Uncategorized

Protesto contra aumento da passagem tem confronto em SP

No protesto do Movimento Passe Livre (MPL) contra o valor das tarifas do transporte público em São Paulo nesta sexta-feira, manifestantes e policiais voltaram a entrar em confronto, embora em proporções menores do que os registrados na noite de quinta-feira na cidade, quando dois mil manifestantes fecharam a Avenida Paulista (foto abaixo) e outras vias importantes da cidade.

Por volta das 19h30, a polícia usou bombas de gás de efeito moral para dispersar os manifestantes que bloqueavam todas as faixas das pistas local e expressa da Marginal Pinheiros, na Zona Oeste da capital.

3 Comentários

  1. Isaias Andrade Responder

    Na foto que ilustra a matéria, aparece o policial militar com sua moto e a viseira do capacete levantada. Isto é infração ao Código de trânsito, mas será que policia pode? Na lei não tem excessão alguma, todos são obrigados a usar capacete com a viseira em seu devido lugar.

  2. Adalberto Jardim Responder

    Interessantíssimo este pais. Quando há qualquer anuncio de aumento da tarifa de ônibus,, em qualquer cidade que seja, há passeatas, depredações, quebra-quebra, confronto com a polícia, gente machucada, policiais apedrejados, gente presa e todos dizendo que aumentar a passagem em R$ 0,10 ou R$ 0,20 é roubo!
    Agora quando políticos roubam milhões (bilhões), desviam verbas da saúde pública, roubam da merenda escolar, na “cara dura”, ficam podres de ricos, o que é que fazem???? E isso está ocorrendo diariamente…
    Aliás, todos festejaram as condenações dos mensaleiros pela mais alta corte do país. Quantos estão presos? Quantos irão para a cadeia? Quantos devolverão o que roubaram da população? Quantas passeatas foram feitas? Quantos quebra-quebras? Quantos confrontos com a Policia?
    Eu respondo: SIMPLESMENTE NENHUM E NEM VAI HAVER NADA DE MANIFESTAÇÃO DESTA POPULAÇÃO CORDEIRINHA.

Comente