Uncategorized

Licitação de Fruet agita agências de propaganda

Não se fala em outra coisa no meio do que a licitação do prefeito Gustavo Fruet (PDT) para contratar as agências que vão tomar conta da propaganda da prefeitura de Curitiba. O inusitado que pode constar no edital que será publicado no diário oficial do município é uma espécie de veto à participação das agências que já atendem a prefeitura. As análises apontam para “contubérnios” nas relações até ao juridiquês “teratológico” sobre qualquer veto à participação de interessados na licitação.

De qualquer modo, a Abap, Sinapro e o Clube Criação vão pedir ao prefeito Fruet por realização de audiências públicas para debater o edital e garantir a transparência na escolha das três agências que ficarão com a conta da prefeitura. Assim que for publicado o edital, o prazo para definir os vencedores é de 50 dias.

12 Comentários

  1. Gostaria quem alguém me explicasse porque a Prefeitura, ou qualquer outro órgão público, precisa fazer propaganda e porque que essas licitações envolvem sempre grandes somas de dinheiro?

  2. Gostaria que alguém me explicasse porque a Prefeitura, ou qualquer outro órgão público, precisa fazer propaganda e porque que essas licitações envolvem sempre grandes somas de dinheiro?

  3. FRUET : Quais os critérios?? Responder

    Rua Mateus Leme, em frente ao nº 955 – Centro Cívico.
    Bem alí, pertinho da prefeitura, havia um casarão de grande valor histórico que tinha nos fundos e ao lado um pequeno bosque com árvores frondosas. Hoje nada mais existe ali a não ser uma obra iniciada em terreno limpo.
    Fico curioso. Gostaria de saber se tudo isto foi autorizado e os critérios da autorização, se for o caso.
    Clovis Pena

  4. Vigilante do Portão Responder

    KKK

    Quem foi o inteligente que disse a bobagem:

    Vetar as atuais Agências?

    Será mais uma Licitação que vai parar na Justiça.

  5. Nossa empresa foi durante anos, responsável por um jornal semanal, numa pequena cidade do interior, que ainda está lá, forte e rijo.
    Portanto sei muito bem o quanto representa a publicidade oficial. Diria que é indispensável para a sobrevivência da esmagadora maioria dos veículos, quer grande, quer pequeno.
    Porém, a verdade é uma só: Esse país só vai pra frente, o dia em que, entre outras providências, for proibida totalmente toda e qualquer publicidade oficial, que nada mais é que publicidade pro dirigente de plantão; pro partido, e demais chefões de qualquer administração.
    Porém o interesse maior nisso tudo é pecuniário: os caras compram e pagam tabela cheia, enquanto o mercado compra o mesmo produto com desconto de até 70% conforme o veículo; (o troco eles recebem porforex), cabide, etc etc etc
    Conheci uma agência de publicidade na capital dum estado vizinho, que tinha duas folhas de pagamento: Uma do seu quadro de funcionários, e outra que acolhia dezenas, às vêzes centenas de “funcionários”, legítimos fantasmas, todos literalmente “pagos” com verbas desviadas da publicidade, e outras falcatruas.
    Criam jornalecos com tiragens espantosas, a custos absurdos, só que não sobra uma edição sequer pra provar que foi feito, némemu seu Derosso? – E assim segue o baile!
    As agências de publicidade são a forma mais antiga e mais prática pra se fazer sangria nos cofres públicos; Marcos Valério, Lulla, Zé Dirceu e o petê ainda são aprendizes nessa área!

  6. Não deveria existir agencia cuidando da propaganda da Prefeitura.
    Propaganda milionária !? Eleição !? Mostre ao povão que esta
    soma vultuosa de todos os governantes voltam para a população.
    Este é mais um dinheiro jogado no lixo e com a anuencia dos nossos
    governantes !!!

  7. Olha fazer propaganda de prefeituras, pra que pelo amor de DEUS. A saúde, transporte coletivo, poderia ser atendido com este dinheiro que não e pouco. E não tem homem com vergonha na cara para fazer com que isto não aconteça.

  8. ricardo crovador Responder

    Fernando, eu explico. A publicidade dos atos legais é um dos pilares constitucionais. Não é opcional: o administrador público é obrigado a dar publicidade aos seus atos. A constituição que são obrigatórios ao administrador aplicar os princípios da igualdade, isonomia, imparcialidade e publicidade. Nada pode ser secreto, escondido, às escuras. Se os meios de comunicação estão cobrando caro, bem, aí é outra discussão. Abraço. Espero ter ajudado.

  9. NA CORDA BAMBA Responder

    Propaganda da Prefeitura !? Destine esta verba (para não dizer
    roubalheira) milionária para causas sociais e de saúde. Por estas
    e outras razões é que não acredito em político algum neste país !!!

  10. Deveriam gastar esse dinheiro em coisa para o bem do cidadão precisamos melhorar a saúde a educação e outras áreas temos vários problemas.

    Notei que tivemos melhorias no posto de saúde 24 horas do Campo Comprido atendimento diminuiu o tempo e pessoas com vontade de atender.

  11. Vigilante do Portão Responder

    Pedro Rocha,

    Disse Bem.

    A Tal tabela cheia e o desconto por fora.

    Aliás,

    Falaram, falaram…

    E não disseram o VALOR da Licitação.

    Quanto a Prefeitura pretende gastar?

    Lembrando:

    Profassora Josetre e seus pares, quando a Publicidade era do Ducci, questionavam os valores.

    Vão falar alguma coisa?

  12. Você só pode tá brincando né Ricardo Crovador? –
    Ninguém aqui é contra que a administração pública informe seus atos e suas realizaçõe como como balancetes; licitações; tomadas de preços, andamento e conclusão de obras; saúde pública; segurança etc etc . Aliás é obrigatório. Tem mais é que informar!
    Mas isso não custa absolutamente nada, se compararmos com o que é “GASTO” com publicidade!
    Um enorme cabide de empregos, ém nível de Secretaria, pra administrar verdadeira fortuna entre 4 paredes, sem exigência alguma; só gastar e gastar! – É daí que nascem os Marcos Valérios – as Cláudias Derosso, etc etc etc, meu caro!
    É hora de acabarmos com isso!

Comente