Uncategorized

Dilma não pode ser melhor que seu governo

Por Rolf Kuntz

Nenhum governante, diz o bom senso, pode ter desempenho melhor que o de seu governo. No caso do Brasil, trata-se de uma administração fracassada, com dois anos e meio de estagnação econômica, inflação alta, contas públicas em mau estado, contas externas em deterioração e resultados gerais muito inferiores aos de outros latino-americanos.

As possibilidades de melhora até o fim do mandato parecem muito escassas. Mas o senso comum dos brasileiros tem algumas peculiaridades notáveis. Parte substancial dos cidadãos considera a presidente Dilma Rousseff melhor que seu pífio governo.

Enquanto só 31% avaliam o governo como ótimo ou bom, 45% aprovam o desempenho da presidente. Os dados são da última pesquisa CNI-Ibope e confirmam, de modo geral, as tendências indicadas em sondagens recentes.

Quanto à avaliação da presidente, é importante ressaltar o detalhe: a pergunta é sobre sua maneira de governar. Não se trata de sua pessoa. O entrevistado poderia considerá-la honesta, esforçada, gentilíssima, simpática e movida pelas melhores intenções, mas frustrada em seu empenho por divindades invejosas.

O Olimpo é um ninho de maldades. Mas a história é outra, e aí está o dado intrigante. O modo de agir da chefe de governo é avaliado mais favoravelmente que a ação do próprio governo, embora ela seja responsável pela escolha dos ministros e, como todos sabem, centralizadora, mandona e habituada a distribuir broncas e a maltratar seus subordinados.

7 Comentários

  1. A grande “Mídia” continua usando comparações quando não prejudicam FHC, ou ao menos para arrancar um empate. Ilmº Sr. Jornalista , tente justificar os índices economicos de 2002!! —Inflação 12,5%—–Taxa Selic 26%—– Risco País 1700 pontos. Hoje a situação está bem melhor, se acha que tá ruim, imagina com os tucanos de volta ao poder.

  2. SR Silva Jr, lembre-se em 2002 a inflação estava em queda, a moeda estável, a dívida interna era R$=600 bilhões, hoje é 2 Trilhões, e a roubalheira incontrolável. e mole ou quer mais.

  3. augusto seabra Responder

    hoje não está bem melhor – hoje é o limite do precipicio…a queda é
    eminente!!!aproveitaram o sacrificio do brasileiro para a estabilização
    e jogaram no lixo – se locupletaram, roubaram, achacaram…

  4. cesar eu mesmo. Responder

    Boa pergunta Antonio.

    e Ainda, a Situação do Paraná é a pior possível, com gente incompetente nos postos chaves e assim mesmo o reizinho é adorado e bem avaliado. Pode?? Vai entender.

  5. Poxa, esse tal sei la quem Rolf Kuntz é um gênio.
    Se, de fato, o país está como ele afirma, “trata-se de uma administração fracassada, com dois anos e meio de estagnação econômica, inflação alta, contas públicas em mau estado, contas externas em deterioração e resultados gerais muito inferiores aos de outros latino-americanos.” gostaria que ele explicasse como na gestão Dilma (até agora) foram criados 4,4 milhões de empregos formais no Brasil…

Comente