Uncategorized

Compromisso é garantir apoio aos municípios, afirma Beto Richa

O governador Beto Richa afirmou hoje, em Rosário do Ivaí, na região central do Estado, que investir e realizar ações diretamente nos municípios é uma estratégia do governo estadual para disseminar o desenvolvimento e levar qualidade de vida aos paranaenses. “Meu compromisso é apoiar os municípios. São os prefeitos quem respondem pelas demandas mais imediatas da população e estão com dificuldades para cumprir essa função por causa da queda nos repasses do governo federal. O governo estadual está presente para minimizar os graves efeitos causados pela redução do dinheiro”, afirmou Richa.

Além de Rosário do Ivaí, Richa cumpriu agenda em Reserva e Imbaú, nos Campos Gerais. As ações do governo estadual nas áreas da saúde, educação, desenvolvimento urbano, habitação e agricultura nestes municípios são os temas dos encontros do governador com os prefeitos e comunidades. Os investimentos nas cidades da região somaram R$ 31 milhões.

“Os prefeitos estão angustiados. Os municípios, principalmente os pequenos, têm no FPM a maior fonte de receita. Eles têm dificuldades para atender as demandas da população e cada vez mais responsabilidades e atribuições”, disse Richa. Ele citou como exemplo a saúde. Há dez anos, o Governo Federal era responsável por mais de 60% dos investimentos na saúde publica. A participação da União caiu para 40%, sobrecarregando os municípios e os estados.

“Isso acontece, também, em segurança pública. O Governo Federal participa com 13% dos recursos para a área. Estados e municípios ficam 87%. Ou seja, a maior parte dos investimentos é de responsabilidade dos prefeitos e governadores. É preciso distribuição democrática e mais justa de recursos no Brasil”, disse Richa.

3 Comentários

  1. Caso um turista incauto passe pelo Paraná e acabe ouvindo o discurso do nosso “amado” Governador, talvez acredite que está em um Estado do primeiro mundo.
    Os elogios à esse governo, ou partem de pessoas que dormem em berços esplendidos ou de “carrapatos” palacianos.
    É difícil aguardar até outubro de 2014 para (tentar) por um fim a esse imbróglio administrativo.
    Fico pensando: esse governo é desonesto mesmo ou é apenas um atrapalhado incompetente e mal assessorado.

  2. MAIS DINHEIROS PARA OS PREFEITOS SE ENRIQUECEREM E ENRIQUECEREM OS SEUS SÓCIOS.
    O DINHEIRO NÃO VAI PARA A POPULAÇÃO, E SIM PARA O BOLSO DOS AMIGOS DO REI. DISSO SOU CONVICTO!!!!!!!!!!!!!!!

  3. arne saknunssen neto Responder

    Ué? E não é primeiro mundo mesmo? Veja só os políticos do PR: Justus, Cury, Romanelli, os Dias, Gleisi, Rossoni, Plauto, Fábio Camargo, Requião, Ademar Traiano, “Cantora” Mara Lima…
    Isto é aqui é um pedacinho de Dinamarca iá, iá…

Comente