Uncategorized

Governador de MS fez alerta à Casa Civil antes de conflito com índios

Da Folha de S.Paulo:

O governador André Puccinelli (PMDB-MS) enviou ofício à Casa Civil um dia antes da morte de um índio em Sidrolândia, no qual relata “clima de iminente conflito no campo” e alerta para o risco de “confrontos violentos”.

O documento cita Sidrolândia como um dos “focos de conflito” e aponta para um “cenário de insegurança jurídica” que se espalha por toda a região sul do Estado, bem como clima de “iminente conflito no campo”.

O governador sugere a “imediata paralisação de identificação e demarcação de terras” no Estado.

Na quarta-feira passada, deputados federais, estaduais e senadores se reuniram com os ministros da Casa Civil, da Justiça, do Desenvolvimento Agrário e da Advocacia-Geral da União para fazer relato da situação.

A Casa Civil informou que recebeu o ofício do governador “no fim da tarde” do dia 29 de maio e que, no dia seguinte, o encaminhou para o Ministério da Justiça com pedidos de providência.

“Importante ressaltar que, independentemente de qualquer pedido, o governo já vem acompanhando todos os casos atentamente, inclusive o da Fazenda Buriti, em Sidrolândia, e buscando aprimorar os mecanismos que servem de base para as demarcações.” (ANDREZA MATAIS)

2 Comentários

  1. Esse é o reultado de se misturar incompetência com desídia, acrescentando a isso, uma pitada de ideologia retrógrada, marxista, que desde 1917, por onde andou, só deixou isso: miséria, violência, conflito e morte!
    Nota-se claramente no texto, o jogo de empurra empurra, da incompetência e do desleixo criminoso desse bando que se diz governo, e pior democrático…
    Amanhã poderá ser muito tarde!

  2. Por ideologia usam as demarcações parA matAr o agronegocio, gerando instabilidade no campo. Ta na hora de acabar com a FUNAI antes que ela acabe com o pais

Comente