Uncategorized

Reajuste de servidores públicos será de 6,49% sobre remuneração total

O governo do Estado enviou, nesta segunda-feira, à Assembleia Legislativa, projeto de lei que autoriza a concessão de reajuste salarial de 6,49% aos servidores públicos do Paraná. Os valores serão aplicados sobre a remuneração total – englobando todas as gratificações, e não apenas sobre o vencimento básico do funcionalismo. O índice corresponde ao IPCA dos últimos 12 meses.

Os funcionários com contrato de regime especial (PSS) são abrangidos pelo reajuste, mas os cargos em comissão não terão qualquer reposição. O reajuste será creditado em duas parcelas: maio e julho.

19 Comentários

  1. O REQUIÃO TINHA TODOS OS DEFEITOS MAS A DATA BASE DOS SERVIDORES ERA DE UMA SÓ VEZ, SEM PARCELAMENTO, ERA TRUCULENTO, MAS NÃO ERA SUJO FALSO E MENTIROSO.

  2. A segunda parcela teria que refazer o cálculo pois a inflação mais recente esta sendo muito alta. Será deliberada a intenção de prejudicar o funcionalismo?

  3. O parcelamento é para cobrir o rombo do perdão no IPVA 2007 para os inadimplentes.

  4. Beto Richa não gosta de seus funcionários senão vejamos: Quando deu aumento do Saláio Mínimo do Paraná o reajuste foi de 12,69%, e porque agora que reajusta o salário de seus funcionários ele só dá 6,49%, menos da metade do Salário estadual.
    O que podemos observar é o seguinte é muito fácil fazer milagres com chapéu alheio, quando é para os outros pagarem o aumento é dobrado e quando é para o governo pagar o salário é pela metade. Como diz o velho ditado Pimenta no rab……dos outros é refresco né seu Beto Richa, a política está aí e espero que seus funcionários lembre-se disto;

  5. Esclarecimento, o que o Governador está fazendo não é REAJUSTE SALARIAL.
    O Governador está atendendo o comando constitucional do inciso X, do art. 37, que anualmente o obriga a fazer a REPOSIÇÃO SALARIAL DA INFLAÇÃO. Isso sequer é vedado pela lei de responsabilidade fiscal.
    Agora fazer isso em duas vezes é um mau sinal, pois a economia não está no fundo do poço, estamos batendo recordes de produção agrícola e estamos na frente nos números da produção industrial. Qual seria o motivo para prejudicar o funcionalismo? O retardamento da implementação da reposição acaba por trazer mais prejuízo ao servidor, não bastasse ter que esperar por um ano inteiro vendo seu salário ser corroído pela inflação, terá mais dois meses de alta inflação não computados no cálculo.
    O valor parece ser pouco, mas o que realmente pesa é a postura do Governo, que busca recursos no salário dos servidores, dando a impressão que os recursos humanos do Estado não tem valor algum.

    LRF
    Art. 22. A verificação do cumprimento dos limites estabelecidos nos arts. 19 e 20 será realizada ao final de cada quadrimestre.
    Parágrafo único. Se a despesa total com pessoal EXCEDER A 95%(noventa e cinco por cento) do limite, SÃO VEDADOS ao Poder ou órgão referido no art. 20 que houver incorrido no excesso:
    I – concessão de vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a qualquer título, SALVO os derivados de sentença judicial ou de determinação legal ou contratual, RESSALVADA A REVISÃO PREVISTA NO INCISO X, DO ART. 37 DA CONSTITUIÇÃO;

  6. HAMILTON LUIZ NASSIF= LONDRINA Reply

    Há várias maneiras de exercer o direito de criticar,porém sem baixar o nível. Não defendo o Governador, sim sua maneira de exercer a função ,sem ultrapassar os limites da lei.

  7. Isso só demonstra que o atual governo não está sabendo conduzir as finanças do Estado.

  8. Foi mais de 100% para os cargos em comissão recentemente. Também o Governo concedeu gratificações para algumas categorias, como a fazenda que pode chegar a 50% dos vencimentos. Outras categorias, do mesmo quadro e na mesma função recebem apenas a reposição que é um direito e parcelada. Legislativo e Judiciário, existe isonomia no Estado????

  9. Tá bom demais! Vai chegar o dia em que o contribuinte não vai ter fôlego nem para pagar isso para os funcionários públicos! Esperem e verão!

  10. Legislativo, Judiciário, cadê o princípio da isonomia????
    Cargos comissionados, tiveram até 120% sobre os vencimentos recentemente.
    Algumas áreas, como a Secretaria da Fazenda obtiveram 50% de gratificação sobre seus vencimentos a partir de janeiro/2013, sendo que o restante, desempenham a mesma função a mesma carga horária e não foram contemplados. Reposição é um direito, agora em parcelas é o fim dos tempos.

  11. Quem comanda as finanças de Estado ??? ta na hora de mudar.
    Para os comissionados teve um bom aumento.
    Vem logo 2014, eleição, novo GOVERNO sem CHOQUE de GESTÃO

  12. Conforme o Luis muito bem explicou, não se trata de vedação legal, nem de reposição.

    Onde está o Tribunal de Contas, Ministério Público e Associações de Classe. Se o Governo não consegue sequer repassar a inflação aos servidores, e posterga mais 2 meses de visíveis perdas inflacionárias. Considerando que tal reposição inflacionária deve constar do Orçamento Anual, devem ser canceladas todas as criações de cargos, das recém criadas secretarias, os cargos comissionados devem ser desativados até que a saúde financeira do estado permita nova contratação.

    E os Deputados? Vão ou não fiscalizar o Governo Estadual???

    Cabe ou não uma Ação Civil Pública????

    Com a palavra o Ministério Público e Tribunal de Contas …

  13. Alguns politicos a exemplo dos eleitores esquecem que a cada quatro anos tem eleição. conclamo os funcionário publicos indignados a lembrar isto nas proximas eleições para governador.Esta na hora do Governador assinar a carteira profissional já que nunca trabalhou na iniciativa privada.Se o caixa está no limite , recomenda os bons principios da administração , e que se demita aqueles que são possíveis, no governo se chamam de cargos comissionados. E 2014 espero a resposta das Urnas que é o enxofre dos politicos.

  14. Contrata gente demais que irão servir de cabos eleitorais mais na frente e depois diz que não pode pagar mais porque estoura o limite permitido por Lei, sempre foi assim para manter os pucha sacos que nada fazem os que verdadeiramente trabalham acabem ganhando pouco.

  15. É bom lembrar que o governo aumentou muito o numero de cargos comissionados para acomodar os aliados políticos, e isso interfere elevando o índice de gasto com pessoal… aí chegamos nesse ponto, de não poder receber o aumento, que além de ser a metade do reajuste do salario regional, ainda tem que ser pago em duas vezes!

  16. esse nem parece filho do ex governador José Richa mas não tem problema 2014 esta ai e com eleições, vamos ver Sr. governador.

  17. Beto Richa, Requião, Glasy, não vão mudar nada, a desculpa é a mesma de sempre o outro deixou o Estado individado, a culpa sempre é do outro…

Comente