Uncategorized

Governo Dilma legitima violência contra índios, acusa CPT

Do Roldão Arruda, Estadão:

O governo da presidente Dilma Rousseff está atropelando a Constituição e legitimando atos de violência contra grupos indígenas. A afirmação está contida em nota pública divulgada nesta segunda-feira, 13, pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

A nota é uma resposta ao pronunciamento feito no dia 8 pela ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffman. Ao se apresentar perante a Comissão da Agricultura da Câmara, ela declarou que o governo está revendo as normas para a demarcação de territórios indígenas. Também disse que existem grupos que usam os índios “para impedir obras essenciais ao desenvolvimento do País”.

Para a CPT, o governo Dilma tem uma “visão monocrática de desenvolvimento” e encontra-se submetido “aos interesses do agronegócio”.

A nota também acusa a ministra Gleisi de tentar desvalorizar as manifestações indígenas contrárias a projetos que afetam sua vida e seus territórios. Para a comissão, ela trata os índios “como se fossem apenas massa de manobra nas mãos de outros interesses.”
Ao insistir em expressões como “progresso e desenvolvimento” no debate sobre direitos que envolvem territórios habitados há séculos por índios, “a ministra acaba por legitimar toda a violência empreendida contra os povos originários no país”, segundo a CPT.

O texto lembra o artigo 231 da Constituição, que garante os direitos indígenas, e acordos internacionais, dos quais o País é signatário, que corroboram estes direitos. “As declarações da ministra soam como uma afronta à Constituição”, diz.

A nota ainda denuncia o desmantelamento que estaria ocorrendo na Fundação Nacional do Índio (Funai): “O Palácio do Planalto desqualifica os trabalhos da Funai propondo submeter os estudos de identificação e delimitação de terras indígenas à análise da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), contrariando mais uma vez a legislação brasileira.”

A íntegra da nota pode ser lida no site da CNBB.

5 Comentários

  1. Essa tal CPT e essa tal CNBB, com seus bispos vermelhos são duas das chocadeiras que chocaram o ovo da serpente chamado lulla e sua gang!
    O Brasil estaria livre dessa praga, não fosse Helder Câmarara, Leonardo Boff, Pedro Casaldáliga, e outros lixos comunistas que por aqui decidiram aninhar-se, pra gerar essa peste disfarçada de sindicalismo, chamada comunopetismo!

  2. sergio silvestre Responder

    Tem que rever mesmo,deram uma area em Roraima,rica em minerios
    mais grande que muitos paises e agora o Brasileiro está privado até de passar a noite em estradas.
    Lá é hasteada bandeiras de outros paises e os indios se venderam para os gringos.
    Dizem que ali tem a maior reserva de uranio do mundo e muitos metais preciosos para confecção de armas.
    Se eu fosse o governo interviria nesta reserva,pois dizer que o indio é o verdadeiro Brasileiro,tudo bem,mas o que tem de indio malaco,inclusive os que estudam e depois sabem tirar proveito disso.
    Enquanto mais de 99% deles ou passam necessidades na selva,ou passam até fome nas periferias de cidades.
    Tem que fazer como o governo americano que incorporou o indio na sociedade,hoje são autosuficientes.
    Quanto mais derem terra,apito e espelhos,só vai lucrar meia duzia de indios espertos.

  3. Parreiras Rodrigues Responder

    Tá explicado: Como o Brasil foi descoberto por Lula em 2002, o Governo Federal não tem nenhum compromisso com os seus antigos moradores.
    O Movimento Sem Terra também pode tirar o cavalinho da chuva. Foi usado como massa de manobra do petê para ascender ao Poder. Aliás, Lula vem renegando até a sua origem política, a de batalhador pelos direitos humanos, pela liberdade dos presos políticos. Remember o seu comportamento em Cuba diante dos encarcerados pelo regime castrista, mais o caso dos atletas cubanos deportados. Um grande sacana é o que é.

  4. UFA…ATÉ QUE ENFIM UMA NOTICIA BOA.
    QUE MANÉ INDIO O QUE. TERRA É PARA QUEM PRODUZ.
    E A MINISTRA GLEISE TEM RAZAO.
    HA MUITOS PONTOS ESCUROS POR TRAS DESSAS INVASOES INDIGENAS.
    UM PONTO PRA MINISTRA!!!

  5. Caro FÁBIO, a manifestação da ministra GLEISY é a favor do BRASIL. As manifestações da CPT e MST são a favor do anarco-petismo, que estão implantando no país, sendo os coordenadores do processo os beneficiados financeiros e de poder de todas essas ações programadas de execução. Aos lullo-petistas iludidos estão merecendo nesse momento a provação do próprio veneno que administraram no país. A população trabalhadora que gera superávit financeiro para os lullo-petistas perdulários gastarem é que devem ser protegidos. Assim caminha a humanidade. Atenciosamente.

Comente