Uncategorized

Câmara de Curitiba
reúne militantes contra
a homofobia

A Câmara Municipal de Curitiba discute em plenário, nesta segunda-feira (20), o combate à homofobia. A convite da vereadora Professora Josete (PT), a Casa recebe militantes pelos direitos da população LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais). Dentre eles, o fundador do Grupo Dignidade, Toni Reis.

Os professores Ana Carla Matos e Leandro Gorsdorf, docentes do curso de Direito da Universidade Federal do Paraná (UFPR), farão uso da tribuna. O Dia Mundial de Combate à Homofobia é comemorado nesta sexta (17). O debate acontece durante a sessão plenária, que tem início às 9 horas.

SERVIÇO:

Data: 20/05/13 – segunda-feira

Hora: 9 horas

Local: Câmara Municipal de Curitiba – Plenário do Anexo II

13 Comentários

  1. Quem sabe façam alguns dos inúteis vereadores sairem do armário. Só falta um deles fazer projeto instituindo do Dia dos Gays, com feriado municipal. É por isso que para Vereador VOTO NULO.

  2. maravilha…………….tinha que fazer esta reunião no Passeio Publico ou Zoológico com a bicharada toda solta……….veado e lésbica existe desde a Roma antiga…………..mas eram mais recatados…………..hoje estão “machos paca” fazem a maior cena e querem ser a maioria…………Tem 78 paises onde o homossexualismo é proibido e em alguns com pena de morte…………porque será?????????????????????? bicharada fiquem na sua porque do jeito que a carruagem tá andando voces tão provocando demais…………..

  3. VÃO TRABALHAR,ISSO É COISA DE QUEM NÃO TEM O QUE FAZER,PORQUE NÃO FAZEM LEIS TIPO,REDUZIR O IPTU QUE É UM ROUBO.

  4. sergio silvestre Responder

    Depois de pagar mais de 70 taxas de impostos,de dar mais algum para os sedentos advogados,mais algum para fiscais corruptos,temos que aguentar as ongs e associações todas pagas com nosso dinheiro.
    Vou enumerar aqui o que o cidadão não pode mais;
    Chamar o negão de preto.
    Chamar o viado de viado.
    Dizer sapatão para a sapatão.
    Chamar o chines de amarelo.
    Chamar o anão de baixinho.
    Dizer o nome do japones;ex;kumiama.
    Chamar argentino de loke.
    Gozar santa izabel do ivai,que tem uma placa que serve de entrada e saida do municipio.
    E mais centenas de coisas que não podemos mais gozar que as ONGS pagas com nosso dinheiro estão de olho.
    Então o mundo está cada dia mais chato.

  5. A Sociedade Responde Responder

    Tudo isso é bobagem. Eu sou do tempo em que educação vinha de casa. Respeito ao cidadão, independente das diferenças, era fundamental; ética e cidadania faziam parte do alimento diário.

    Hoje os nobres – mais nem tanto – parlamentares, no afã dos votos a qualquer preço, ficam inventando moda a todo instante. Respeito humano basta. É focar aí. O resto é variação sobre o mesmo tema e alimentar ódios desnecessários…

    E ainda: tem ‘militância’ – uíii! – pra tudo! Menos, aliás, para moralizar a rasteira política nacional de tanta corrupção, mensalão e outros desvãos. É preciso avaliar tudo isso, sem paixões!

    Muitos falam em nome da ética e do respeito ao cidadão mas, na prática, não exerce tais qualidades. Ou estou enganado?

  6. Ridículo. Que direitos eles merecem que os outros não merecem?
    Vereadora Josete, olhe lá onde vai enfiar o dinheiro do contribuinte.
    Estamos atentos.

  7. Não tem o que fazer em prol da população geral?
    Experimentem trabalhar de verdade!
    Este papo de Homofobia já da dando um mal estar. Daqui a pouco vão obrigar a todos serem Gays. è o qua está faltando. Nada contra eles, mas este papo já saturou e cada um faz o que quer do corpo, para isto é que somos livres.

  8. E muito importante acho que todo ser humano merece dignidade e respeito mais para que aconteça precisamos também pedir aos pais respeitem seus filhos na sua realidade seja ela qual for.

  9. sou do tempo que dar o rabo era feio e fumar era bonito, hoje inverteu………………….

Comente