Uncategorized

Liminar do TSE reconduz prefeito de Rolândia e vice aos cargos

Rolândia, Johnny Lehmann, TSE, prefeito

Do G1 PR:

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu uma liminar que permite o retorno ao cargo do prefeito afastado de Rolândia, Johnny Lehmann (PTB). A decisão da ministra Laurita Vaz também é válida para o vice-prefeito da cidade do norte paranaense, José Danilson de Oliveira. Os eleitos em outubro de 2012 devem permanecer no cargo até que o plenário do TSE julgue a situação deles em definitivo.

Lehmann e Oliveira estavam afastados dos cargos desde o mês de março, quando o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) manteve a decisão de primeiro grau que havia cassado o diploma eleitoral deles, pela acusação de abuso de poder econômico. Eles recorreram da decisão ao TSE, com pedido de liminar para garantir o retorno à prefeitura antes mesmo do resultado do processo.

A ministra relatora do processo deu provimento ao pedido de liminar, por acreditar que existe “significativa probabilidade de êxito do apelo” quando for submetido à análise dos demais ministros. Também foram considerados na decisão os riscos que uma nova eleição poderia trazer, se fosse realizada antes do trânsito em julgado do mérito da questão.

Desta forma, a presidente da Câmara Municipal e prefeita interina, Sabine Giesen (PMDB), deve retornar ao legislativo para que Lehmann reassuma. Para que isso ocorra, o TRE-PR precisa ser notificado e repassar a orientação ao cartório eleitoral. Até a publicação desta reportagem não havia a confirmação sobre data de retorno do prefeito afastado.

6 Comentários

  1. Muito justo, o Joni foi eleito com mais de 50% dos votos, e inventaram
    que havia ganho por causa de umas matérias publicadas em um jornal que não existe de ruim que é, a oposição comandada pelo ex.prefeito Eurides de Moura tendo com padrinho Haully tentaram anular a eleição, que vergonha, graças ao superior eleitoral Joni volta governar Rolândia para fazer historia…Felicidade Joni e o vice Danilson voces merecem felicidades..

  2. juliano cordeiro Responder

    justiça eleitoral nao existe é a vontade de um grupinho aque prevalece.

    LEI É PARA SER CUMJPRIDA

  3. marcio jose nantes Responder

    o que este cidadão fez para ganhar eleições e nao é condenado ainda volta para o cargo

    É PARA NAO ACREDITAR MESMO NA JUSTIÇA ELEITORAL.

  4. luiz candido ferreira Responder

    VIVA A COMPRA DE VOTOS,

    VIVA A JUSTIÇA ELEITORAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Comente