Uncategorized

Gaeco investiga relação de político de Londrina com garota desaparecida

Marcos Colli era o presidente do PV em Londrina quando foi preso em investigação de casos de pedofilia.

Do BondeNews:

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) investiga se o advogado Marcos Colli, acusado de estupro de vulnerável em Londrina, tem relação com o desaparecimento de uma adolescente de 16 anos, que ocorreu em abril de 2010.

A apuração é um desdobramento da investigação que culminou com a prisão do ex-presidente do Partido Verde (PV), acusado de pedofilia, além de gravar vídeos dos abusos sexuais envolvendo os menores de 14 anos.

A garota conhecia Colli desde os 10 anos e mantinha contato com o advogado pela rede social Orkut e pelo telefone. A adolescente, que fazia estágio na Sercomtel, teria desaparecido no caminho para escola no dia da apresentação de um trabalho.

“Devido a tudo que estamos conhecendo ao longo desta investigação, nós vamos dar uma atenção especial até para tentarmos identificar o que teria ocorrido ou qual seria o paradeiro desta vítima. Então, prosseguiremos com essas investigações e, agora, coletando informações junto aos familiares e amigos para saber ao certo do que ocorreu com essa pessoa”, informou o delegado do Gaeco, Alan Flore em entrevista à rádio CBN Londrina.

“Por causa desta ligação, que era mantida entre a adolescente que desapareceu e o suspeito, estamos realizando diligências necessárias para saber se existe qualquer tipo de participação dele e o que de fato ocorreu”, acrescentou o delegado.

Colli prestou novo depoimento ao Gaeco na tarde desta sexta-feira (21). (Com informações da rádio CBN Londrina)

Comente