Uncategorized

Médicos suspendem realização de consultas nos dias 30 e 31, no PR

Do G1 PR:

Médicos de todo o Paraná devem suspender as atividades na terça-feira (30) e na quarta-feira (31), para protestar contra medidas tomadas pelo governo federal, que dizem respeito à prática da medicina. Com isso, o atendimento das chamadas consultas eletivas, ou seja, aquelas sem urgência, deve ser suspenso no Paraná.

Os médicos são contra os programas Mais Médicos e Saúde +10 e contra o chamado Ato Médico. Em todos os casos, eles alegam que essas medidas podem causar problemas no atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, eles lutam para que os médicos do SUS possam ter um plano de carreira dentro do sistema público.

A paralisação prevê atos em 17 cidades paranaenses. Entre elas, estão Curitiba, Londrina, Maringá, Cascavel, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa e Guarapuava. Os médicos que participarem do ato devem coletar assinaturas para um abaixo-assinado, contra as medidas que eles consideram prejudiciais aos pacientes.

O ato é promovido pelas três principais entidades médicas do estado, o Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR), a Associação Médica do Paraná (AMP) e o Sindicato dos Médicos no Estado do Paraná (Simepar). De acordo com as instituições, os atendimentos médicos de urgência e emergência não serão afetados.

Remarcação de consultas
Em nota, o Hospital de Clinicas, da Universidade Federal do Paraná (UFPR) informa que irá remarcar todas as consultas e exames marcados para os dias dos protestos. Para conseguir a remarcação, os pacientes devem ligar para o telefone da unidade onde o serviço vai ocorrer. A lista completa de números pode ser conferida na página do HC.

17 Comentários

  1. Programa MAIS Médicos acaba com MENOS Médicos, como todos os Programas da era Lulopetista
    Foi puro sensacionalismo do PT assim como o PAC , Mais Creches, etc, que não deu em nada e ainda com prejuízo aos cofres públicos

  2. Trabalhei quase a minha vida toda com este time de branco, e a cada dia que passa a minha convicção sobre eles só aumenta, só pensam nos seus bolsos. O CFM deveria abandonar o juramento que os médicos fazem quando da diplomação, ou mudar o nome, Juramento de Hipócritas, porque cuidar do próximo não é a primeira coisa que vem à mente dos médicos de hoje.

  3. Mané do sudoeste Responder

    Greve contra quem ? Contra a população.A saúde está municipalizada,são na grande maioria 99% funcionários municipais.Senhores prefeitos descontem na folha……Ah, sabe quando vão aceitar. Tem mais é que vir médicos estrangeiros.

  4. sergio silvestre Responder

    Cala a boca NANDA,médico não vota no PT.
    São na maioria fazendeiros e querem que seus filhos e netos sejam médicos tambem.
    Que venham os cubanos que são mais competentes que os nossos.

  5. Para quem acha que os médicos cubanos são bons e são a solução do problema da saúde no Brasil, aí vai uma pergunta: Por que o Lula não está se tratando com médicos cubanos? Por que a Dilma não se tratou com eles?

  6. Deviam aproveitar o dia de folga e fazer um curso de boas maneiras e de como tratar bem os pacientes, no sistema publico e particular.

  7. Está reclamando de falta de médico?
    Então, estude muito, passe na faculdade (pública) e depois estude mais dez anos. Pronto, bem fácil, será um médico.
    Então, pode trabalhar para o governo, o SUS paga menos de R$ 2,00 por consulta ou pode trabalhar no interior com salário de dez mil, só que lá não tem estrura, equipamentos, leitos, remédios, etc.
    Como não tem possibilidade de um atendimento padrão vc responde por omissão de socorro, pode ter o diploma cassado e ser preso.
    Caso não queira estudar, você poderá ser atendido por um médico estrangeiro, que sequer fez validação do diploma no Brasil, ou seja, pode ser um diploma falso.
    São estas as opçoes da vida, mas é muito mais fácil ficar reclamando né.
    O preguisoso tem sempre uma desculpa, do tipo não teve oportunidade, ninguém ajuda, não tem tempo, é coisa de filinho de papai, teve muito “pobrema” na vida, etc…

  8. SERÁ QUE SERÁ DESCONTADOS OS DIAS DA PARALISAÇÃO? É MAIS QUE JUSTO QUE ISSO ACONTEÇA.

  9. todos falando mal dos médico, os médicos salvam vidas, é o mais importante eu acho, é a vida humana… entao todos falando mal dos médicos, pagam uma mizeria para os medicos, que salva a vida humana, e os campos de futebol, ai ninguem fala, ou melhor quanto vai sair a baixada, para quantos jogos um ou dois jogos, copa o mundo milhoes, ai ninguem fala, vida humana todos creticam, isso é uma vergonha,

  10. cesar eu mesmo. Responder

    Falta é vergonha na cara de muitos médicos, que acham que não faltam médicos. é uma pena que a população se intimide perante estas pessoas que se acham deuses. Mas não vai faltar o momento em que a população também vai acordar para este descaso.
    O eu sou mal informado, ou a mídia não sabe o que esta informando, pois a grande maioria das noticias relacionadas a saúde, mostra a população reclamando a FALTA DE MÉDICOS. O bom médico atende a pessoas em qualquer sala, não precisa de um suntuoso escritório,.
    Temos bons médicos, nos sentido profissional e humano, mas temos médicos que só pensam no deus dinheiro.

Comente