Uncategorized

Dvivisão do orçamento abre disputa entre os poderes

Governo retirou o Fundo de Participação dos Estados (FPE) da base de cálculo dos repasses aos outros poderes, que perderão R$ 410 mi em 2014 com a medida, conta o jornal Gazeta do Povo na edição de hoje. Com isso, o Ministério Público (MP), o Tribunal de Justiça (TJ), o Tribunal de Contas (TC) e a Assembleia Legislativa perderão, pelo menos, R$ 410 milhões no ano que vem. Oficialmente, o tema é tratado de maneira polida. Nos bastidores, porém, a pressão já é grande sobre o governador Beto Richa (PSDB) para que o FPE seja reincluído no cálculo.

2 Comentários

  1. . CERTÍSSIMO o Governador .

    . Espero que ñ se deixe levar pela pressão.
    . A ALEP, através do Valdirzão, devolve dinheiro, dizendo que fo economizado. Por que então ñ diminuir o percentual de repasse ?

    . Teria que se repassar o necesário p/ as despesas. Mediante análise, d centavo por centavo, onde foi gasto e justificar porque .

    . Veja o que acontece com o TJ , por ex. Vale refeição, vale fruta, vale transporter, vale livro , vale FLUENCE com motorista disposição, e por aí vai … Numa pancada só, foram 125 fluences OK …

  2. É, o IVANOWSKI está certo, quanto mais dinheiro recebem, mais rapidamente encontram um modo absurdo de consumirem com ele!

Comente