa – Sim. Há um grande espaço que deve ser ocupado por um candidato de oposição. Aécio se encaixa bem nesse perfil.

É possível uma aproximação com Eduardo Campos?
É viável. Se houvesse a união das oposições em torno dele e do Aécio, seria uma candidatura forte. Sei que eles têm se falado. Torço por isso. O importante é que haja um namoro, e depois discutir quem será o cabeça de chapa.

Aécio foi incisivo contra o governo federal nesta semana. Ele está certo?
Está. Inclusive [a mudança no setor elétrico] é um bom assunto para ele se pronunciar. É uma barbaridade do governo federal. Como também discordo do veto à distribuição dos royalties do pré-sal. Temos assistido o governo federal enfraquecer sistematicamente Estados e municípios, tirando receitas. Parece que querem Estados e municípios cada vez mais dependentes, de pires na mão.

A mudança da tarifa de energia gerou reação dura do governo federal e dos Estados governados pelo PSDB; 2014 já começou?
Era esperado que, após as eleições municipais, já se iniciasse a campanha de 2014. Agora, qualquer assunto eles [governo federal] estão politizando. Disseram que os Estados foram insensíveis ao não aderirem à medida do setor elétrico. É o contrário. Estão tirando recursos da segurança, educação, saúde e desorganizando o setor elétrico.

O sr. falou de royalties. O Paraná irá ao Congresso pedir o veto do veto?
Vamos nos somar aos outros Estados. Acho injusto o veto, porque o petróleo é uma riqueza nacional.

16 Comentários

  1. sergio silvestre Responder

    Acho dificil o palanque que o PSDB quer montar e bater nesse negocio dos roialts.
    Primeiro que os estados mais populosos tirando minas,são os orlados que recebem mais.
    Segundo que pobre não está muito interessado nestas questões,e sim focado no rendimento para sua familia ,que vai muito bem.
    Tambem o ÁECIO já é uma figura carcomida,desgastada,
    quase debgochada pelo eleitor,por causa dos seus apetites por sabores etilicos e sabe DEUS mais o que.
    Acho ainda que o politico que segura o ar de confiança,é o ALKMIN.Acho que o AÉCIO não aguenta as primeiras pesquisas onde está perto de um traço.
    Como politico esperto,está cladicando em enfrentar a DILMA e levar uma lavada,que é bem provavel.
    Ai acaba suas iluzões até a nivel de seu estado,onde ainda vive a sombra do avo
    Eu não aposto na candidatura dio Áécio,talvez acho que o psdb apoie o governador do pernambuco,pois está passando pela metamorfose que passou o PMDB e virou um parttido coadjuvante.

  2. Porque Elvis Presley não briga pelo ICMS de energia elétrica?
    Desde 1989, a terra dos Pinheirais deixou de arrecadar 40 bilhões de reais!
    Tá com medinho de afrontar o colega de partido picolé de chuchu?
    Até quando vão continuar subsidiando a industrialização do estado mais ao norte?
    Até quando vamos aturar a tunga que o candidato DERROTADO à Presidência na última eleição nos deu em 1988?

  3. Dilma está errada em tudo menos em politizar tudo: ela é política, ora! Errada está a oposição que não politiza nada! Em uma única edição “The Economist” fez mais pelo Brasil do que a oposição em um ano inteiro – ou seria década inteira?? @thiagohart

  4. Aécio Neves foi manchete em vários veículos de comunicação por ser parado por uma blitz no Rio de Janeiro em estado de embriaguez, recusando-se a fazer o teste do bafômetro. Semana passada assistindo vídeos do You Tube, contemplei alguns onde o senador se apresentava “trançando de bêbado” e nas pesquisas de intenção de voto para presidência, enquanto Aécio não chega a 15%, Dilma aparece com mais de 60%. Não vejo muito futuro nessa empreitada da oposição, isso sem contar que não foi apresentado nenhum projeto de poder pelos tucanos para a população apenas críticas ao Governo Federal.

  5. o Aecio pra dirigir o Brasil tomara que num seja igual ele dirige seu carro BEBADO. o governador do Parana com todas suas falhas e falta do choque de gestao da de 10 neste bebado.

  6. Wilson Catupirai Responder

    Discurso, discurso, entrevista, discurso…tão astuto nas análises que quase elegeu o prefeito da capital, não fossem as escolhas erradas nos 2 turnos. E outra, sejamos sinceros, Aécio e Campos não dá.

  7. Vocês querem um governo apoiado pela imprensa brasileira, votem no PSDB e amigos. Merval, Noblat, Elio Gaspari e outros analistas isentos trarão para todos nós a alegria de um Brasil melhor. As tarifas de energia elétrica serão sobretaxadas, mas tudo em nome do nosso desenvolvimento, os serviços serão bem melhores e os juros voltarão a 45% a.a. visando à formação bruta de capital que aumentará o PIB. Enfim, o consumo das famílias diminuirá e os recursos poderão ser carreados para a exportação dando maior robustez a indústria nacional. Será o céu na terra. Voltarão os elogios ao governo federal e a quadrilha poderá roubar sem ser incomodada. Joaquim Barbosa se encontrará com o seu destino e o povo brasileiro voltará a sua condição de mero expectador, enquanto a riqueza nacional continuará a ser repartida pela turma das Capitanias Hereditárias. O capitalismo à brasileira voltará com sua força total, sem riscos e bancado pelo Tesouro Nacional. Essa é a nossa luta impedir essa degraça.

  8. Muito bem, desmascara estes DESgovernantes do PT, que só sabem ficar em cima de PALANQUE e nã governam.

  9. PARABÉNS GOV: SE VC NÃO DEFENDER O QUE É NOSSO POR DIREITO OS PETALHADAS QUEREM TUDO DEPOIS NOS VEMOS ESSA VERGONHA QUE ESTA AI NA MIDIA TODOS OS DIAS

  10. Concordo com o Asdrubal. Por que o Beto não levanta a bandeira do ICMS da Energia Elétrica ser cobrado no Estado produtor e não no estado distribuidor (consumidor)? Por que ele não bate de frente com São Paulo nesta questão em vez de ficar com esse discurso vazio? Tá na hora de um governador lutar pelos direitos dos paranaenses como fez na questão dos Royalties do Petróleo os Governadores do RJ e ES. Esse Beto Richa é uma piada e tá fadado a se enterrar com seus amiguinhos incompetentes que estão governando para eles em detrimento dos Paranaenses que realmente trabalham.

  11. Deu na capa do jornal “O Globo” , não duvido que o Beto faça o mesmo com a COPEL.

    Primeiro o governador Geraldo Alckmin (PSDB/SP) preferiu engordar mais os lucros dos acionistas da CESP (estatal de energia do governo paulista), em vez de beneficiar a população, pois não aderiu à redução de tarifas oferecida pela presidenta Dilma, para renovar antecipadamente a concessão das usinas hidrelétricas.

    Em decorrência disso, a CESP planeja demitir em massa (até 43% dos empregados) para continuar garantindo os lucros gordos dos acionistas.

    Não seria mais sensato diminuir o custo da eletricidade, atrair mais investimentos industriais que demandam energia, gerando emprego, como sugere Dilma?

    Mas fazer o quê, enquanto o governo for tucano e privateiro?

    A privataria e o arrocho à população está no DNA do PSDB e não mudam. Eles chamam esse ‘troço’ de “choque de gestão”.

  12. Governador Richa, V. EXA, pensava o QUÊ de petista? Nenhum grão de areia é movido do lugar sem as “bênçãos” da cúpula central do poder máximo.Existe um ditado que diz tudo sobre de quÊ estou falando: “O TEU PASSADO TE CONDENA”…

Comente