Uncategorized

Paraná tem poupança de R$ 25 bilhões, diz Rossoni

Em entrevista ao jornalista Erivelto Oliveira, da RICTV, nesta quinta-feira, 1º de agosto, o presidente da Assembleia Legislativa, Valdir Rossoni, disse que os investimentos assegurados pelo governador Beto Richa ao Paraná somam R$ 25 bilhões. “É uma poupança para daqui alguns anos”, afirmou Rossoni.

Rossoni disse ainda que o Governo do Estado precisa levar em todas regiões do Paraná a infraestrutura necessária nas áreas de saúde, educação, pavimentação, entre outras ações, para consolidar os investimentos conquistados. Assista a entrevista abaixo.

6 Comentários

  1. Curioso.
    Embora não seja contra a atração de investimentos, acho que não cabe esse marketing eleitoral.
    Acho eu que, primeiro, investimento privado nunca foi poupança, muito menos pública, pois pode acontecer como o castelo de areia do Eike e se não acontecer o patrimônio continuará sendo privado..
    Acho eu que, segundo, dívida também não é poupança; muito pelo contrário.
    Acho eu que, terceiro, a alíquota do ICMS não incide sobre o faturamento, pois há que se deduzir o ICMS das entradas.
    Acho eu que, quarto, há muita gente que calado é poeta.
    Sinceramente, não dá mais para aguentar isso; penso que quando não é má-fé é burrice.
    Acho que é necessária uma assepsia geral.

  2. Interessante – ele disse que o investimento é invisível; invisível também se comporta o governador que não dá conta disso à população.

    se tudo isso existe, porque não vem o governador a público e diz onde, quando, quanto e porque estão sendo feitos tais investimentos.

    Porque senão é sempre aquilo diz uma coisa, e tudo fica na virtualidade e nada aparece decorrido anos depois – mas aí – o bem bom – os propagadores de tais maravilhas já asseguraram novos mandatos e cargos públicos.

    E as dificuldade da sociedade continuam como sempre estiveram.

    Esquece o deputado que a população já não está tão confiante assim no palavreado sem consequências concretas da politicagem reinante …

  3. Com a impossibilidade de utilização dos depósitos judiciais não tributários para a conta do CU, seria ótimo se os recursos dessa “poupança” estivessem disponíveis já, para HOJE serem utilizados nas áreas de educação, saúde, etc. Esses senhores não são eleitos para gastar o tempo do mandato somente com investimentos futuros. Até mesmo porque o mandato é de quatro anos, e já está acabando. Além do mais, o futuro a DEUS pertence, e o poder também.

  4. Mané do sudoeste Responder

    Onde está esta poupança ? Guardasda no cofre, nos bancos…cadê ?Mês de junho já faltou 100 milhões para cobrir a folha, julho não se sabe. Que mistérios neste governo ?A matemática não é exata.

  5. Ue se essa poupança existe mesmo, porque não e aplicada em investimento de infra-estrutura, Saude , Educação e Segurança pois só estamos vendo obras feitas através de fartas propagandas mentirosas e discursos vazios, copa-se fotos de pedaços de rodovias feitas em algum lugar do brasil e colocam se no processo de prestação de contas, para enganar os estagiarios do Tribunal de Contas essa e a grande verdade.

Comente