Uncategorized

Compra de video-games cancelada pelo governo do Distrito Federal

O governo do Distrito Federal informa que cancelou a licitação para comprar 40 videogames da marca Sony, modelo Playstation 3 Slim 3D. O GDF nega a influência das manifestações, que no DF criticam principalmente os altos gastos com o Estadio Nacional Mané Garrincha e os grandes eventos esportivos, e argumenta que suspendeu por uma questão técnica, já que o edital discriminava a marca do videogame, o que é proibido pela lei.

Segundo nota do governo do DF, os aparelhos seriam usado em atividades para crianças e adolescentes de comunidades pobres atendidos em 17 centros de convivência mantidos pela pasta, que oferecem serviços sociais que visam prevenir a ocorrência de situações de exclusão social e de risco, em especial a violência doméstica e o trabalho infantil.

7 Comentários

  1. Saul de Lima Brenzink Responder

    Pois então, o mais importante para alguns é oferecer diversão quando muitos não tem nem o que comer. Gente, a necessidade básica de nós pobres é alimentação, saúde e educação. Tantas escolas não têm nem o lanche para oferecer aos seus alunos e o governo comprando jogos eletrônicos. Que barbaridade.

  2. Será porque baseada neste exemplo de mais um mal feito que a presidanta pediu que a cana pelo crime de corrupção fosse aumentada? Só pode.

  3. Está certo cancelar, afinal, já anunciaram o novo Playstation 4!
    Por pouco os excluídos não ficaram ainda mais excluídos, utilizando um Playstation da geração passada.
    Brasil – Um país da piada pronta. Financiada por nós, os palhaços.

  4. NARIZ DE FOLHA Responder

    40 VIDEOS GAMES ? VÃO SE ESCONDER SEUS MALANDROS.

    ESSES 40 VIDEOS PODEM SER DOADOS PELA RECEITA FEDERAL DO PAÍS, QUE DEVE NO ESTOQUE CENTENAS DESSES VIDEOS OU OUTROS SIMILARES, APRENDIDOS EM CONTRABANDO PAÍS AFORA.

    ORA SE TEM PRODUTOS ELETRÔNICOS NA RECEITA FEDERAL, É SÓ REQUISITAR, E PEGAR E PRONTO. PAREM COM A GASTANÇA QUE SÓ INTERESSA AOS MALANDROS QUE GANHAM COMISSÕES NESTAS LICITAÇÕES.

    CHEGA ! PAREM DE ROUBAR O BRASIL….VOCÊS SÃO UNS LOUCOS ? NÃO ESTÃO VENDO AS MILHARES DE PESSOAS NAS RUAS PROTESTANDO JUSTAMENTE CONTRA ESTE TIPO DE COISA?

    TENHAM JUIZO SEUS MALUCOS.

  5. Não vejo problema algum na compra de video game pelo poder público. Será que as crianças internadas em hospital não podem ter uma sala de recreação. Será que as escolas no contra-turno não podem usar esse recurso para recreação. Será que os centro de juventude que fazem trabalho com jovens não podem ter video-game. Vamos pensar um pouco antes de condenar um fato.

  6. Não vê problema “carlos”?
    Vou aceitar seu “desafio”: pensar antes de condenar.
    Estamos na Suíça?
    Segurança perfeita, saúde perfeita, saneamento perfeito?
    Conheço alguns estudos que mostram a nocividade dos games às crianças, nunca a favor (estudos de Valdemar Setzer, por exemplo).
    Cheguei no veredito: absurdo completo, sobretudo por ser com dinheiro do coitado do contribuinte.

Comente