Uncategorized

Grande Curitiba teve 1 morte violenta a cada 2 horas no fim de semana

Da Banda B:

Trinta pessoas morreram de forma violenta neste fim de semana em Curitiba e região metropolitana. De acordo com o boletim oficial do Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba, 15 pessoas foram assassinadas, cinco morreram de acidente de trânsito, quatro suicídios, duas quedas, uma pessoa vítima de acidente de trabalho e um caso está na dependência de exames complementares. A cada duas horas uma pessoa morreu de forma violenta ena Grande Curitiba. Nos últimos fins de semana os números estavam em torno de 20 casos em 60 horas.

Briga de vizinhos

O jovem Tomas Taylor, 23 anos, foi morto por disparos de arma de fogo no início na noite deste domingo (11) na rua Professor Oscar Sanches Monteiro na Vila Barigui, na Cidade Industrial de Curitiba. O autor do crime foi apontado como Paulinho, um vizinho de Tomas, que já tinha jurado o jovem de morte. Ele ainda não foi detido.

No local, a família da vítima estava inconformada, segundo o investigador Carlos Henrique da Delegacia de Homicídios (DH). “Soubemos que houve uma briga entre ele e o vizinho e essa desavença antiga foi o motivo do homicídio. A família não deu detalhes sobre o que teria acontecido e qual seria essa briga, mas disseram que era briga de bar”, contou.

O jovem estava morando em outro lugar por causa dessa briga com o vizinho. Ele tinha ido visitar a família quando o crime aconteceu. Tomas foi morto com três tiros: rosto e pescoço. Ele morreu na hora e o corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

Crimes

Uma briga de bar terminou de forma trágica na cidade da Lapa, região metropolitana de Curitiba. Sebastião dos Santos Barbosa, 63 anos, foi morto por ferimentos de arma branca depois de uma discussão. O autor dos golpes no pescoço de Sebastião foi identificado como Nilson Bine, 41 anos. O crime aconteceu na localidade de Faxinal dos Castilhos no fim da tarde deste domingo (11).

De acordo com a perita Fabíola Machado do Instituto de Criminalística a vítima foi degolada provavelmente por uma faca. “A lesão é grande e atingiu a região do pescoço. Testemunhas disseram que teve uma briga em uma reunião entre colegas”, contou.

O agressor foi detido em flagrante depois do golpe e deve responder por homicídios. A Delegacia de Polícia responsável pela região vai dar prosseguimento ao caso.

2 Comentários

  1. sergio silvestre Responder

    Como já disse aqui,só falta o Enio Morricone e a trilha sonora de ‘tres homens em conflito’ para dar um ar que ai vive um eterno “bang bang”

  2. É impressionante como essas tétricas estatísticas estejam vindo a público e não se encontra nem um posicionamento do governador do Estado a respeito do assunto.

    Das duas uma: ou a prioridade continua sendo os preparativos para a próxima maratona das eleições (onde qualquer assunto que possa macular a imagem do pretendente se torna indigesta) ou é inconfessa assunção da responsabilidade de que nada de importante foi feito pelo governo de ocasião com relação à segurança pública (daí o silêncio obsequioso).

    Vale dizer: onde estão os prometidos “xoques de jestão” perorados na última campanha política?

Comente