Uncategorized

O fim de um mito, por Ilimar Franco

Do Ilimar Franco, O Globo:

A barbeiragem da Caixa, no pagamento do Bolsa Família, irritou a presidente Dilma. Um ministro, com gabinete no Planalto, diz que a presidente está brava com o presidente da CEF, Jorge Hereda.

É que o erro da instituição potencializou o boato do fim do programa e a corrida às agências do banco. Mas a oposição também está em cima da gestão Hereda.

Ocorre que, passados mais de 90 dias do fim do exercício de 2012, a Caixa não enviou à Comissão de Valores Mobiliários nem tornou pública, como prevê a lei, a prestação de contas das aplicações do Fundo de Investimento do FGTS.

O deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) vai notificar a CEF e a CVM para obter informações.

4 Comentários

  1. Doutor Prolegômeno Responder

    Será que potencializou ou criou o boato como forma de esconder a barbeiragem? Será que a súcia dos aloprados não se aproveitou para usar de toda sua astúcia de Chapolin e tentar jogar a culpa em alguém? Tudo se espera desta gente. “AI DON NOU DE NOTINGUE” diria nosso sábio ex-barbudo.

  2. PROTEU DELA RUE Responder

    Para mexer com o Presidente da Caixa tem que ter a anuência de interesses do capital internacional, “pero parola et busie”

Comente