Uncategorized

MP-PR denuncia médicos suspeitos de cobrar por cirurgias do SUS

Do G1 PR:

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) apresentou denúncia contra dois médicos do Sistema Único de Saúde (SUS) que cobravam irregularmente pelas cirurgias prestadas em Londrina, no norte do Paraná. Eles são pai e filho e atuavam como neurocirurgiões.

Segundo a denúncia, somente em um dos casos investigados, a quantia depositada por um familiar de um paciente chegou a R$ 23 mil. No total, os médicos teriam recebido, de acordo com a denúncia, R$ 38,5 mil. Os pagamentos foram realizados por meio de cheques no consultório particular dos suspeitos.

A denúncia aponta que os médicos cobravam para que o paciente fosse imediatamente internado e a cirurgia realizada. Os médicos alegavam que a quantia cobrada seria para locação de material cirúrgico. Na ocasião, eles negociavam os valores com familiares dos pacientes.

De acordo com os promotores, os médicos fizeram a cobrança em quatro casos para realizarem procedimentos cirúrgicos de urgência, todos no hospital filantrópico Santa Casa de Londrina. Os fatos aconteceram entre 2010 e 2011.

A denúncia foi oferecida à 2ª Vara Criminal da Comarca de Londrina sob o crime de concussão, quando um funcionário público se aproveita do cargo para obter dinheiro ou vantagens direta ou indiretamente. A pena pode variar de dois a oito anos de reclusão, além de multa. A irregularidade é prevista no artigo 43 da Lei Federal 8.080/90 (Lei Orgânica da Saúde), que cita que “a gratuidade das ações e serviços de saúde fica preservada nos serviços públicos contratados”.

3 Comentários

  1. NA CORDA BAMBA Responder

    Se um profissional da saúde aceita trabalhar pelo convenio e princi-
    palmente pelo SUS não existe perdão para este tipo de roubalheira.
    Cadeia neles !!!

  2. cesar - BARRAQUINHA Responder

    Por isto, este matuto, repete o que o Jô disse:- “povo culto é inimigo do governo”, e acrescento, e do povo mais “simpres”, dos bolsistas e afins.
    Não é vero, meu caro Fábio?

Comente