Uncategorized

Vendas do comércio em fevereiro caem 0,2% no Paraná e 0,4% no País

Setores que registraram as maiores quedas no estado foram equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (14,6%); móveis e eletrodomésticos (13,6%).

De Fernanda Leitóles, Gazeta do Povo:

As vendas do comércio varejista do Paraná caíram 0,2% fevereiro. No mês anterior, já com o ajuste sazonal, o estado havia tido crescimento de 6,7%. A Pesquisa Mensal do Comércio foi divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (11).

Segundo o IBGE, as vendas do varejo no país caíram 0,4% no mesmo período. Nove estados e o Distrito Federal, além do Paraná, tiveram resultado negativo em fevereiro. Quinze registraram crescimento e um ficou neutro.

O resultado do comércio paranaense no acumulado ano chega a 3,4% e nos últimos 12 meses fica em 7,9%.

Setores

Os setores que registraram as maiores quedas no estado foram equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (14,6%); móveis e eletrodomésticos (13,6%); e livros, jornais, revistas e papelaria (11,3%).

O mês de fevereiro foi marcado por crescimento, principalmente, nos setores de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, perfumaria e cosméticos (10,2%) e combustíveis (5,4%).

No comércio ampliado, que incluí também veículos e de material de construção, o Paraná apresentou alta de 5,6% em fevereiro. A elevação foi menor do que em janeiro, quando o crescimento foi de 9,9%.

2 Comentários

  1. -Os integrantes do bolsa farelo ainda não terminaram de pagar os financiamentos de carro novo, casa nova, móveis planejados, home teather, tv de led, som para o carro….tem que esperar um pouco mais para a “nova classe C” terminar suas dívidas e começar outra novas, mantendo a bola de neve das dívidas e trabalhando que nem louca para pagá-las e com isso vivendo na escravidão do sistema financeiro!!!!
    -O pior cego é aquele que não quer enxergar!!!

  2. Tudo está caindo; só não caiu ainda a ficha da turma do PT, que levam os desencautos do povo a acreditar que tudo está bem e que o país não está escorregando por uma ladeira.

Comente