Uncategorized

Centro de Curitiba terá esquema de segurança para manifestação

Do G1 PR:

A Guarda Municipal de Curitiba e a Polícia Militar preparam mais um esquema especial de segurança e orientação à população para a manifestação prevista para o Centro da cidade nesta sexta-feira (21). O evento chamado de “2ª Farofada do Transporte” registrou 75 mil confirmações no Facebook e deve ocorrer a partir das 18h, na Praça Rui Barbosa. Também estão confirmados protestos em Altônia, Sarandi, Pato Branco, Palotina, Francisco Beltrão, Toledo, Marechal Cândido Rondon, Jaguariaíva, Telêmaco Borba, Guairaçá, Rondon, Terra Rica, Ibiporã, Paiçandu, e Mandaguaçu.

Na quinta-feira, o Movimento Passe Livre reuniu 3,5 mil pessoas na Boca Maldita – grupo que se dividiu em dois com destino ao Palácio Iguaçu, sede do Governo Estadual, e à Praça Santos Andrade. A PM e a Guarda Municipal registraram ocorrências de vandalismo em frente à Prefeitura e ao Palácio Iguaçu, que terminaram com seis detidos. Não houve registro de feridos encaminhados a hospitais, e a PM não se pronunciou sobre as prisões.

De acordo com o diretor da Guarda, Cláudio Frederico, foram quebrados 15 vidros da fachada da Prefeitura de Curitiba, acumulando um prejuízo de R$ 27 mil. “O detalhe é que o próprio grupo de manifestantes acabou expulsando esses malfeitores, e policiais militares que estavam com equipe à paisana fizeram as detenções”, disse Frederico. Segundo a Prefeitura, o valor total dos prejuízos deve ser divulgado em balanço durante a tarde desta sexta.

Ainda segundo o diretor, três pessoas foram identificadas e devem ser alvos de ações judiciais para reparação dos danos. O Governo estadual não divulgou os prejuízos do tumulto.

De acordo com o diretor da Guarda Municipal, Cláudio Frederico, a ação desta sexta-feira deve ser similar à empreendida na quinta. “Vamos reforçar o efetivo com ênfase no anel central, considerando o evento, mas mantendo patrulhamento nos bairros para que não fiquem desguarnecidos. Não será nada ostensivo, nada que venha a reprimir a manifestação, porque a Prefeitura de Curitiba considera a manifestação pacífica”, afirmou ao G1.

Frederico disse ainda que agentes da Secretaria Municipal de Trânsito devem orientar o tráfego no Centro, com possibilidade de desvios de rotas e mudança de sentido das ruas para evitar congestionamentos. “Nós orientamos às pessoas que não irão participar das manifestações que evitem estar no Centro no horário das 18h. Quem não vai participar deve procurar rotas alternativas, evitando o anel central”, alertou.

5 Comentários

  1. Cuidado pessoal, a Guarda Municipal estará na manifestação….se protejam do abuso de poder deles!

  2. Se não entrar os baderneiros violentos do MST, CUT ( PT ) nem precisa de polícia o lema dos Manifestantes é de PAZ apenas protestar por seus direitos

  3. Só não esqueçam, a gripe H1n1…N7 surtou em Curitiba e Ministro da Saúde não quer vacinar o povo q sofre com o frio e chuva aqui no sul…

  4. os nazis, carecas locais devem ter preparado um plano de ataque estilo blitzkrieg aqui hj, prepara….

Comente