Uncategorized

Justiça de SP bloqueia
R$ 520 milhões da empresa de Paulo Maluf

Da Folha de S.Paulo:

A Justiça de São Paulo determinou o bloqueio de bens no valor de R$ 520 milhões da empresa Eucatex, da família Maluf.

A medida foi tomada após pedido do Ministério Público de São Paulo, que apontou uma suposta operação entre empresas do grupo para transferir patrimônio da Eucatex e assim evitar o pagamento de indenizações em caso de futuras condenações contra Maluf nas ações em que ele é apontado como autor de desvios na Prefeitura de São Paulo.

Segundo a decisão da 4ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, o requerimento do Ministério Público mostra a “possibilidade de defraudação do patrimônio” da Eucatex, mas a decisão poderá ser alterada caso a empresa demonstre que o bloqueio poderá levar à quebra da companhia.

Como revelado pela Folha em março, a Promotoria entende que a família de Maluf está buscando escapar do pagamento de condenações judiciais com a transferência do patrimônio da Eucatex para uma nova companhia do grupo, a ECTX. Para o Ministério Público, a operação constituiu fraude e teve como objetivo “desidratar” a Eucatex.

Na época, o vice-presidente da Eucatex, José Antônio Goulart de Carvalho, negou a acusação. Ele afirmou à Folha que a transferência do patrimônio da empresa para a ECTX ocorreu porque a nova companhia será a protagonista de um novo modelo de gestão, mais transparente, a ser adotado.

Em julho do ano passado, a Eucatex transferiu R$ 320 milhões de seu patrimônio para a ECTX. Em maio e outubro, a empresa informou, em comunicados de “fato relevante” ao mercado, que havia iniciado um “processo de reorganização acionária” para transferir seu acervo.

A ECTX, segundo Goulart de Carvalho, está aguardando autorização da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) para lançar suas ações no mercado de capitais.

4 Comentários

  1. Constanza del Piero Responder

    Vocês acham que Maluf se aproximou de Lulla e do petismo bandido, atraído pelos belos olhos do gnomo de quatro dedos?
    Escrevam: A Eucatex vai se desidratar, até virar pó; enquanto a ECTX vai ficar a cada dia mais robusta; obesa até, com capital aqui, e em todos os paraísos fiscais do mundo.
    Esse tipo de compadrio criminoso de Lulla e sua quadrilha tem uma finalidade só: auferir muito dinheiro para si, e para seus comparsas.
    Enquanto isso, ainda há quem defenda essa quadrilha! – Inclusive aqui nesse espaço!

  2. Parreiras Rodrigues Responder

    Excesso de complacência e impunidade. São fatos tais quais que estimulam os ladrões de carrinhos de pipoca e se tornarem grandes assaltantes.

    Maluf é daqueles miaus blindados pela turma do “rouba mas faz”.

    Os lulopetistas fazem parte do corrente. Sabem que Lula e uma baita curriola roubam descaradamente, mas os defendem com unhas e dentes, chegando ao cúmulo de criarem o estúpido “Mexeu com Lula n- mexeu comigo”.

    Como nas “comunidades”, onde o narcotráfico substituiu o Estado.

Comente